O que fazer e quantos dias ficar em Montevidéu?

O que fazer e quantos dias ficar em Montevidéu?

Seja um leitor parceiro! Faça suas reservas aqui pelo blog

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

A capital uruguaia cada vez mais ganha o coração dos brasileiros e, por isso, não poderia deixar de escrever as minhas dicas sobre o que fazer e quantos dias ficar em Montevidéu?

Apesar de ser a capital de nosso vizinho uruguaio, a cidade, assim como o país, é pequenina e se conhece muito bem em três dias. Pode ficar tranquilo que um feriado, uma final de semana prolongado ou poucos dias dentro de um roteiro pelo país serão mais do que suficientes.

Sinceramente, se estiver em alguma road trip, dois dias programados para Montevidéu são mais do que suficientes! Confesso que, quando me falaram isso, não acreditei muito porque pensei: “Nossa, como assim conhecer uma capital em dois dias?” – Quando estava lá, percebi que estava completamente enganada. Mas vamos parar com o blá blá blá e vamos as dicas do que fazer por lá.

1 – Ciudad Vieja

Como o próprio nome diz é a parte antiga da cidade, que está simbolicamente separada da parte nova de Montevidéu por uma espécie de “grande muro”/portal, chamado de Puerta de la Ciudadela. Por lá estão várias atrações e pontos de interesse da cidade como o Teatro Solis, a Plaza Independencia e seus arredores e o Mercado Del Puerto.

Por se tratar do centro velho e não economicamente desenvolvido, evite ficar na região depois das 17:30 horas. De acordo com os uruguaios e guias de turismo, a região é perigosa e você corre o risco de assalto após este horário, uma vez que, os trabalhadores já foram para as suas casas e sobram substancialmente “personas non gratas”.

Se algum agente ou você mesmo planejar se hospedar em Ciudad Vieja por algum motivo, mude seus planos! Aqui vai o link de um texto sobre a melhor região para se para se hospedar e dica de hotel -> Onde ficar em Montevidéu?

1.1 – Mercado Del Puerto e os demais mercados

Quando a gente pensa em mercado ou mercadão, logo vem a lembrança de um mercado com frutas, verduras, carnes, restaurentes etc etc, certo? Só que em Montevidéu as coisas são diferentes. Por lá, há um mercado para frutas e verduras, outro para peixes, outro para artesanato e até um para o Carnaval.

Visitei todos os mercados e cada um tem suas característica e curiosidades. Vale a visita se tiver tempo, pois quase todos são bem próximos. Entretanto, a maioria dos brazucas vão somente ao Mercado Del Puerto para comer uma parilla uruguaia.

Sinceramente…claro que é o local mais tradicional e turístico para comer parilla, acompanhada de uma Patricia (cerveja uruguaia), mas é bem caro. Por isso, decidimos comer nossa parilla a noite, com menos fumaça, mais badalação e não menos sabor (conclusão inclusive de alguém que morou por anos em Montevidéu) em Pocitos. – Tá certo que o fato de não comer muita carne ajudou, mas mesmo os gaúchos que estavam comigo (e que são enlouquecidos pela espécie), preferiram somente passear no Mercado Del Puerto para que eu pudesse conhecer como era por dentro, tirar algumas fotos e ver o seu espaço de artesanato.

1.2 – Plaza Independencia

A divisa entre Ciudad Vieja e o centro da capital uruguaia é o local certo para perambular e tirar várias fotos, de todos os ângulos. Por lá, estão edificações importantes como a Torre Ejecutiva (atual sede do poder executivo), o Palacio Estévez e o Palacio Salvo, além da grande estátua em homenagem ao grande herói uruguaio José Gervasio Artigas e seu mausoléu subterrâneo.

1.3 – Teatro Solis 

No entorno da Plaza Independencia está o tradicional Teatro Solis, o mais antigo e importante teatro uruguaio. É possível faz o tour guiado em dias e horários específicos em português, inclusive. Confira os horários e valores para se programar -> Schedule Teatro Solis.

Fiz o tour em português, que dura cerca de uma hora, e é bem bacana, pois conta a história do teatro, um pouco da história do país entre outras coisas.

