Região dos Lagos de carro no verão e sem perrengue

Região dos Lagos de carro no verão e sem perrengue

Seja um leitor parceiro! Faça suas reservas aqui pelo blog

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

Ir a Região dos Lagos de carro no verão é sem qualquer sombra de dúvida a melhor opção para quem vai a um dos locais mais frequentados no estado do Rio de Janeiro durante esta época. Tudo isso por conta da facilidade de chegar em suas belíssimas praias, em transitar pelas cidades e pela liberdade de ir e vir.

Como uma boa paulista, paulistana da gema e apaixonada pelo Rio que sou, costumo incluir na rota de final de ano ou de verão parte dos destinos da Região dos Lagos e acho válido compartilhar com vocês dicas preciosas para que se livrem de algumas roubadas ou evite perrengues desnecessários.

Buzios_pordosol_varanda

 

  • Se for de São Paulo a Região dos Lagos em qualquer estação, vá de carro

Apesar do trânsito pesado que você pode pegar na saída de São Paulo, na chegada no Rio de Janeiro e na Via Lagos, a melhor forma de conhecer e transitar pela região é de carro, já que poderá ir e vir entre um ponto e outro no horário que quiser.

 

O transporte público em cidades como Búzios é muito eficiente, entretanto, as paradas dos ônibus e das vans são em sua grande maioria longe das praias e das pousadas (exceto em Armação dos Búzios), o que pode ser um problema com o sol forte na cabeça.

  • Se for de São Paulo a Região dos Lagos no verão, pare no Rio de Janeiro ou em Niterói

Além do trânsito pesado que você pode pegar entre entradas, saídas e estradas, o trajeto é longo e uma pausa no Rio sempre cai bem. Costumo dar esta parada porque durante o verão o trânsito na Via Lagos é infernal. Enquanto o trajeto sem trânsito pra lá leva cerca de 7, 8 horas, na alta temporada, a brincadeira poderá te custar em torno de 12, 13, 14, 15 horas.

Praia do Pepe

Para evitar o trânsito na saída do Rio, sair “com os galos e galinhas” é praticamente mandatório, já que pegará a ponte Rio Niterói. Facilitará bastante a sua vida se estiver ou em Niterói ou na Zona Sul ou central (não recomendo) do Rio de Janeiro.

  • Independentemente de onde parta, vá bem cedo

Quando saio de São Paulo, rumo ao Rio de Janeiro, costumo partir muito cedo. O cedo que eu digo é 6 horas da manhã ou perto disso. Além de não pegar o trânsito da marginal na saída de São Paulo, a estrada também tem um fluxo muito tranquilo.

A chegada no Rio de Janeiro também é mais tranquila nas linhas vermelha, amarela, Avenida Brasil, o que é mais do que perfeito. Não é bom chegar nas proximidades e no próprio Rio a noite, principalmente se estiver sozinha.

Pordosol_Buzios

Conseguir chegar também antes das 8 hs da manhã na Via Lagos é um bom negócio para não ficar horas e horas no trânsito, com 40 a 45 graus do lado de fora e o ar condicionado sofrendo pra segurar a onda.

  • Muito cuidado nos trajetos mais rápidos feitos pelo GPS do carro, Waze ou Google Maps

Se vier de São Paulo e não for dormir nas cidades do Rio de Janeiro ou de Niterói, coloque no GPS, o seu destino na Região dos Lagos. Antes de passar o pedágio, fique nas filas/faixas do lado esquerdo, pois muito logo na sequência já terá a alça de acesso a Via Lagos (se ficar nas faixas da direita, provavelmente, perderá a saída se não der aquela tesourada em todo mundo – tem Sem Parar, Connect Car e afins tanto na esquerda quanto na direita. Relaxa e fica na esquerda extrema!).

Quando estiver na Via Lagos, NÃO SAIA DE LÁ DE FORMA ALGUMA. Desta última vez, tanto o GPS do meu carro quanto o Google Maps (veja, não era o Waze) me deram como opção mais rápida sair da Via Lagos e pegar um das outras duas alternativas para encurtar o meu trajeto em uma hora até o destino final.

Estrada

Em um primeiro momento, desconfiada e teimosa que sou, não saí na primeira saída sugerida. Como o GPS tanto do carro quanto do Google Maps estavam quase virando o volante e me levando para a segunda alternativa, resolvi arriscar! – Pensa só: A Via Lagos completamente parada e cheia de gente do Rio, aí vai a paulista achando que era exxxxxperta e saí da rodovia… – Conclusão: Entrei em um lugar (sem qualquer tipo de preconceito, ok?) não muito simpático e amistoso.

