Teresópolis – o que fazer, onde ficar e comer?
15/06/2017 7 comentários

Teresópolis – o que fazer, onde ficar e comer?

Teresópolis ou simplesmente Terê, para os íntimos, foi recentemente me apresentada através de um delicioso Encontro de Viajantes, promovido pelo Fábio Lima do site INTRIP e da recém inaugurada agência de experiências The Exp.

O encontro, em formato de press trip, fez com que tivesse diversos tipos de experiência com uma turma de blogueiros de viagem pra lá de querida e animada. Mas…vamos ao que interessa porque no final das contas pra vocês o que interessa é: o que fazer, onde ficar e comer em Teresópolis? rs

O que fazer?

Terê faz parte da região serrana do Rio de Janeiro e está aproximadamente a uma hora e meia da capital. Com isso, muitos cariocas sobem a serra para passar o final de semana e aproveitar o que de melhor tem a oferecer a região. Entre as atrações, estão alguns pontos em Teresópolis ou próximo de lá que valem a visita.

Mirante do Soberbo

Logo no trevo, perto da entrada da cidade de Teresópolis, está o Mirante do Soberbo. De lá, é possível avistar o Dedo de Deus com seus 1.692 metros de altitude, que é considerado um marco no montanhismo brasileiro. A sua importância é retratada inclusive na bandeira do estado do Rio de Janeiro.

Do mirante também é possível avistar a Baía de Guanabara e outros pontos da Serra dos Órgãos em um dia de céu limpo ensolarado. Ou seja, a parada é obrigatória assim que chegar a região serrana. A poucos passos dali, encontra-se a estátua da Imperatriz Tereza Cristina, que deu origem ao nome Teresópolis, mas que é pouco fotografada ou olhada de perto. Também, não é para menos, com um vista desta bem a frente.

Há uma longa discussão se pertence a Teresópolis ou Guapimirim o Dedo de Deus, mas não entrarei no mérito. Pra mim, o que importa é a beleza da natureza!

Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Fundado em 1939 e com uma área de 20 mil hectares, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (PARNASO) transita pelos municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim, sendo o terceiro parque nacional mais antigo do país e ficando atrás somente do PARNA Itatiaia e do PARNA Iguaçu.

O PARNASO oferece aos seus visitantes uma série de atividades de lazer que vão desde piscinas naturais, poços, cachoeiras a opções de trilhas, camping, abrigos de montanha e até espaços para piquenique. Claro que tudo com aquele visual pra ficar em nossas memórias de viagem.

Tive a oportunidade de conhecer uma pequena parte do parque e passar algum tempo no Poço Dois Irmãos e este flavour já me deixou com vontade de voltar em breve durante algum final de semana de verão.

Museu Sobrado José Francisco Lippi

A recepção da Dona Regina e do Sr. Lippi transformam instantaneamente a visita em amor à primeira vista! Estar com eles mesmo que por pouco tempo proporciona além de risadas e histórias garantidas, o sentimento de pensar em nossas raízes e no que levamos desta vida.

O antigo sobrado situado a beira da estrada Teresópolis – Friburgo abriga não somente recordações da família Lippi do final do século XIX, mas também uma parte importante da história da cidade de Teresópolis, contada em fotos e objetos antigos e restaurados. O acervo é grande e conta com centenas de peças mantidas e cuidadas com muito zelo pelo simpático casal.

Destaque para a coleção de relógios de bolso, máscaras de Veneza e para o telefone que ainda funciona (fizemos o teste!) em perfeito estado.

Comary e Granja Comary

Claro que quando em Teresópolis aquela espiadinha na Granja Comary para ver onde a seleção brasileira de futebol treina é também parada obrigatória.

O local faz parte do bairro de Comary, um dos mais nobres da cidade e que tem um lago com uma vista espetacular e patinhos bem simpáticos!

Feirinha do Alto

Não tivemos tempo de ir, mas fica aqui a dica para aquelas (es) que adoram uma “lujinha”, uma lembrancinha de tudo quanto é canto que vai. De acordo com os guias, a feirinha tem uma boa variedade e preços pra lá de convidativos.

Onde comer?

Recentemente fiz um post com sugestão de roteiro gastronômico em Teresópolis que é de dar água na boca. O link com maiores detalhes e informações é este daqui -> Roteiro gastronômico, entretanto, não poderia deixar de mencionar os restaurantes por aqui também.

Don Phillipe Trattoria

 Varietá

Paradise Garage

Rota Cervejeira 

Uma vez na serra e em Teresópolis é praticamente um sacrilégio não tomar ao menos uma cerveja artesanal. A boa notícia para os amantes de uma boa breja como eu é que a cidade oferece além do tour cervejeiro, a disponibilidade de ter vários rótulos das cervejas artesanais da região em bares e restaurantes. Provem e façam o tour que não irão se arrepender!

Crédito da foto: Cerveja Therezópolis

Onde ficar?

Se quer conforto, natureza e tranquilidade, a Pousada Terê Parque será o seu lugar em Teresópolis. Publiquei recentemente um texto com o review da hospedagem que você pode ler neste link daqui -> Review – Terê Parque.

Como chegar a Teresópolis?

Você pode subir a serra de carro ou optar por vir de ônibus com a viação Teresópolis como fizemos. O ônibus é bem confortável, possui ar, toilette e a viagem é super tranquila.

Guia e agência em Teresópolis

Fomos recepcionados pelo queridíssimo Henrique (hvs@hotmail.com), guia que conhece a cidade de ponta a ponta. Além dele, a The Exp também oferece roteiros personalizados não somente em Teresópolis, mas também em várias partes do Rio de Janeiro.

Encontro Intrip

Organização: Fábio Lima (INTRIPConvidados: Diana Schrock (Histórias da Di), Cris Stilben (Cris Pelo
Mundo
), Rafael Miranda(Para Viagem), Zelinda Aêreas (Em Cantos Fotográficos), Denise Tonin (Viajante Solo), Gabi Pizzato (Devaneios de Biela), Roberta Martins (Territórios), Gardenia Rogatto (Gardens) (Não Pira, desopila), Carol Moreno (MochilãoTrips),Mauricio Oliveira(Trilhas & Aventuras), Fabio Pastorello (ViagensCine), Lily e Julio (Apaixonados por Viagens), Naira e Eduardo (Embarque naViagem),Dhebora e Rafael (Carioca Sem Fronteiras),Thais Costa (Viagem em cena) e Gilson Fumaça (FavelaScene).

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)