Review Krosmaster Arena, o board game para ensinar seu filho a jogar!

Review Krosmaster Arena, o board game para ensinar seu filho a jogar!

Pensando em ter um board game mais complexo, mas que ao mesmo tempo fosse interessante o suficiente para ensinar meu filho Vini a jogá-lo, me dei de aniversário o Krosmaster Arena. A escolha não poderia ter sido mais certeira, já que acabei me surpreendendo positivamente pelo fato de ser um jogo de coleção com regras simples e estratégico ao mesmo tempo.

Para quem joga e está acostumando com a linha de jogos táticos por turnos (Final Fantasy) como X-Com, o próprio Dofus, linha de MMORPG, mangás, animes (francês por sinal de onde o jogo se baseia), vai se sentir em casa, eu garanto!

Por todo este fascínio é que hoje farei o review do Krosmaster Arena para quem ainda está com aquela dúvida se compra ou não compra. Bora?

Fabricante: Ankama distribuido pela Galapágos

Ano: 2016

Jogadores: 2 ou 4 (recomendo 2)

Duração: entre 35 a 45 minutos

Um Jogo de Coleção

Por se tratar de um jogo de coleção, o Krosmaster Arena vem uma caixa básica que acompanha 8 personagens, com opção de compra de caixas com personagens individuais ou combos, além da opção de expansão com novo mapa. Com isso, você assim como eu, vai acabar comprando mais do que a caixa básica, claro…rs

O jogo já está na 3ª Edição aqui no Brasil com uma tradução bem funcional da Galápagos. Já na Europa, está a caminho da 5ª Edição. Caso queira comprar o game ou as edições mais recentes no exterior, não sentirá muita dificuldade em utilizar o jogo, desde que saiba bem a língua da carta. Mesmo que sinta algum estranhamento, a nossa querida internet ajuda com sites que totalizam a coleção e a tradução dos poderes.

Como jogar o Krosmaster Arena?

O jogo é bem simples! Há um tabuleiro com 2 mapas em que você escolhe e monta o seu time. Cada personagem tem 5 características em comum, pontos de movimento, pontos de ação e pontos de vida, iniciativa e valor de poder.

Pontos de movimento – indicam quantos quadrados um personagem pode andar por turno; Pontos de ação – utilizados no decorrer do jogo para recolher uma moeda, dar um ataque ou usar um poder consome certa quantidade destes pontos. Se não consumir todos os pontos de ação, os pontos restantes serão perdidos; Pontos de vida – para quem joga é auto explicativo. Assim que zerar, teu personagem bate as botas; Iniciativa – é quão veloz o seu personagem é. O turno inicia com o personagem de maior iniciativa e encerra com o de menor iniciativa e; Poder – serve como termômetro e impede que o jogo seja desbalanceado. O ideal é que os dois times que estejam se enfrentando tenham no total de peças o mesmo ponto de poder, assim um time pode ter muitos personagens mais fracos ou um time com personagens mais poderosos, mas em menor quantidade.

No seu turno, você inicia como dito acima com o personagem mais rápido e pode mover dentro do limite do personagem, podendo usar habilidade dentro dos pontos disponíveis, mas não necessariamente nessa ordem. Pode recolher uma moeda, andar uma casa, usar um poder, andar outra casa, usar outro poder e terminar movendo mais 2 casas, tudo depende do que seu personagem é capaz. Como disse láaaaa no início, comprei para jogar com meu filho, por isso, nesse ponto eu gosto muito. O Krosmaster Arena é uma versão “atualizada” similar ao xadrez, em que o fato de você poder comprar as caixas ajuda, sendo que o visual bobblehead o deixa mais infantil,  o que pegou o meu pequeno Vini de jeito!

Ele adora jogar esse jogo e, lógico que, quando jogo com ele é diferente do que quando jogo com minha esposa. É um jogo tático, apesar de fofinho. Posicionamento e saber aonde estar, faz diferença, assim como faz diferença, os itens que você adquiri durante a partida e customiza o seu personagem.

Como ponto positivo do Krosmaster Arena destaco que ensina números, lógica e tática para as crianças. O jogo tem dados e, por conta disso, o fator sorte ajuda bastante a deixar o jogo mais intimista para os pequenos, já que geralmente os dados ajudam os mais novos. Tem outra coisa boa apesar da complexidade de ataques, poderes, compra de itens. Tudo é bem explicado por um manual de jogo tipo tutorial animado, em que você joga no manual (algo que não tinha visto antes). Isto, me ajudou muito, já que fiz esse tutorial junto com o Vini, Quando pegamos a primeira vez para jogar, ele entendia o jogo muito melhor que a minha esposa que não tinha prestado atenção.

Por isso, recomendo o Krosmaster Arena para crianças mais espertinhas a partir dos seus 6 a 8 anos e que gostam de jogos táticos (têm que jogar com adultos). Sua simplicidade e vasta opção de ataques ao mesmo tempo são bem divertidos.

Os primeiros jogos podem ser cruéis aos mais inexperientes, mas a curva de aprendizagem é baixa e a compra das miniaturas extras é uma loteria em que você fica muito feliz quando tira um personagem nível 5. Se você tiver filho como eu é tão legal quanto a ter um álbum com a diferença dele ser bem mais útil. Pode ter certeza que seu filho vai curtir muito!

Se você tiver Netflix, aproveite e mostre para teu filho o Wakfu! Agora tenha paciência, pois ele vai ficar pedindo para jogar contigo a todo o momento.

Até mais gente, meu próximo review será de videogame, mas não recomendado aos pequenos

Ricardo

Crédito da foto de capa: krosmaster.com

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)