 

Ainda confiante nos GPSs, resolvi continuar pela rota sugerida, até que a paisagem foi ficando estranha. Nesta hora, parei o carro e perguntei para primeira pessoa que achava que podia fazer a seguinte pergunta (sem se ofender): É seguro pegar este caminho até Búzios? – A resposta (que inconscientemente eu já sabia) foi: “Saia daqui agora! Não é seguro ir por esta rota, ainda mais com carro grande, escuro e com uma mulher dirigindo. Volte para a Via Lagos.”

Praia Brava

Aí lá fui eu fazer o retorno, ficar brava comigo com a minha burrice (ou ingenuidade) e colocar no GPS ponte Rio-Niterói, já que ele insistia que eu continuasse na rota. Enfim, voltei a Via Lagos e ao trânsito e depois de um tempo comecei a ri e a pensar: Aí sim…uma paulixxxxxta sendo esperta e saindo do trânsito que todos os cariocas estão. Claro, que era furada! rs

Resumo: não saiam da Via Lagos por nada, nem por ninguém!

  • Abasteça até o talo em um dos últimos postos paulistas antes da divisa 

O valor do combustível no Rio de Janeiro é muito mais caro que em São Paulo. Para vocês terem uma ideia, se o litro da gasolina em São Paulo estiver R$ 3,50, no Rio estará no mínimo R$ 4,50. Por isso, faça esta parada estratégica no Graal “Alemão” (último posto e que tem um deck bacana) ou em algum posto de sua preferência antes dele.

Combustivel

  •  Abasteça também até o talo antes de chegar a Região dos Lagos, passando a saída de Araruama ou perto de São Gonçalo

Quando estiver efetivamente na Via Lagos, verá muitos postos de combustível e paradas para lanche perto da região de Araruama ou São Gonçalo. Nestas áreas, normalmente, o preço do combustível é bem mais barato. Vale dar uma paradinha por ali e abastecer até o talo também.

Se você não quiser parar e, estiver em direção a Búzios, o posto Shell, perto e do lado oposto da rodoviária, tem um preço razoável também, melhor inclusive que muitos postos na Barra da Tijuca.

Passando agora a fase de atenções e dicas para quem estiver a caminho da Região dos Lagos de carro, vamos a alguns cuidados já por lá:

Praia do Farol (2)

  • Traslados entre as cidades da Região dos Lagos de carro – atenção aos horários

Novamente, e exaustivamente falando, caso você esteja em Búzios e queira ir a Arraial do Cabo de carro ou estiver em Cabo Frio e queira ir a Búzios ou alguma outra combinação, saia de seu hotel ou pousada antes das 8 hs da manhã ou no máximo até às 8:30 hs.

Isso, porque na alta temporada um simples trajeto de 10, 15 kms podem te custar mais de duas horas na estrada. Recomendo sair antes das 8 hs, pois este normalmente é o horário que inicia o café em muitas pousadas de todas as cidades (mas ficarei sem café? Toma rapidinho e voa!).

Transito

Para voltar, tente voltar cedo também, de preferência até umas 14:30 – 15 hs pra evitar o trânsito da volta.

Me lembro desta última vez, que saí do hotel de Búzios por volta de 20:30 horas para evitar o trânsito da saída da cidade, mas não adiantou. Foram 2 horas só pra atravessar toda a avenida. O trânsito da chegada também estava bem complicado. Desta forma, se não voltar cedo, se prepare para ficar horas e horas no trânsito ou programe-se para voltar após às 22 hs.

  • Não recomendo ir a Arraial do Cabo ou Cabo Frio durante a alta estação

Já escrevi um textão sobre a minha decepção com a sujeira e o descaso que está Arraial do Cabo. Pelas informações que tive com colegas do Rio e turistas durante este verão, Cabo Frio não fica muito longe nestes quesitos (confira o texto neste link -> Arraial do Cabo – turismo inconsciente). Dói escrever isso, mas não posso mentir ou enganar vocês, mostrando a beleza, sem mostrar o lixo em volta.

DCIM100GOPRO

Como fui somente durante o alto verão, não posso afirmar que meses como março, novembro são melhores para ir. Também, de acordo com informações de colegas blogueiros e amigos, o cenário melhora, mas ainda se vê bastante descuido.

  • Recomendo ficar em Búzios 

Mesmo com trânsito surreal, cheio de gente, a cultura em Búzios é completamente diferente das suas vizinhas. Por ali, existe uma consciência maior da importância de manter a praia e os lugares limpos e há um nível muito maior de segurança para caminhar pelas ruas durante tarde da noite.

