Receita de poke, um pedacinho do Havaí na sua cozinha

Receita de poke, um pedacinho do Havaí na sua cozinha

Uma das febres do momento gastronômico, o poke ou pokke, nasceu no Havaí na década de setenta e significa cortado em pedacinhos. Invenção dos surfistas, que misturavam o que estava ao alcance para saciar a fome é uma refeição saudável, repleta de sabor, acessível, simples, rápida de preparar e, que com certeza veio para ficar.

Sempre servido em tigelas, o poke tem em sua base arroz branco, integral ou grãos de sua preferência, seguido de peixe cru marinado rapidamente no shoyu, óleo de gergelim e temperos. Por fim, pode ser finalizado com o que mais gostamos: frutas como o abacate ou manga, cebolinha, chips de legumes, castanhas, conservas de gengibre ou pepino e alga nori.

Lembrou de algo mais? Pode colocar também! Já fiz diversas combinações e todas ficaram deliciosas.

Receita do poke

Ingredientes

  • 400 gramas de salmão ou atum cortados em cubos médios;
  • 4 colheres (sopa) de shoyu;
  • 2 colheres (sopa) de óleo e gergelim torrado;
  • 1 colher (sopa) de gergelim preto;
  • 1 colher (sopa) de gergelim branco;
  • 1 cebola roxa pequena fatiada finamente em meia lua;
  • 2 talos de cebolinha picada em rodelinhas;
  • 1 manga em cubos pequenos (gosto de usar a Palmer porque tem menos fiapos);
  • Alga nori em tirinhas;
  • 1 pimenta dedo de moça, sem as sementes e picada em rodelinhas (opcional);
  • Chips de legumes (opcional);
  • Salsa ou coentro a gosto (opcional).

Preparo da marinada para o poke

Em um bowl, coloque shoyu, óleo de gergelim, gergelim preto e branco, cebolinha, cebola roxa e pimenta dedo de moça. Adicione o peixe em cubos e misture delicadamente. Deixe marinando por cinco minutos na geladeira.

Montagem do poke

Em uma tigelinha, coloque o arroz e o peixe marinado por cima e finalize com alga nori, manga em cubos e os chips de sua preferência.

O poke não leva nem dez minutos para ficar pronto e é mais rápido que descongelar comida no microondas. ALOHA!

Quer saber mais sobre o Havaí? A Gardens te conta aquiaqui e aqui

Tigelas de cerâmica Rebeca O. Chang  – 11 98109-7924/ instagram: @reochang

Produção culinária e fotos: Marianne Rogatto ❤

Pitaco da Gardens:

Morei durante um tempo no Hawaii e tive o prazer de comer muito poke. Aqui no Brasil, esta delícia veio cheia de glamour e receitas, mas nas ilhas são consumidos, na grande parte dos lugares que o tem no cardápio de uma forma bem mais simples, sem muitos incrementos (similar a receita da Mari, sem os opcionais). O atum é muito presente, sempre e o gosto varia muito. O mais comum é ver as famílias e surfistas o consumindo em suas casas ou pós praia. A primeira vez que consumi foi em uma roda de havaianos tradicionais e polinésios e não tinha ideia do que era. Isso lá em 2004…rs

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)