Seu futuro financeiro só depende de você!

Seu futuro financeiro só depende de você!

Olá, Pessoal! E aí, como foram de virada de ano? Muita gente adora fazer resoluções para o Ano Novo, estabelecer metas para o ano inteiro para chegar ao tão sonhado objetivo. Mas, o que muitas vezes não se percebe é que o seu futuro financeiro só depende de você e ele está logo ali, junto com 2018, 2019, 2020…

Nos dias de hoje, o tempo passa cada vez mais rápido e sem perceber, já estamos casados, com filhos, netos e chegamos a melhor idade. Infelizmente, se chegarmos a essa idade sem recursos financeiros suficientes, será muito mais difícil encarar esse período com tranquilidade.

Pensando em tudo isso, decidi falar hoje sobre planejamento financeiro: como começar e principalmente como fazer. Muitos profissionais, apontam o planejamento financeiro como a ferramenta de maior importância para alcançar o que desejamos, ou seja, nosso objetivo. Quando o planejamento não é feito, os objetivos se tornam muito mais difíceis de ser alcançados. Vejamos como exemplo muitas empresas que começam um negócio sem conhecer os fornecedores, clientes, concorrentes, custos e acabam fechando suas portas em menos de dois anos. No mundo financeiro, não é diferente.

  • Mas o que de fato é o planejamento financeiro?

O planejamento financeiro engloba a identificação e equilíbrio das receitas e despesas, a escolha de investimentos, o ajuste de contas e a renegociação de dívidas, quando necessário. Além disso, é um processo que deve ser contínuo para que as estratégias sempre se alinhem com o seu objetivo.

É importante ressaltar, que as pessoas que estão com as contas desequilibradas devem coloca-las no controle o mais rápido possível.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o planejamento financeiro deve ser feito por todos indivíduos, independente de sua renda. Infelizmente, no Brasil poucas pessoas fazem esse planejamento e acabam ficando vulneráveis às incertezas e riscos. Ainda mais, no atual momento de crise que vivemos e acabam deixando de aproveitar oportunidades que podem aparecer.

graph-163509_1280

Crédito da foto:https://pixabay.com/p-163509/?no_redirect

  • Hora de por a mão na massa

A primeira ação que deve ser tomada para quem deseja fazer um planejamento financeiro é reunir o máximo de informação sobre sua vida financeira: extratos bancários, fatura do cartão de crédito, boletos, comprovantes de renda, entre outros documentos que possibilitam a análise de como anda sua vida financeira.

Reunido os documentos, deve-se verificar qual o patrimônio consolidado até o momento para assim traçar um plano para pode alcançar seu objetivo. Faça uma lista de itens que você deseja conquistar, nessa lista coloque em ordem o que você deseja, seguido do tempo que você deseja alcançar e do valor que isso ira te custar. Avalie e verifique se a descrição para cada item é realista e após isso coloque em algum local que você possa sempre olhe e se orgulhe que está chegando próximo do seu objetivo ou que algumas ações precisam ser tomadas para alcança-lo.

Quando se fala de planejamento financeiro, dois pontos são essenciais: investimento e dívidas. Em relação ao investimento, aconselha-se verificar se esse bate com o perfil do investidor e se o rendimento proporcionado está em linha com as taxas do mercado e proporcionando construção de riqueza. No momento, um bom investimento de renda fixa e conservador é o Tesouro Direto.

Já em relação as dívidas, é importante verificar se as taxas de juros que estão sendo cobradas estão de acordo com as praticadas no mercado. Caso não estejam, é possível transferir sua dívida para outra gestora que cobre taxas menores.

  • Monitoramento e Imprevistos

Um passo complementar ao planejamento financeiro é o monitoramento. A disciplina é a chave essencial para que o planejamento seja colocado em prática e através do monitoramento que se verifica como estão as coisas, pois não adianta de nada tudo que foi planejado ficar apenas no papel. Ações devem ser praticas diariamente para chegar cada vez mais próximo do seu objetivo.

Minha sugestão é que você monitore seu planejamento financeiro mensalmente, pois possíveis erros que apareçam possam ser corrigidos o mais rápido possível. Quanto ao planejamento de investimentos, recomendo que esse seja revisado de uma a duas vezes ao ano, de acordo com o cenário econômico, mas lembre-se que é fundamental a leitura sobre o que está investindo ou a ajuda de um consultor de investimento.

Mesmo com o melhor planejamento financeiro, infelizmente podem aparecer imprevistos. Alguns imprevistos conseguem ser gerenciados de maneira fácil, já outros podem trazer muitos problemas, então aconselho sempre possuir reservas para eventuais emergências.

Lembre-se, estamos no começo do ano e para você colocar seu planejamento financeiro em prática e cuidar do seu futuro, só depende de você. Disciplina, determinação e foco farão com que seu planejamento seja um sucesso e você alcance seus objetivos! Feliz 2017!

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)