Praia da Azeda

Desta última vez, andei tranquilamente perto da meia noite da Orla Bardot até a Praia de João Fernandes, com minha carteirinha na mão, bem tranquilinha. – Até perguntei aos locais se tinha problema e a resposta foi: Vá sossegada…

  • Faça o passeio de barco a Arraial do Cabo partindo de Búzios

Como eu disse antes, não recomendo ficar nas outras cidades durante a alta estação, mas recomendo fortemente fazer ao menos um passeio de barco partindo de Búzios para conhecer o mar de Arraial do Cabo. É nosso Caribe e não tem como não se apaixonar pelas suas águas.

Barco_Arraial do Cabo

Ah…mas estou em Arraial do Cabo, Gardens! – Se estiver hospedado em Arraial, faça o tour com a Arraial Vip, que não vai colocar um pancadão no barco e tem uma quantidade reduzida de turistas, com frequência bacana.

  • Atente-se para os locais que tem estacionamento rotativo (Zona Sul para os paulistas)

Nas vagas das ruas de Búzios e de Arraial que são perto da praia ou do centro há indicação através de placas de estacionamento rotativo. Ocorre que alguns locais esta informação não está muito clara ou a placa é inexistente, como uma travessa específica da Praia Brava de Búzios.

Quando não há placa, para você saber se está em uma região de estacionamento rotativo tarifado, você tem que olhar na “guia” se ela está pintada de azul. Caso esteja, o estacionamento é rotativo e terá que pagar R$ 3, por hora.

Praia da Ferradura

Pois bem! Ciente disso, fica a dúvida (que muitos paulistas como eu têm!). Onde compra a maledeta cartela de “Zona Azul”? – Bom, vamos lá! Por ali (e em muitos lugares no Rio), o esquema é um pouco diferente. Há uma pessoa responsável por fiscalizar se você pagou ou não o rotativo e lhe fornecer a cartela ou o ticket de acordo com o tempo que você ficará.

Caso este cidadão não esteja na hora que você estacionar, não se preocupe. Ele colocará no vidro do seu carro o ticket e você acerta antes de ir embora. Simples assim! – Só não esqueça de pagar ou ignore a papeleta, pois será multa na certa!

  • Os valores das pousadas e hotéis e alimentação em Búzios e Arraial do Cabo não variam muito

Apesar da percepção de Búzios ser mais caro que Arraial, eu discordo um pouco disso. O preço das pousadas medianas, dos quiosques de praia e dos bons restaurantes tem preços similares.

Hotel

Desta última vez, fiquei em um hotel boutique em Búzios e não pude fazer um comparação real com a pousadinha de Arraial, obviamente. Em 2015, os valores das minhas hospedagens e da alimentação estavam bem pareados e achei que Búzios tem mais opções e melhores quando o assunto é qualidade com preço bom.

  • Aluguéis de guarda sol, cadeiras e outros itens de praia

Ao contrário do que vemos em São Paulo, na cidade do Rio de Janeiro e na Região dos Lagos pelo menos, os comerciantes das barracas costumam cobrar aluguel para que você utilize sua estrutura de guarda sol e cadeiras (em alguns casos é isento se pede uma porção de petisco ou consuma um determinado valor).

Normalmente, o preço para um guarda sol (barraca) mais duas cadeiras em Búzios ou Arraial custam entre R$ 30, e R$ 40 (naqueles dias de pico), dependendo da praia. Já no Rio é muito relativo. Você pode encontrar o kit praia ao custo de R$ 20, ou até R$ 40,.

KitPraia

Por isso, antes de colocar a sua canga, cooler e afins embaixo de uma barraca vazia, pergunte antes quanto sairá a brincadeira. Eu, por exemplo, levo o meu próprio kit praia (guarda sol, cadeira, cooler com o que eu gosto) e só alugo a barraca se e somente se estiver ventando muito e eu perceber que o meu guarda sol voará…rs – Quando você aluga somente um dos itens, o preço cai obviamente e só a barraca pode te custar entre R$ 15, e R$ 20, a diária.

  • Para mulherada: saídas de praia, biquínis e cangas

Qual mulher resiste a uma arara de biquínis, cangas e saídas de praia passando bem na sua frente? Difícil… bom, em Búzios e em Arraial você pode comprar um conjunto bonito de biquíni por R$ 50, uma saída a partir de R$ 35, e cangas entre R$ 25, e 30,. Um achado!

  • Leve dinheiro para a praia, caso consuma nas barracas, compre dos ambulantes etc.

A maioria das barracas e ambulantes ainda não aceitam cartões de débito e crédito. Com isso, a reserva de dinheiro no bolso é essencial para você não ficar arrependido ou passar qualquer perrengue/vontade.

  • Quais praias são mais sossegadas durante a alta estação?

Isso é quase um feito, mas vamos lá!

