PC ou notebook? Mobilidade ou potência?

PC ou notebook? Mobilidade ou potência?

Para os gamers e nerds de plantão, preparem-se! O post de hoje é super ultra nerd e abordará uma dúvida que muitos tem na hora de escolher entre PC ou notebook. O que será que ganha: a mobilidade ou a potência?

Claro que para quem joga, um videogame é muito mais prático para este objetivo, mas o PC tem suas vantagens, principalmente, em quesito gráfico, além da facilidade e preço serem diferenciais brutais. Aqui no Brasil, por exemplo, o Xbox One X custa R$ 3.519,99 na nossa amiga Americanas.com . Por isso, neste texto faremos um comparativo entre com dois devices similares no conceito. Será que sabe qual é a melhor escolha pra você em qualquer ocasião? Será melhor o PC ou o notebook?

Bom, a primeira regra é: energia gera calor e calor influência no desempenho dos componentes, portanto, basicamente antes de falarmos mais a fundo listarei alguns pontos:

Laptop, notebook e afins

Vantagens: 

imagem por: msi.com

imagem por: msi.com

  • Mobilidade;
  • Praticidade;
  • Grande variedade de opções

Desvantagens:

  • Bateria;
  • Tamanho do monitor;
  • Relação de custo

 

 

Desktops

Vantagens:

Imagem por: pcadviser.com.uk

Imagem por: pcadviser.com.uk

  • Customização;
  • Upgrades de fácil acesso;
  • Relação de desempenho

Desvantagens:

  • Imobilidade;
  • necessidade de periféricos;
  • consumo de energia

 

PC ou notebook? Entendendo de forma descontraída:

O notebook é compacto e isso influência em calor que influência no desempenho. Além disso, o design do notebook é mais travado e poucos os montam como se monta um PC. A vantagem é que temos excelentes companhias oferecendo laptops de todas as gamas de desempenho para todos os bolsos.

A maior vantagem do desktop é a gigantesca opção de customização e neste momento me refiro ao PC, Mac não conta, já que uma peça estilo Bauhaus custa 3x mais que um PC equivalente, valendo tudo isso somente para se gabar por conta de uma maçã mordida e iluminada por LED, ou seja, é mais uma peça de decoração para quem tem $$$ para gastar (isso vale para o Macbook também).

A maior vantagem do PC é a sua maior desvantagem. Um notebook tem teclado, mouse e monitor tudo junto, já um PC é todo customizado. O teclado, por exemplo, pode variar entre 15 e 700 reais, o mesmo vale para os outros itens. Por sinal, vai aqui a primeira dor de morar no Brasil. Tudo é extremamente caro por conta das taxas que o Mateus vive explicando… – Com isso, a customização de um desktop pode ser bem simples num custo semelhante ou até inferior a um notebook, mas pode chegar a custos superiores a R$ 30 mil em desktops se for usado com fins de computação gráfica e edição e vídeo.

Temos um outro fator que conta hoje em dia para colocar o custo do PC lá no alto: a mineração do bitcoin. Minerar bitcoin é um investimento tão levado a sério que o custo de peças para customizar o PC subiu vertiginosamente nos EUA e Europa, refletindo obviamente nos preços aplicados aqui no Brasil, ainda que grande parte das peças venham do Paraguai.

Outra grande vantagem do PC frente ao notebook é a torre. Claro que temos PCs customizados em caixinhas mínimas, muito bonitos. Nestes casos, o desempenho se equivale a um notebook, já que, por sinal, muitas peças tem origem de notebook para caber nos tamanhos reduzidos.

Uma torre ATX grande, por exemplo, consegue trabalhar com diversas formas de dissipação de calor, seja por radiador (via coolant gel), seja com enormes coolers e ventoinhas. Você consegue inclusive controladores de temperatura e das velocidades dos coolers e ventoinhas de modo a melhorar ainda mais o desempenho. Isso tudo vem com um preço tanto no custo das peças quanto no consumo e um PC nervosinho consome mais Watts do que um notebook. Em compensação, se o seu objetivo é trabalhar na praia, levar o PC por aí em viagens e até mesmo não se importar em executar programas e jogos mais lentamente e com uma qualidade gráfica menor, o notebook é extremamente portátil e por isso já é uma vantagem.

PC ou notebook? Vamos por as cartas na mesa e falar sobre algumas lendas da informática

Notebook é mais caro que um PC equivalente, isso é meia verdade.

Depende da marca e das peças inclusas. Um I5 de 8. geração está em média R$2.400,. Um desktop básico com o mesmo I5 está R$1.700,. Já um desktop “mais forte” está acima dos R$5.000,. O preço só é equivalente se você comparar marcas mais básicas e os internos oferecidos.

Um  PC montado é inferior a um PC de “marca”, mentira.

