O que entra no meu carrinho de compras no supermercado?

O que entra no meu carrinho de compras no supermercado?

O que entra no meu carrinho de compras no supermercado

Hoje resolvi dividir com vocês o que entra no meu carrinho de compras no supermercado. Aqui em casa, temos o costume de fazer compras semanais para termos tudo fresquinho ao mesmo tempo e evitarmos desperdício. Quem acompanha o blog, sabe que adoto uma alimentação cuja base é muito simples: comida de verdade. Mas o que eu quero dizer com isso no fundo é quanto menos industrializados, melhor!

Pra quem tem dúvidas, quando eu digo comida de verdade, estou me referindo aos alimentos naturais, aqueles retirados da natureza e que não passam por nenhum processamento ou modificação, tais como, frutas e verduras. Já os alimentos industrializados, são aqueles que passaram por algum tipo de processamento industrial, foram adicionados outros produtos a sua composição (corantes e conservantes, por exemplo) e, assim possam ser armazenados por mais tempo. Há ainda os alimentos que chegam a passar por algum tipo de processo, porém menos prejudiciais, como o leite, queijo, a aveia em flocos, a azeitona em conserva etc.

Ao contrário do que muita gente pensa, quando incorporamos comida de verdade no nosso dia a dia, isso não significa falta de praticidade e muito menos requer que sejamos o rei ou a rainha na cozinha. Quem me conhece sabe que apesar de gostar de cozinhar, no dia a dia eu não tenho tempo. Chego em casa super tarde, como contei aqui e, geralmente termino meu treino às 22 hs.

Apesar do horário, preciso garantir uma refeição adequada, já que o meu jantar é também o meu pós treino. Então meu povo, vamos deixar essa desculpa de lado, afinal não é nenhum pouco complicado cozinhar uma batata e grelhar um franguinho, né? Basta ter os ingredientes que em 10 minutos, tá no prato!

Foto: pinterest / vidadecasada.com

Bom, então o que não pode faltar  na minha dispensa? Pra facilitar vou dividir por grupos:

Proteínas

– file mignon, carne moída magra e músculo;
– filés de peito de frango (melhor se forem orgânicos da Korin);
– frango desfiado VAAP (só vem com sal);
– atum, filé de pescada ou salmão;
– ovos (melhor se forem caipiras);
– claras pasteurizadas;
– cogumelos (shimeji, shitake, porto belo)

Lácteos

– queijo branco e queijo cottage;
– leite fresco integral (para o kefir e pro marido);
– iogurtes naturais (viciada no Yorgus e no Moo, super proteicos e com zero química)

Frutas

– mamão papaya (pro café da manhã);
– morangos (só se forem orgânicos, senão substituo por kiwi);
– banana nanica (meu pré treino ultimamente, com aveia e pasta de amendoim);
– limão (um por dia pra garantir a vit C e equilibrar a acidez);
– maracujá;
– maça (one apple a day, keeps the doctor away);
– mirtilo e framboesa congelados (consumo liberado – calorias ridículas e muitos antioxidantes!)

Gorduras

– coco fresco (já compro cortado);
– pasta de amendoim;
– oleaginosas (nozes, castanhas, macadâmia, castanhas de caju ou de baru, amêndoas, amendoim (torrado ou in natura, sem sal);
– semente de girassol e de abóbora;
– abacate (tenho estoque no congelador, só descascar, cortar em pedaços e passar no filme plástico);
– óleo de coco e azeite extra virgem;
– manteiga sem sal

Legumes e verduras

– abobrinha (sou apaixonada! cheia de fibras e baixo carbo);
– brócolis (como até cru, de lanche);
– couve flor;
– batata doce (não pode faltar!);
– cebola e alho (meus temperos básicos);
– abóbora (baixíssimo carbo e muito sabor);
– tomate (por ser campeão de agrotóxicos, só compro orgânico);
– folhas variadas (amo alface crespa e rúcula);
– berinjela (ajuda no controle do colesterol)

Outros

– gengibre (para o meu um litro de chá diário);
– cacau 100%;
– chocolate 85% (um quadradinho por dia porque sou gente, né?);
– tapioca;
– chás em folha ou flor (hibisco, hortelã, anis);
– stevia 100%;
– temperos em pó como canela, cúrcuma, orégano, pimenta branca, preta, sal rosa;
– farinhas de trigo integral, de arroz, de grão de bico, de linhaça e de banana verde;
– geleia sem açúcar 100% fruta (as de embalagem alta da Queensberry ou St. Dalfour);
– paçoca ou goiabada (os únicos doces que entram em casa…rs)

Grãos e cereais

– grão de bico e feijão branco (pra fazer saladas frias, amo!);
– chia, linhaça, quinoa em grão e em flocos;
– aveia (integral, em flocos e farinha);
– arroz integral, arroz vermelho, ou arroz negro (tem mais nutrientes e é mais proteico que o branco);
– ervilha seca;
– granola (quando não faço em casa – lembram como é fácil?)

 Enlatados

– milho verde;
– atum e sardinha;
– palmito;
– azeitonas;
– seleta de legumes

(*) Importante verificar nos ingredientes se a conserva é só com água e sal!

Bebidas

– água de coco;
– suco de uva integral;
– leite de arroz e coco;
– leite fresco tipo A

Lembrando novamente da individualidade. Essa é a lista que funciona pra mim (e pro marido), que atende não só nossas necessidades nutricionais, mas também se adequa as minhas possibilidades na cozinha e na nossa rotina!

Foto: http://tek.sapo.pt

Que tal usar como referência para uma lista sem industrializados e muito mais saudável?

Créditos da foto de capa: imv10news.com.br

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)