Qual é o meu treino e porque deve ser diferente do seu

Qual é o meu treino e porque deve ser diferente do seu

Qual é o meu treino e porque deve ser diferente do seu, não é só uma chamada de texto, mas sim uma chamada para que você entenda que o treino de alguém não pode ser sua cópia fiel de atividade física.

Como eu já contei para vocês no post Barriga negativa – meu antes e depois, eu treino há nem sei quantos anos (mais de 20, com certeza!) e, por isso, já experimentei muita coisa por aí, o que me fez aprender a ler o meu corpo e saber o que funciona pra mim.

Isso é muito importante, pois como cada pessoa tem sua identidade corporal e biótipo, nem sempre o que funciona pra um, funciona para outro. O segredo? Experimentar!! Com o tempo você aprende a ler os sinais do seu corpo e assim identificar o que te traz mais resultados e o que te deixa mais animado.

No meu caso, não tem muito segredo. Meu treino é composto por uma tríade: (a) base muscular; (b) resistência cardiovascular e; (c) flexibilidade. Vamos falar um pouco sobre cada um?

Resistência Cardiovascular (Aeróbio):

Minhas atividades variam muito. Tem fase que foco na corrida, tem fase que foco no spinning (que amo de paixão), tem fase que tenho preguiça de tudo..rs

Já participei de muitas provas de corrida, treinando inclusive com o pessoal da Run&Fun no Parque do Ibirapuera, o que era muito legal! Na fase preguiçosa, preferia ficar no aparelho de escada (que queima muitooo!) ou no “cross trainer”. Atualmente, faço aulas de kick-boxing, que também mistura exercícios funcionais de HIIT (clica que tem post relacionado).

Todas estas atividades fazem diferença quanto a gente quer dar aquela secada ou eliminar aqueles quilinhos extras. Basta sempre termos em mente que tem que ser difícil… tem que sofrer. Se você terminar o treino tão bonita e disposta como entrou, tá errado! Não vai fazer efeito… Pode começar tudo de novo, com mais vigor! (Foco, força e fé…rs)

Em 2009 na prova de revezamento Bertioga-Maresias. Foto: Acervo pessoal

Em 2009 na prova de revezamento Bertioga-Maresias. Foto: Acervo pessoal

Musculação:

Teve uma época que resolvi fazer uma experiência e parei com a musculação por uns quatro meses. Veja, eu parei a musculação, mas não com as outras atividades. Nessa época, eu fazia spinning, yoga e pilates. Sabe o que aconteceu? Perdi 3 kg de massa magra e ganhei 2 kg de gordura!

Desde então, alterno as outras atividades, mas não largo a musculação nunca mais!! Além de ser fundamental para evitar lesões durante as outras atividades, é super importante após os 40 anos para manutenção da massa magra. E o que fazer pra não perder a motivação?? Ter um treino que você goste e sempre trocar a série! Converse com seu professor para ver a periodicidade adequada. Eu tento trocar a cada um mês e meio, no máximo 2 meses, para o corpo sempre ter novos estímulos. Eu falei bastante sobre a importância da musculação aqui! 

Dando aquela conferida no intervalo da série. Quem nunca? Foto: Acervo Pessoal

Dando aquela conferida no intervalo da série. Quem nunca? Foto: Acervo Pessoal

Yoga:  

Pratico Yoga há uns dez anos. Iniciei com o pessoal da academia mesmo porque tinha um professor, mas depois mudei pro “De Rose” e, desde então, já experimentei várias práticas (hatha, ashtanga, vinyasa, misturada…). Independentemente da linha, eu gosto muito dos benefícios da Yoga. Para mim, que sou uma pessoa ansiosa, os exercícios de respiração (pranayama) e de meditação, me acalmam, relaxam e melhoram meu auto-controle. Já os asanas (as posturas), que podem ser em pé, ou no chão, ou até com auxilio de cordas suspensas, trazem força, alongamento e flexibilidade.

Praticando invertida (sirsasana). Foto: Acervo Pessoal

Praticando invertida (sirsasana). Foto: Acervo Pessoal

Nesta tríade de treino, acabo dividindo meu tempo em cinco ou seis treinos por semana, mais ou menos assim: 2 x musculação, 2 x aeróbio e 1 x Yoga, sendo que o aeróbio pode ser combinado no treino de musculação de membros superiores ou também com a Yoga.

No dia em que treino pernas, eu não faço mais nada, por falta de condições, fico acabada!

E vocês, querem me contar um pouco do treino de vocês?

 

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)