Aluguel de carro no exterior. Confira nossas dicas!

Aluguel de carro no exterior. Confira nossas dicas!

Aluguel de carro no exterior? Precisando de dicas para não cair em uma furada? Este texto foi feito pra você!

Faço ao menos uma road trip por ano para o exterior e este é um tema que certamente tenho propriedade para falar. Se será a sua primeira vez no volante fora do Brasil, uma primeira dica. Dirija como se estivesse dirigindo em sua cidade. É claro que para quem mora em São Paulo ou outras grandes cidades será mais fácil. Mas dirigir em uma cidade maior quando se mora em uma cidade menor e, ainda fora do Brasil, pode assustar alguns.

MEDO DE DIRIGIR NO EXTERIOR?

Eu mesma tenho uma amiga canadense que morria de medo de dirigir fora de Quebec City. Por anos, quando fazíamos nossas road trips juntas, o volante era populado só por mim. Até que um dia, na Costa da Califórnia, a encorajei a pilotar. Claro que o trajeto não é um dos melhores para perder o medo, já que tem muitos pontos bem sinuosos. Mas creio que desafios maiores são melhores para vencer o medo.

Dali em diante, ela perdeu o pavor e, quando viajamos juntas, dividimos a direção. Gosto muito de dirigir e por vezes e mais vezes, quando não tive companhia para viajar, aluguei um carro e fui explorar praias, cidades grandes, além de atravessar fronteira entre países. Medo eu tenho só e somente só se estou em uma região que me sinto insegura, mas dificilmente me exponho sozinha a este risco. Como dizem por aí, quem dirige em São Paulo, dirige em qualquer lugar do mundo. Posso dizer que há 90% de verdade nisso.

Se morar em uma cidade pequena, este não pode ser um empecilho. Minha amiga mora atualmente em uma cidade com 2 mil habitantes e nem por isso deixou de dirigir em São Francisco e Los Angeles, pós medo ultrapassado. O importante é estar sempre atento a tudo e obedecer a sinalização. Algumas placas são um pouco confusas, confesso, mas o Google Maps, Google Translator, Waze e a lógica ajudarão na maioria das vezes.

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA O ALUGUEL DE CARRO NO EXTERIOR

Recomendo antes de tudo ter a carteira de habilitação internacional. Entretanto, há países que aceitam como documento a CNH brasileira. Já aluguei carro nos Estados Unidos, França, Canadá, Chile, Uruguai etc apresentando somente minha habilitação comum, por exemplo. Você não ultrapassando um mês no país, o uso deste documento é aceito em grande parte dos territórios no exterior.

Itália, Áustria e Grécia teoricamente pedem a carteira de habilitação internacional (PID) quando do aluguel do carro no exterior. Apesar de ser uma regra, não necessariamente não conseguirá sair da locadora com um possante. Eu, por exemplo, já dirigi na Itália e na Grécia, apresentando minha habilitação nacional à locadora e não tive qualquer problema. Na época não sabia que era requerida a PID, mas não houve empecilho. Claro que fiz isso na ingenuidade e na falta de conhecimento da informação. Não faça isso, não se arrisque porque eu me arrisquei, sem saber.

Para tirar a carteira de habilitação internacional (PID) é muito fácil! Basta solicitar ao DETRAN de seu Estado. O órgão traduzirá sua carteira de motorista para o inglês e encaminhará a sua casa. A validade é a mesma da sua habilitação nacional, na maioria dos casos. Por isso, antes de tirar a carteira internacional, avalie o período que estará vigente versus as viagens programadas. Por que digo isso? Para tirar a carteira internacional é necessário desembolsar R$ 300, aproximadamente de taxa.

Além de ter a carteira de habilitação em dia, alguns lugares também pedem o passaporte. Outra documentação mandatória em qualquer lugar que vá é o cartão de crédito internacional para caução, em caso de qualquer eventualidade.

Resumindo, se não tiver a carteira de motorista e o cartão de crédito internacional, esqueça. Claro que isso é meio óbvio, mas não custa enfatizar, né?

QUAL É A MELHOR LOCADORA DE CARROS?

Depende. Já teve aluguel de carro no exterior que fiz com a empresa mais cara por conta da credibilidade. Já teve vez que fiz com a mais barata por ser um único dia. Mas no final, principalmente nos Estados Unidos e Canadá, pouco importará qual a locadora. O serviço é similar. O que pode acontecer em países como esses é da locadora menor estar localizada longe ou fora de mão das demais.