O vendedor da loja pode dar todo o tipo de desculpa entre elas que o PC montado pega vírus, que os programas são falsificados etc. A realidade é que montar um PC exige de um complexo entendimento sobre arquitetura de hardware e suas peças, além da compatibilidade entre os fabricantes. É algo tão complexo que exige estudo e pesquisa, mas garanto que não é tão complexo quanto as teorias de Stephen Hawking. Se você entender a lógica é bem simples o problema é que peças de classe superior e desempenho acima da média podem fazer um PC saltar para o preço de um carro popular.

O PC desvaloriza mais rápido e precisa de upgrade antes que eu troque um notebook, mentira.

A taxa de desatualização é a mesma, aproximadamente 6 meses para uma peça topo de mercado. Por isso, a relação em gastar muito em um computador pode ser frustrante, contudo, a média de “durabilidade” de um PC acima da média consegue chegar a 7 anos. Como me referi acima, com alguns upgrades bem realizados, você consegue ir atualizando o seu PC aos poucos.

PC pega mais vírus que notebook comprado, isso é meia verdade.

O volume de venda de desktops montados é muito maior que os comprados de marca. Conte isso com anos de política de preço abusivas nos softwares, quem fizeram a disseminação da pirataria; Por isso, o povo fã de Mac diz que ele é superior.

O Windows, que é o principal sistema operacional dos PCs, era exorbitantemente caro e o que mais existia nas décadas passadas eram as “barraquinhas” oferecendo softwares piratas a preços de banana. O sistema operacional é um cérebro e, para que seja pirateado, necessita enganar o cérebro, de modo que este “não se dê conta que é falsificado”. Para isso, linhas de programação são inseridas dentro de suas funções básicas. Ter seu cérebro alterado na sua base não parece uma boa ideia, né?! No PC, essas linhas de programação podem abrir portas para que seja explorado, já no notebook, que vem de fábrica com tudo original, sem a presença dessas linhas que destravam o sistema operacional, o deixa “mais protegido”.

O uso de softwares piratas danifica o computador, verdade.

Assim como explicado acima, um sistema operacional legal pode ser prejudicado por conta de outro programa pirata. Eles podem abrir backdoors (caminhos seguros e indetectáveis de conexão com o PC) e você pode estar fazendo data mining de bitcoin ou sendo um laranja em um ataque pirata sem saber. Isso pode vir a danificar o seu PC. Um PC com vírus pode ter suas configurações mais básicas alteradas, mexer na velocidade das ventoinhas, sendo que um overclock (funcionamento no máximo do processador) sem as devidas precauções podem levar a um excesso de calor nada benéfico a seus componentes.

Agora que já sabe as principais características e vantagens entre optar por um notebook e um desktop, vou te dar duas dicas para superar as principais desvantagens:

Notebook: como disse, a geração de calor é o principal problema do notebook. Ele destrói a bateria, atrapalha na performance e pode comprometer seus dados se afetar o HD. Como solucionar o problema? Ar Condicionado! Se você estiver na rua, temos soluções para todos os bolsos na forma de Cooling Pads, plataformas com coolers que refrigeram o PC, sendo ideal saquelas que tem montagem em alumínio. É um investimento que deve ser considerado, principalmente, se o seu notebook custou mais de R$3.000,. Pagar R$ 300, num cooling pad de boa marca como os da Cooler Master, é uma boa forma de manter o seu patrimônio protegido. Outra forma é o bom senso. Se você está navegando e o case onde você apoia as mãos para digitar está quente, o suficiente para vc pensar num sanduíche é sinal que você precisa dar um break no trabalho e deixar o seu PC respirar um pouquinho, ainda mais nessas terras tropicais.

PC: Se você quer um desktop tão móvel quanto um notebook, esqueça. Contudo, podemos ajudar você a deixar ele menos travado. Opcionais sem fio, como teclados e mouses facilitam por eliminar os cabos, mas nada que um pouco de cuidado ao enrolar os fios não resolva. Basicamente vai precisar de uma mochila ou bolsa para os periféricos, ter um monitor de dimensões menores como 24″ e gabinetes como Corsair Vengeance, baseado numa caixa de munições e ter ganchos de transporte, que facilitam o deslocar do gabinete. Claro que mesmo com a mochila, um case com puxadores para facilitar o deslocamento e um monitor de tamanho reduzido não são tão eficientes quanto um notebook, além disso, o PC ainda exige conexão a rede de energia, pois não existe uma solução de bateria como o notebook (quer dizer existem geradores para conexão do PC, mas este quarto item é inviável, além de enorme e pesado).

Espero ter ajudado a clarificar um pouco as coisas e desmentir um pouco outras.

Se tiverem dúvidas ou temas para tópicos com relação a hardware me enviem um comentário ou um e-mail para ricardo.andion@naopiradesopila.com

Até a próxima!

 

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)