  1. Em Búzios: a Praia da Ferradura e a Praia do Forno;
  2. Em Cabo Frio: Praia do Foguete e talvez Ilha do Japonês (tem ficado mais cheia);
  3. Em Arraial do Cabo: Difícil, mas As Prainhas é a menos cheia e a mais linda. Antigamente, esta praia era muito tranquila porque a turma ou não a conhecia ou não queria descer os cerca de 250 degraus pra chegar lá ou não queria pagar a tal da “Zona Azul” para estacionar. Hoje, com o tal do taxi boat (R$ 15, o trecho) e a ausência da cobrança do estacionamento rotativo, o cenário é outro..

As Prainhas

  • A água do mar na Região dos Lagos é gelada!

Não é que a água é gelada, é bem gelada! Durante o verão, com aquele sol nos esturricando o coco, nada melhor que um mergulho pra refrescar e acordar.

Praia do Forno

Tem gente que fica com frescura de se jogar no mar e vai entrando aos pouquinhos. Para quem gosta de observar o que acontece na praia é um programão ver aqueles marmanjos “entrando de passinho” no mar (livre de preconceitos, até porque com água morna a mulherada faz drama)…hahahaha!

  • A temperatura é mais amena que a cidade do Rio de Janeiro

Enquanto nas cidades do Rio de Janeiro, Niterói e São Gonçalo os termômetros marcam temperaturas acima dos 40, 41, 42, 43 a seco praticamente…, a Região dos Lagos convidativamente vem com os seus 38, 37, 36, 35 graus e vento, muito vento.

É por isso que muitos buscam Búzios, Arraial ou Cabo Frio para fugir do forno, além de curtir suas belas paisagens.

Praia de Joao Fernandes

Muitos devem pensar: Mas 37, 38 não é quente? Sim, é! Mas quando o assunto é Rio de Janeiro, que o ar condicionado não dá conta, mermão…

  • Qual melhor local para ficar nas cidades da Região dos Lagos?

Posso opinar neste quesito somente para as cidades de Búzios e Arraial do Cabo, pois nunca me hospedei nas demais cidades e não tenho uma fonte segura para afirmar ou indicar.

Em Búzios:

  1. Praia da Armação dos Búzios, se quiser ficar próximo a Rua das Pedras;
  2. Praia de João Fernandes, se quiser ficar sossegado, mas não longe do Centro;
  3. Praia de Geribá, se quiser badalação, azaração e fugir do Centro (se ficar em Geribá e quiser ir para o centro a noite, o trânsito da volta antes das 22 hs é cruel, cruel de ficar mais de duas horas dentro do carro).

Praia de Geribá

Arraial do Cabo:

Praia dos Anjos, o quanto mais afastado do burburinho desta praia, melhor. Ficará  mais sossegado e não corre o risco de ficar sem dormir por conta do barulho das ruas ou de algum pancadão.

Não se hospede no Centro (por causa da bagunça) ou longe dele JAMAIS (porque não tem quase nada próximo)! A vida social em Arraial é muito pequena territorialmente falando pra ter que pegar o carro pra lá e pra cá procurando vaga para estacionar.

Praia Grande também não recomendo pelo trânsito infernal e muvuca que ficam durante a alta estação, além de poucas opções gastronômicas boas na área. Caso seja surfista e queira ficar por lá mesmo assim, procure uma pousada com estacionamento (é mandatório, pois as vagas inexistem durante o verão).

Praia Grande

Aproveite também para provar a culinária do Sol na Cozinha, que é espetacular, com excelente atendimento e fica dentro da Pousada Caminho do Sol. Para ter uma ideia, foi eleito o melhor restaurante de Arraial do Cabo pelo Guia Quatro Rodas e, claro que eu não poderia deixar de provar!

Sol na Cozinha (2)

Bom, são estas as dicas da Região dos Lagos de carro no verão para te livrar de alguns perrengues desnecessários. Se eu lembrar de algo mais depois ajusto ou se vocês acharem que eu esqueci de algo do básico do básico, só comentar que eu incluo no post.

Gostou da dica? Seja mais um leitor parceiro e ajude a gente também! 

Precisa reservar seu hotel ou hostel? Se você reservar sua hospedagem aqui no blog (através deste link do Booking) ou qualquer outro serviço através destes links de comparativo de seguro viagem, chip internacional de celular ou aluguel de carro sem IOF, além de não te custar nada a mais, ajudará na monetização do conteúdo, através de uma pequena comissão que receberemos.

Isto fará com que sejam cobertos, em partes, os custos de manutenção e proporcionará que viajemos cada vez mais, trazendo cada vez mais estas e outras informações bacanas e úteis.

Seja um leitor parceiro! Faça suas reservas aqui pelo blog

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.