10 praias do litoral de São Paulo para se apaixonar!

10 praias do litoral de São Paulo para se apaixonar!

Não é segredo pra ninguém que sou uma apaixonada por praia e, que sempre que posso dou aquela escapada para ver o mar. Por conta disso, muita gente me pede dica de lugares e praias, mas acabo sempre falando por aqui das belezuras mundo afora e nunca das que estão por perto e que mais frequento no litoral de São Paulo.

E por que nunca falei das minhas queridinhas? Sei lá, achava que não interessava muito. Bom, pra não continuar levando bronca (rs), fiz uma seleção de 10 praias do litoral de São Paulo para se apaixonar! – Aproveito pra deixar claro que são as minhas preferidas e que podem não bater com as suas, ok?

A ordem das praias segue uma lógica geográfica do sul para norte e não a ordem de preferência. Agora, sem mais trololó:

Praia do Tombo, Guarujá (litoral sul)

Meu quintal de casa e conhecida como meu refúgio nos dias de sol, a Praia do Tombo fica no Guarujá é tem um público bem diferente das praias da Enseada, Pitangueiras e Astúrias. Por aqui, a grande maioria de seus frequentadores são surfistas pelas boas ondas, famílias que têm apartamento nas redondezas e a turma mais jovem e descolada que quer ficar em uma praia mais sossegada, mesmo quando lotada.

Praia do Sorocotuba, Guarujá (litoral sul)

Sorocotuba é depois da Praia de Pernambuco e fica na mesma estrada de entrada da Praia do Éden. Ela pertence na teoria ao condomínio Sorocotuba e, por conta disso leva este nome. Falo que pertence na teoria porque para ir a praia, você tem que passar pela portaria e estacionar na parte alta do condomínio. Para ter acesso a praia, caso não seja condômino, terá que descer mais de 100 degraus até a areia, mas vale super a pena! – Caso seja condômino, tem um jipe que faz o transfer do topo até a praia (eles não levam quem é apenas visitante, não insista!).

Na Praia do Sorocotuba não tem infraestrutura de cadeiras, guarda sol etc para visitantes. Verás um monte deles nas areias, mas nem pense em sentar porque te tirarão assim que perceberem…rs (exclusivo para os condôminos)

Iporanga e São Pedro, Guarujá (litoral sul)

Já na estrada que vai a Bertioga e, passando bem pela Praia de Pernambuco (que também é belíssima, mas normalmente muito cheia) e pela Praia do Sorocotuba, percorra mais alguns kms e passará pela entrada de vários condomínios fechados. Em duas destas entradas estão São Pedro e Iporanga, respectivamente. Não pense você que é só chegar, dar “Oi” na portaria e pegar o seu lugar na areia. Não é bem assim, meu camarada! Para ter acesso a tais praias, tem que se registrar e registrar o carro na portaria, podendo entrar somente se tiver vaga dentro do número de carros de visitantes permitido.

Caso o número limite de carros já tenha sido atingido, você entrará em uma fila de espera. Nestes casos, só entra outro carro quando sai alguém de lá. Resumindo: chegar muito cedo é essencial pra não passar perrengue, principalmente, durante o verão e feriados. – Aqui não será necessário subir e descer tantos degraus como Sorocotuba, mas também tem que levar cadeira, guarda sol, cooler etc. Eles possuem um super infra para visitante de toilette, chuveiro e estacionamento que a gente até se sente um dos milionários que tem casa por lá…rs

Barra do Sahy, São Sebastião (litoral norte)

Meu xodó em São Sebastião por ter uma pegada de arte por todos os cantos, um movimento vivo de preservação da natureza e por ter um por do sol incrível! Andar por aquelas paredes todas grafitadas até chegar na praia com aquele visu é priceless!

Além disso, a praia é muito menos cheia que as demais de São Sebastião, principalmente, na parte que não tem nenhuma barraquinha próxima. Sempre levo a minha cadeira, guarda sol e cooler e fico sussa em um canto da Barra do Sahy.

Praia da Baleia, São Sebastião (litoral norte)

Bem, mas bem pertinho da Barra do Sahy está a Praia da Baleia. Ela não é tão bela quanto as demais praias da seleção de São Sebastião, mas é uma praia flat, com bons ambiente, frequência e simpatia. Ideal para quem vai com crianças pequenas e quer brincar sem ter que se preocupar com uma multidão, ondas fortes e afins.

Praia de Santiago, São Sebastião (litoral norte)

Fui conhecer a Praia de Santiago bem no dia que vi o seu por do sol. Aí, meu amigo, foi paixão a primeira vista! Além de ter uma boa faixa de areia e águas calmas não é uma praia muito, muito cheia, o que te dá liberdade. A única coisa ruim de Santiago é estacionamento. Tem um logo no pé da praia (na verdade é um camping…rs), mas os caras cobram um valor surreal! Fora isso, é tentar sorte nas ruazinhas se for no alto verão.

Paúba, São Sebastião (litoral norte)

A badalada e pequenina Paúba encanta pelo seu entorno e seu verde. As barracas de praia tem atendimento bem simpático e o público é formado por aquela galera bonita e de bem com a vida! Aqui, estacionamento próximo a praia também pode ser um problema, mas não deixe de conhecê-la.

Ilha Bela? (litoral norte)

Tem muita praia linda em Ilha Bela, mas como os borrachudos me perseguem, não consigo ficar o tempo que gostaria por lá…rs – Toda vez tomo complexo B com antecedência, levo quilos de repelente, mas mesmo assim os maledetos me picam. Sabe aquela picada dolorida pra você não esquecer? É bem assim!

Uma pena, pois por conta disso as praias da ilha não entram na minha seleção de queridinhas. Agora, caso não tenham toda esta perseguição com os borrachudos, vá e se encante com a Ilha Bela e sua boa gastronomia. – Não me xinguem, eu amo a ilha, mas tenho que ser sincera (como sempre) com os meus leitores.

Praia do Félix, Ubatuba (litoral norte)

O Félix é uma daquelas praias para surfistas de um lado (esquerdo) e banhistas do outro (direito) que não tem como se apaixonar a primeira vista! Por ter ficado ainda mais famosa nos últimos anos por conta de atender as duas demandas e, ainda ser belíssima, pode ser que você não consiga estacionar seu carro em um final de semana ensolarado de verão. Aconteceu comigo, fiquei brava e fui para Prumirim…rs

Praia do Prumirim, Ubatuba (litoral norte)

Já batendo quase na trave da divisa de São Paulo com o Rio de Janeiro, a Praia do Prumirim é meu xodó em Ubatuba, não somente pela beleza da praia, mas também pela paz e infraestrutura que hoje possui. De lá, é possível ir até a Ilha do Prumirim e barco ou ficar de boa, só curtindo o clima, a gastronomia e boa infra do Jundú Praia Bar.

Há outras praias que não inclui na lista por conta de acesso por trilha, perrengue e afins! Será que a minha seleção é muito diferente da sua?  Me conta depois, quem sabe não tenha um paraíso que ainda não conheça nesta região 😉

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)