Conrad Punta Del Este – a experiência de ser hóspede
29/06/2015 3 comentários

Conrad Punta Del Este – a experiência de ser hóspede

Seja um leitor parceiro! Faça suas reservas aqui pelo blog

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

Quando planejamos a road trip pelo Uruguai, a minha maior expectativa e fichas estavam depositadas em Punta Del Este e na experiência de se hospedar em um de seus mais badalados hotéis, o Conrad Punta Del Este Resort & Casino.

Tinha na minha cabeça, a imagem de todo aquele glamour do hotel, de seu casino e das pessoas que ali frequentam, mas o que havia esquecido de adicionar era o fato de que já tinha ido algumas vezes à Las Vegas e me hospedado em famosos e badalados “hotéis casino”. E este impacto de ir a Vegas antes que Punta pesa, principalmente quando os quesitos são casino e valor da diária.

Chegamos à noite na cidade e, para mim não seria necessário me preocupar com a localização do hotel, pois o Conrad obviamente seria algo tão vistoso que acharíamos fácil. Só que o óbvio não passou de um mero engano. Tivemos que rodar um pouco pelas ruas da cidade para encontrar o hotel. E na hora que o encontramos, nada mais que um tímido telão com algumas chamadas dos prêmios do casino e uma iluminação não tão vistosa assim foi o que tínhamos bem a frente de nossos olhos.

Seria uma grande injustiça comparar um hotel casino em Punta Del Este com um hotel localizado na strip de Las Vegas e, por este motivo focarei na minha experiência no Conrad e nos aspectos positivos e negativos durante minha estada por lá.

Pontos positivos:
1 – Acomodação:
O Conrad oferece uma estrutura bacana em seus quartos e a cama é espetacular, daquelas que te abraçam e que
você não quer sair nem com todos os despertadores em seus ouvidos. A vista também é um diferencial, já que o mar sempre é o protagonista da varanda. E cá pra nós, acordar com o visual do mar é algo totalmente priceless.

A dupla shampoo e condicionador, vale experimentar. As suas madeixas agradecerão. E para quem sente falta das novelas brazucas, calma porque tem canais da terrinha na grade de programação 😉

2 – Infraestrutura:
O Wi Fi é gratuito e funciona muito bem em todas as dependências do hotel, inclusive em seus arredores.

3 – Café da manhã:

A grande variedade de itens no café da manhã do hotel te faz até perder o rumo. A lista de opções de media lunas e demais guloseimas típicas uruguaias pode te deixar por lá por algumas horas. Caso você não seja hóspede e queira ter a experiência de tomar café por lá, prepare o bolso para os 35 dólares por cabeça…
4 – Piscina:
Para aqueles amantes de uma boa piscina mesmo no inverno, não se preocupe, pois a piscina aquecida é ótima. Já a piscina ao ar livre, eu esperava algo maior e mais imponente, mas vale a ida.

5 – Terraço:

O terraço, assim como parte dos quartos, possui uma vista muito bacana da Playa Mansa. Nos dias de
verão e fervor ver o movimento na orla é uma atração a parte.

6 – Estacionamento:

O estacionamento com serviço de manobrista é gratuito aos hóspedes. Só não se esqueça de deixar um
agrado a eles.

7 – Casino:

Apesar de esperar mais em termos de tamanho e variedade, ter um casino a sua disposição 24 horas e com
bom atendimento é tudo de bom, né não?!

Um adendo aqui: Para quem não sabe a regra do jogo, um aprendizado. É extremamente proibido tirar fotos ou filmar o casino. Por isso, vocês não verão fotos lá de dentro aqui no blog.

Ponto negativo:
Atendimento:
1 – O atendimento no momento do check in foi um pouco arrogante e parecia que a funcionária estava me fazendo um favor. Não sei se o tratamento foi assim por estar com aquela cara de cansada depois de perambular por La Paloma e Punta del Diablo ou pelo fato de não portar um LV em meus ombros, mas enfim…
Além disso, os funcionários que nos atenderam no café da manhã também deixaram a desejar. Em alguns momentos, demoraram em retirar os pratos já utilizados, em outros vezes, levaram tudo, inclusive os talheres…rs!
A impressão que deu é que alguns funcionários do hotel prezam o glamour (mesmo forçado) e atendem conforme a sua roupa, o que acho péssimo, por sinal. Ainda mais porque roupa não mede poder aquisitivo ou de compra tampouco humildade e respeito.

Seja um leitor parceiro! Faça suas reservas aqui pelo blog

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.