2 – Centro de Montevidéu

Saia da Plaza Independencia e siga rumo a Avenida 18 de Julio. Por ali, se deparará com alguns pontos de interesse e paradas como:

2.1 – A Fonte dos Cadeados

Aos apaixonados, o símbolo do amor eterno fica em uma das esquinas da Avenida 18 de Julio, mas não vai esperando um lugar que é possível ter espaço para fazer todo aquele ritual. Vá na humildade…rs

2.2 – Intendencia, conhecida por nós como Prefeitura

No topo da Intendencia há um mirante em que terá a melhor vista de Montevidéu ever! Ideal para que você veja a cidade, seu desenho e pontos turísticos e de interesse de cima e checar se não deixou de lado algo em sua lista.

Para subir, é necessário retirar o ticket de entrada no Centro de Informações Turísticas localizado em uma pequena construção ao lado direito, bem em frente a entrada principal. É super fácil! Basta pedir a entrada a uma das simpáticas pessoas que ficam por lá a entrada por o “mirador” e se encaminhar ao prédio. Confesso que não há sinalização dentro do prédio da prefeitura para achar o elevador que leva ao mirante, tampouco alguém para te guiar até lá, mas tenha fé! Aproveite para deixar a câmera a postos para tirar foto dentro do elevador panorâmico antes de subir.

2.3 – Outros pontos de interesse

Apesar de achar imperdível de verdade mesmo a visita ao mirante da Intendencia, há outros pontos de interesse que você pode visitar na Avenida 18 de Julio, tais como Palacio de Los Tribunales, Museu de La Moneda, Mercado de Los Artesanatos (é pequenino e não vale a pena tanto assim – prefira fazer isso na Rua Sarandi, Ciudad Vieja), Palacio Píria e por aí vai.

2.4 – Casa de câmbio, lojas e restaurantes

A avenida é puramente comercial, cheia de lojas de todos os tipos, restaurantes e casas de câmbio. No caso desta última, muitos falam que é o melhor lugar para trocar seus reais ou dólares, mas precisa pesquisar bem a cotação. Eu, que estava em um road trip pelo país, troquei por uma taxa mais atrativa no Chuí.

Em relação à lojas e restaurantes, só pare se realmente a loja tiver um preço incrível e se o restaurante for recomendado. Caso contrário, deixe espaço em seu estômago para algum restaurante em Punta Carretas ou Pocitos e seu dinheiro reservado para as fronteiras.

Dica importante: Quem for turistar pela Ciudad Vieja e Centro de Montevidéu, o mais lógico é começar ou terminar a andança no Mercado Del Puerto. Falo isso porque atrações como Teatro Solis, Plaza Independencia, Avenida 18 de Julio são praticamente uma sequência territorial, ficando o Mercado Del Puerto mais distante. Olhe o mapa antes para não perder tempo na logística!

3 – Pocitos

3.1 – Andar pela Orla de Pocitos e aproveitar sua boemia noturna

Pocitos é um dos melhores bairros para se hospedar na capital uruguaia e não é pra menos. De dia, você pode usufruir a orla marítima, a famosa Rambla, andando de bike ou pegando aquele sol de verão, por exemplo.

Além de ser um dos melhores bairros para se hospedar na capital uruguaia, Pocitos também é famoso pelos seus restaurantes de parilla e outros gêneros e sua badalada vida noturna. Confesso que amo Pocitos e nunca serei independente quando falar deste bairro uruguaio…rs

Confira a lista de hotéis para ficar no bairro de Pocitos e perceba que poderá ficar por lá pagando um preço bom na hospedagem.

3.2 – Tirar foto com o letreiro

Não existe ir a Montevidéu e não tirar uma foto sequer do famoso letreiro gigante branco que é um dos símbolos turísticos da cidade. A atração fica na orla de Pocitos, na Rambla República del Perú, 1300 (para colocar no GPS ou simplesmente Letrero Montevideo).

 

4 – Punta Carretas

4.1 – Andar e admirar o Parque Rodó

Coladinho a Pocitos está um dos bairros mais caros da cidade, Punta Carretas. Por lá está o Parque Rodó, o mais popular e mais frequentado parque da capital uruguaia. Fazendo uma analogia, é o Ibirapuera da cidade de Montevidéu.

O bacana do Rodó é que ele tem uma segregação de diversões para adultos e crianças, o que facilita o foco de seus frequentadores, além de possuir importantes estátuas sobre a história do país e o Museu de Artes Visuais. Super arborizado e extenso, reserve uma manhã ou uma tarde para se perder por alguns pedaços dele e tirar belas fotos de recordação. Se for no inverno, como eu fui, vá bem agasalhado porque venta muito, de verdade.

