Escolha certa: É melhor chá de saquinho, pronto ou a granel?
12/03/2018 2 comentários

Escolha certa: É melhor chá de saquinho, pronto ou a granel?

Escolha certa: É melhor chá de saquinho, pronto ou a granel?

Você sabia que há grandes diferenças entre o chá de saquinho e o chá a granel? Pois é, elas são tantas que dedicaremos este texto para falar sobre o assunto. Já adianto que a principal diferença entre os dois é que os chás de saquinho e os prontos, desses que provavelmente você tem na sua cozinha, são industrializados, passando por um processo de fabricação.

Vamos revisar um a um para saber qual é a melhor escolha entre o chá de saquinho, pronto e a granel?

CHÁS DE SAQUINHO

Sinto lhe informar, mas chá de saquinho NÃO é uma opção legal! Isso porque a grande maioria dos que compramos no supermercado passam por um método chamado CTC, que rasga e tritura as folhas para acelerar o processo de oxidação e secagem. Quando as folhas são quebradas, elas perdem grande parte de seus óleos essenciais e aroma, o que prejudica o sabor do chá, além de eliminar muitas das propriedades das folhas.

Outro fator importantíssimo é que o chá vem embalado em saquinhos de papel, em sua maioria bem branquinhos. Aqui, mais um problema. A maioria destes saquinhos são feitos de papel a partir de fibras vegetais, as quais, para ficarem branquinhas são tratadas com substâncias como a epicloridrina ou a dioxina. A epicloridrina, em contato com a água, é transformada em um agente comprovadamente cancerígeno. Já a Dioxina, é absorvida pelas células do nosso corpo, causando problemas no sistema hormonal e imunológico. Um estudo divulgado em 2003 pela Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, mostrou que não existem níveis seguros para o consumo de dioxina.

Conclusão? Fujo dos chás de saquinho, mas claro que há exceções. Têm muitas marcas importadas que utilizam materiais orgânicos na fabricação e até saquinhos feitos de nylon livres de agentes químicos.

CHÁS PRONTOS PRA BEBER

Em geral, os chás prontos para beber são cheios de açúcar, o que já é um problemão.. Outros fatores que me fazem fugir também dessa opção é o fato de serem feitos com folhas que não passam por uma seleção mais afinada, já que em uma produção de grande porte fica impossível escolher e controlar a qualidade das folhas utilizadas, além de não garantir que galhos e outros detritos estejam no bolo.

Para vocês entenderem melhor, um chá de qualidade superior utiliza apenas de folhas mais jovens. Folhas mais velhas possuem menos sabor, sendo descartadas e repassadas para a indústria de massa, ou seja, para a produção dos chás prontos.

Além de tudo isso, tais chás muitas vezes contém também aromatizantes naturais e artificiais que servem para dar ou intensificar o aroma e o sabor dos alimentos, tendo alguns deles seu uso ligado à causa de doenças sérias como câncer, por exemplo. Então, fiquem ligados no rótulo dos produtos! (Não sabe ler os rótulos? Tem post aqui)

CHÁS A GRANEL

Foto: nacaoverde.com.br

Aqui a situação é completamente diferente, já que é possível ver as folhas, escolher entre as mais jovens e ainda separar galhos e outros detritos quando estiver no empório comprando as especiárias. Só neste processo, você já se dá conta das grandes diferenças quando compara os chás a granel aos demais, já que garante a qualidade das folhas, proporcionando um chá cheio de nutrientes, polifenóis e antioxidantes.

O chá industrializado, seja de garrafinha, latinha ou até o chá de saquinho, segundo uma pesquisa discutida na 240° Reunião Nacional da American Chemical Society, apresentam uma quantidade praticamente nula de antioxidantes. Em outra análise, os pesquisadores fizeram um teste com seis marcas diferentes e constataram que a quantidade de polifenóis variava entre 3 e 81 mg por frasco de 500 ml, o que é praticamente nada se comparado aos 50 a 150 mg dessas substâncias encontradas nas ervas e folhas naturais. Sabe como percebe a diferença? Muito fácil! Como os polifenóis têm sabor amargo, os fabricantes dos chás prontos pra beber utilizam menos chá e capricham no açúcar ou no adoçante, por exemplo.

Voltando ao ponto dos detritos, galhos etc, recentemente a Anvisa (órgão de vigilância sanitária brasileira) aprovou uma norma regulamentando os limites máximos de matérias estranhas, como partes de insetos e pelos de rato, na fabricação de produtos como geleia, achocolatados, farinhas e chás!! Sim, é isso mesmo que você, amigo leitor está lendo: podemos comer pelo de rato e tomar chá de pata de inseto! Ecaaaa…

Então a melhor opção é…

Chá a granel, se possível orgânico e, feito com utensílio de ferro ou alumínio ou com uma embalagem de papel orgânico. Na imagem de capa, tem um exemplo de filtro de papel descartável e orgânico. Também como já expliquei, existem saquinhos de nylon em diversos formatos e em tamanhos maiores, que permitem usar mais folhas durante o preparo.

ACESSÓRIOS BACANAS DE CHÁ

Uso esses infusores de metal, que podem facilmente ser encontrados nas casas de chá (tem uns lindos na Talchá ), pra quem mora em São Paulo, a Liberdade tem centenas de apetrechos, vale a visita. Outras opções podem ser encontradas em lojas de decoração como a Spicy ou a Camicado.

Esses difusores além de serem um charme, são muito práticos. Basta colocar as folhas ou as ervas, mergulhar na água quente, e pronto! Depois é só enxaguar e guardar para o próximo uso.

Foto: SantaDieta

Alguns chás podem ser feitos apenas com uma peneira, como é o caso do chá de hibisco e de hortelã, por exemplo. Mais fácil ainda, né? Então, a dica é simples. Na hora de escolher, faça a escolha certa e opte pelo chá a granel, se possível orgânico, e que esteja armazenado de forma que você possa ver o que tem dentro dele. Evite o tradicional chá de saquinho e os industrializados prontos para tomar.

Obs: Divida saúde! Se você gostou desse artigo, por favor, curta e compartilhe em suas redes sociais! ? Tem algum comentário? Eu gostaria muito de ouvir a sua opinião!

(Se perdeu algum dos posts sobre vida saudável, clique aqui e confira.)

Foto de capa: viverbem.com.br

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)