Está na moda não ter regras na moda!

Está na moda não ter regras na moda!

Eu recebo sempre muitas perguntas do tipo “gordinha pode com listras horizontais?”, “e baixinha de pantcourt?”, “preciso usar salto?”, “brilho só de noite?”, “vestido longo com tênis?” e por aí vai. Por conta disso, contarei aqui que a maior tendência dos últimos tempos no mundo fashion é: está na moda não ter regras na moda!!

Não quero criar polêmica, mas a verdade é que tenho visto muito nas mídias sociais algumas fórmulas prontas do que pode ou não pode na moda quando na verdade, o foco deveria ser em: estar bem, se sentir bem, saber se valorizar com seu estilo, imagem e adequação.

Fonte: Arquivo pessoal Fran Galvão

Claro que tais regras otimizam o trabalho e transformam o ato de se vestir em algo mais prático, mas tanta praticidade não cabe em seres tão complexos como nós, não é mesmo?!?! Desta forma, tais regras podem até ajudar em alguns momentos, mas a verdade é que criam uma “camisa de força” sobre o conceito daquilo que nos cai bem.

Ah esse tal de “me cai bem”!!!! Ele requer um grau elevado de consciência de quem se é, passando pela aceitação do próprio corpo e da imagem que quer transmitir. Como diz Lars Svendsen ” A moda afeta a atitude da maioria das pessoas em relação a si mesmas e aos outros.”

Fonte: Internet

Traduzindo, a maneira como nos apresentamos visualmente afeta a imagem que o outro faz de nós. E aqui, não se trata de um julgamento intencional, errado ou maldoso, mas sim de uma atitude natural, que faz parte do nosso instinto. Como já falei em outros textos, somos seres visuais e esse julgamento acaba sendo uma leitura do outro, fazendo com que seja fundamental optarmos por algo que realmente nos traduza, e que tornará nossa comunicação com o mundo mais clara e fácil.

Mas e a moda nisso tudo?

Bem, ela tem que ser usada a nosso favor! E vamos combinar que a moda diz algo em determinado período e depois nega tudo. E sabe por quê? Simplesmente porque alguém teve a coragem de desafiá-la com personalidade suficiente para bancar esse desafio. Por isso, vemos algo tão cíclico nas ofertas das vitrines.

Ah e não confunda essas regras com dress code, ok? Ele, não verdade traz os códigos das vestimentas que precisamos prestarmos atenção, como já falei pra vocês AQUI.

E você ? Como encara essas regras?

Meu conselho: vista o que combina com você e te faça se sentir bem. Ninguém vai duvidar que essa é a tendência ideal pra você!

Um beijo e até,

Santè!!

Fran Galvão

@fran.galvao

Crédito foto de capa: Internet

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)