4.2 – Gastronomia e compras

Se tem um bairro que podemos chamar de chique em Montevidéu, este é Punta Carretas. Famoso pelo seu shopping cheio de lojas de grife, a região também oferece um extenso cardápio de bons e caros restaurantes, mas que valem cada centavo, como é o caso do La Perdiz.

5 – Las Ramblas

Passear pela costa litorânea da cidade, admirando o Rio de la Plata (ou Rio da Prata) seja de bike ou de carro é algo que deve ser feito quando na capital uruguaia. Recomendo fortemente perambular pelos principais pontos de bike para poder ter a liberdade de parar e fotografar ou dar uma pausa em pontos que achar interessante. Las Ramblas não ficam em um bairro específico e, sim, ao longo de parte da cidade. Para mim, a parte mais bonito fica entre Pocitos e Punta Carretas.

Las Ramblas também serve de uma excelente rota de “salvação”, caso esteja perdido na cidade. Basta descer até a direção do rio (ou do mar), onde ficam que será mais fácil de se achar, caso não esteja com GPS ou algo do gênero.

6 – Palacio Legislativo (ou Palácio Legislativo) 

Sede oficial do Senado e da Câmara dos Deputados e com uma belíssima arquitetura tanto interna quanto externa, o Palácio Legislativo é outra atração uruguaia que não pode faltar na sua listinha de lugares para conhecer em Montevidéu.

A boa notícia para os brasileiros é que tem um tour guiado pelo prédio em português que é feito na parte da tarde. Somente confira a informação antes de ir para ver se não houve mudança no horário. Quando fui, o tour aconteceu a tarde e durou um pouco mais de uma hora. Fiquei babando na arquitetura e recomendo!

Detalhe da belíssima biblioteca

7 – Estadio Centenario (ou Estádio Centenário)

Se gosta de futebol, aproveite o dia que for ao Palácio Legislativo e dê um pulo no tradicional Estádio Centenário. Por lá, encontrará o Museo del Fútbol (Museu do Futebol), que traz toda a história e tradição do futebol uruguaio. Você sabia que a primeira Copa do Mundo aconteceu nele em 1930?

Se quiser conhecer mais o estádio e a história do futebol, é possível fazer um tour guiado pelo estádio em excursão. Se informe antes de ir, caso tenha interesse.

8 – Hotel Casino Carrasco

Certamente um dos mais luxuosos e tradicionais pontos da cidade. Imponente por fora e deslumbrante por dentro, o Hotel Carrasco fará seus olhos brilharem de tanta sofisticação. Confira os valores de diária -> Sofitel Carrasco.

No subsolo, encontra-se o Casino Carrasco, que não é tão glamouroso, mas traz consigo as marcas de sua tradição do passado. Lembrando: não tire fotos por lá, pois estará dentro de um cassino, ok?

9 – Por do sol

Quando no Uruguai é quase mandatório procurar o local em que o sol se põe. Por isso, em seus dias por Montevidéu, organiza-se para ver ao menos um dia este espetáculo. Vai na minha!

Bom, acho que é isso! Parece muita coisa, mas muita coisa é próxima. A grande sacada será se programar geograficamente antes para não perder tempo com questões logísticas. Se planeja alugar um carro por lá, confira a lista com diversas opções de locadoras que você pode parcelar e não pagar IOF e cuidado com os uruguaios, eles são malucos na direção.

Importante você ler este meu texto com dicas para dirigir no Uruguai antes de colocar a mão no volante.

Quer fazer um bate até Punta Del Leste ou chegará no Uruguai de carro, vindo do Brasil? Aproveita e leia também estes textos, que te ajudarão a planejar melhor sua rota:

O que fazer em Punta Del Este? Roteiro de um dia pelo balneário

Roteiro de carro pelo Uruguai partindo de Porto Alegre

Demais textos do Uruguai no blog -> naopiradesopila.com/uruguai

No mais, aproveitem este país incrível, de gente boníssima e gastronomia ímpar!

Gostou das dicas? Seja um leitor parceiro você também!  

Precisa reservar seu hotel? Se você reservar sua hospedagem aqui no blog (através deste link do Booking) ou qualquer outro serviço através destes links de comparativo de seguro viagem, chip internacional de celular ou aluguel de carro sem IOF, além de não te custar nada a mais, ajudará na monetização do conteúdo, através de uma pequena comissão que receberemos.

Isto fará com que sejam cobertos, em partes, os custos de manutenção e proporcionará que viajemos cada vez mais, trazendo cada vez mais estas e outras informações bacanas e úteis.

Seja um leitor parceiro! Faça suas reservas aqui pelo blog

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.