Por que é importante monitorar o batimento cardíaco e como isso ajuda a perder barriga mais rápido?

Por que é importante monitorar o batimento cardíaco e como isso ajuda a perder barriga mais rápido?

Monitorar o batimento cardíaco era uma prática muito comum no passado, mas que tem cada vez mais caído em desuso. Quantas vezes você não se deparou com pessoas usando aquela famosa faixa preta logo abaixo do peito, dando olhadelas insistentes no relógio? Quantas vezes ou no meio ou ao final das aulas de aeróbio, os professores pediram para medirmos nossa frequência cardíaca?

Nos dias atuais, tenho percebido que as pessoas tem esquecido de acompanhar as batidas do coração. Talvez seja porque ficam satisfeitas com as informações e estatísticas que os relógios e aplicativos de celular fornecem, mas a verdade é que para monitoramento cardíaco não há medição melhor que de um aparelho próprio para esta função.

Os sensores de monitoramento das esteiras ou dos aplicativos, por exemplo, deixam muito a desejar, pois podem apresentar problema de contato a partir de certo tempo ou até estarem desregulados. Por isso, hoje quero explicar e demonstrar para vocês a importância de acompanharmos a frequência cardíaca.

Para quem não sabe, a FC (frequência cardíaca) é o índice que mede o número de contrações do nosso coração, ou seja, o número de vezes que ele bate por minuto. A velocidade do batimento possui uma relação direta com a perda de gordura corporal, seja na barriga ou em outras regiões comuns de gordura localizada.

Mas antes de começar a monitorar sua frequência cardíaca, é importante você saber qual é a sua medida máxima. O ideal é consultar um médico cardiologista e realizar o exame de esforço físico para saber precisamente qual é sua capacidade máxima. Existe uma fórmula alternativa muito simples para calcular tal capacidade máxima que é aplicar a seguinte equação: 220 – sua idade. Se você tem 35 anos, por exemplo, a conta será: 220 menos 35, o que resulta em 185, e esta é a sua frequência cardíaca máxima. Na sequência você calcula os intervalos percentuais, 95%, 90%, 85% até 60%.

De acordo com estudos científicos realizados e já bastante difundidos, para perder peso, você deve, por pelo menos meia hora de exercícios, manter seus batimentos entre 60% e 80%. Quando você vai além dos 80%, além de queimar ainda mais gordura, ainda estará exercitando mais eficazmente o coração.

Ao conhecermos e monitorarmos nosso batimento cardíaco durante a realização das atividades físicas podemos:

  • regular a intensidade do esforço realizado;
  • determinar a zona de treino em que nos encontramos e traçar objetivos para evolução;
  • controlar o nível de recuperação durante os intervalos e após a finalização da sua atividade;
  • focar nosso treino dentro do objetivo: rendimento aeróbio ou perda de gordura?

É importante continuar monitorando o batimento para ver quanto tempo demora para voltar pro normal após o termino dos exercícios. Quanto mais treinado o coração, mais rápida será a recuperação!

Luci, como posso medir minha frequência cardíaca?

Aparelho de monitoramento de batimento cardíaco

Trata-se de um relógio acompanhado por uma cinta com sensores, colocado na altura do peito. Este conjunto que estou na foto acima. Você monitora as informações no visor, e também pelo aplicativo de celular, podendo acompanhar seu desempenho e diversos dados estatísticos (FC média, FC mínima. Calorias, tempo, etc.)

Manualmente pelo punho

Coloque os dedos indicador e médio esticados sobre a parte interna do punho, logo abaixo da base do polegar. Pressione firmemente até sentir a pulsação. Conte os batimentos a cada 10 segundos e multiplique por 6. O resultado é o número de batimentos por minuto.

Manualmente pelo pescoço

Posicione os dedos indicador e médio na parte macia e oca da lateral do pescoço. Pressione firmemente até sentir a pulsação. Conte os batimentos a cada 10 segundos e multiplique por 6. O resultado é o número de batimentos por minuto. Informações retiradas daqui.

Uma vez que sabemos nossa frequência máxima de batimento, podemos monitorar nosso rendimento e planejar nosso treino de acordo com as faixas e nossos objetivos.

Faixas de batimento cardíaco e zona de treino:

– 90 a 100% da FC máxima: representa uma intensidade de esforço que dificilmente conseguimos manter por mais de 30-40 segundos. É aquele que ao final parece que você vai morrer e que o coração vai sair pela boca. Não dá pra falar e respirar!

– 80 a 90% da FC máxima, é bem difícil, mas dá pra aguentar por alguns minutos. A respiração fica bem ofegante e é complicado falar.

– 70 a 80% da sua FC máxima: é conhecida como fat burner” (queima de gordura), pois ao atingirmos 80% da FC máxima, entramos em EPOC, que é o índice que parametriza o gasto de oxigênio pós exercício. Isto quer dizer que quando nos exercitamos em alta intensidade, aceleramos nosso metabolismo que continuará queimando gordura por horas mesmo depois do treino ter acabado. É uma zona relativamente confortável e que você consegue sustentar por mais tempo.

– 60 a 70% da sua FC máxima: Apesar de você já queimar gordura, não necessariamente é o percentual onde emagrecerá mais. Corresponde a um giro leve na bicicleta ou uma corrida leve. É geralmente utilizada para aquecimento ou treinos regenerativos.

– Abaixo de 60% é aquela frequência da caminhada leve e traz poucos benefícios para o condicionamento físico. Manter-se nesta faixa não te ajudará a emagrecer, e acrescentará pouco ao seu condicionamento. Ao terminar, você somente terá mais disposição.

Agora que já sabemos da importância de monitorar nossa FC máxima, fica fácil entender os benefícios dos treinamentos de alta intensidade. Afinal, pensar que o esforço máximo que estamos aplicando naquele instante vai nos ajudar a queimar gordura por horas e horas é maravilhoso, não é?  

Uma forma de potencializar a frequência máxima cardíaca e perder a barriga mais rápido é utilizar as técnicas de TABATA ou HIIT (que eu já contei pra vocês aqui). Essa técnica é perfeita para quem tem pouco tempo, pois em um período de 20 a 30 minutos, realizamos uma série de exercícios de alta intensidade e com poucos intervalos. Pode ser uma corrida intercalada com sprints (tiros), pular corda, movimentos de lutas marciais, spinning, remo entre outros que fará que alcancemos rapidamente nossa FCM.

Me digam se vocês acompanham sua FCM e batimento cardíaco e os que não, se passarão a usar! Fiquei curiosa..

Um bj!

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)