Putting na moleza em Cambridge
22/01/2013 4 comentários

Putting na moleza em Cambridge

Para não enlouquecer durante a minha época de estudos em Cambridge – Inglaterra com toda aquela monotonia daquela charmosa e pacata cidade, procurava atividades alternativas para fazer após as aulas.

Cambridge é aquela típica cidade interiorana inglesa onde as lojas fecham às 17 horas. Quando falo as lojas…SÃO TODAS AS LOJAS, inclusive as do shopping! A única exceção são as quartas feiras que, por incrível que pareça, as lojas ficam abertas até às 22 horas.

Então, meu querido leitor, imaginem a situação quando eu cheguei: uma mulher, brasileira, que tem aulas diárias até às 16:45 horas de segunda a sexta, que tem o jantar usualmente servido às 18 horas e sem loja para bisbilhotar. Não dá para imaginar, não é mesmo?

Pois é…e sabem o que ficava aberto após este horário? Restaurantes (obviamente) e pubs. Nada mais, nada mais, mesmo…

Ou seja as alternativas que tinha eram as seguintes: ficar com a perna sarada de tanto andar de bicicleta após o jantar;  dormir cedo demais (totalmente fora de cogitação); entrar em coma alcóolico de tanto ir aos pubs na cidade (que não eram poucos) ou; esperar um horário decente (em função do fuso horário) para falar com os meus amigos no Brasil.

Todas alternativas convencionais, obviamente! Mas andando com a minha estimada bicicleta pela cidade na primeira semana que estava por lá, eis que descubro o famoso e tradicional “putting”! O “putting” na verdade é uma atividade que muitos estudantes e turistas fazem na cidade e, que compreende em você (eu não, um homem…he he he!) ou alguém contratado reme por parte do Rio Cam enquanto você fica admirando a paisagem e muitos pontos importantes e interessantes da cidade em uma pequenina embarcação.

 

Muitos fazem este passeio acompanhados por uma boa taça e um belo prosecco. Obviamente que o ser que leva o prosecco, “normalmente”, não é o ser que remará a embarcação…he he he!!!

 

Enquanto estou contando essa história, você deve estar pensando: É para lá que eu vou, caso não consiga ir à Veneza…

Bom, não é bem assim, meu querido leitor! A embarcação é um barquinho bem rústico onde você, nem em sonho, tem o conforto das famosas gondolas venezianas. Fiz os dois passeios e veja aí se eu estou errada? he he he!!! A Flor não engana…;o)!

 

Enfim, comparações à parte, fui eu fazer o putting acompanhada dos meus queridos amigos de sala. Nós optamos em fazer da forma tradicional que é remarmos “nós mesmos”. Para a mulherada que estava comigo, não fazia qualquer diferença, pois obviamente, os homens remaram para nós, enquanto tirávamos nossas fotos, nos equilibravamos e admirávamos a paisagem bela e que retrata bem Cambridge… he he he!!!

Apesar da falta de habilidade dos moçoilos e, de reclamarem do sufoco que é remar aquele simpático “barquinho”, é nessas horas, meu querido leitor, que eu não rejeito a gentileza masculina…;o)!

 

 

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)