COMO ECONOMIZAR COM O ALUGUEL DE CARRO NO EXTERIOR?

O que recomendo é pesquisar em sites que comparam preços de aluguel de carro no exterior em um único local. Neste site do link, além de comparar o valor em várias locadoras ao mesmo tempo, não terá a incidência de IOF na transação. Mas não é só isso. O site ainda permite que os usuários parcelem até 12 vezes sem juros, por exemplo. Olha só que beleza para poupar alguns reais ou gastar a diferença em sua viagem com outras coisas!

Independentemente da locadora que escolher, não se esqueça de contratar o seguro do carro, bem como, seu seguro viagem. Caso queira utilizar um comparador de preços para isto também, clique aqui. Ao contratar o seguro viagem por este link, digite NAOPIRADESOPILA 5 no cupom de desconto e ainda ganhe 5% off no valor da transação. Caso queira ganhar 10% de desconto, além de digitar o código de desconto, pague com boleto. Olha aí mais uma forma de economizar alguns reais antes de ir!

Outra importante recomendação para quem quer economizar é reservar o carro com bastante antecedência. Quanto mais cedo fizer sua reserva, maior é a quantidade de carros disponíveis.

QUAL CARRO ALUGAR NO EXTERIOR?

A melhor resposta é depende. Depende da quantidade de pessoas, do tamanho e quantidade de malas. Muitas pessoas cometem o erro de alugar o carro mais barato e pequeno pra economizar. Entretanto, na hora da volta, pós compras e afins não sabe se coloca a mala ou o outro passageiro no carro…rs

Por isso, antes de escolher o carro, avalie o destino, quantas pessoas e malas voltarão. De acordo com a minha experiência, um carro com menor bagageiro, só valerá a pena para duas pessoas, no máximo, caso não vá às compras. Caso estejam em 3 com malas grandes, já terá um problema e provável desconforto para quem for atrás.

NÃO SABE DIRIGIR CARRO AUTOMÁTICO?

Se for dirigir nos Estados Unidos, não ter nunca encostado em um carro automático pode ser desesperador, mas calma. O mandatório antes de pegar no volante é saber o significado de cada letra do câmbio, além de saber que para qualquer ação é necessário colocar o pé no freio.

A primeira vez que dirigi um carro automático foi nos Estados Unidos e foi um carro alugado. A pessoa da locadora me deu o caminho das pedras, do volante etc. Mas isso foi lá no início dos anos 2000. Atualmente, é bem provável que não tenha o mesmo atendimento. Cada vez mais, pós atendimento feito no guichê, você é instruído a ir até o estacionamento e escolher em uma fila um dos carros da categoria alugada. De lá, espera-se que vá dirigindo até o guichê de saída dos veículos.

ALGUNS TOQUES PARA DIRIGIR UM CARRO AUTOMÁTICO 

Por experiência própria, posso dizer que dirigir um carro automático é mais fácil que dirigir um carro com troca de marchas. Então, lembre que no câmbio D = Drive = Dirigir. R = Reverse = Ré. P = Parking = Estacionado. Colocando o pé no freio, apertando o dedo no botão lateral (se houver) e colocando em uma desta posições é o que precisa fazer.

Um erro comum pra quem não tem carro automático ou nunca dirigiu é parar o carro no D, puxar o freio de mão e desligar. Caso faça isso, na hora que for ligar o carro, ele não ligará. Sabe pq? Porque o carro não está na posição P de estacionado. Bom, estas são só algumas dicas básicas pra não entrarem em desespero. Ah! Outra coisa, alguns carros tem um câmbio com um vão, que parece um T com bolinha. Não coloque câmbio ou o comando pra lá, caso não saiba para que serve.

Garanto que dirigir um carro automático ou manual na mão inglesa é muito pior. Quase morri em Barbados, em Malta e na Inglaterra na primeira hora, mas depois me acostumei.

FIQUE CONECTADO DURANTE TODA VIAGEM 

Antes de pegar estrada, não esqueça que é fundamental ter um GPS ou um aplicativo como Waze ou Google Maps como seu companheiro de viagem. Caso não esteja conectado com um chip de celular internacional, terá provavelmente que alugar um GPS para se locomover de um canto para outro. Isso pode ser mais custoso que já sair conectado aqui do Brasil. Alugar um GPS na locadora e depois ficar caçando um local para comprar um chip no exterior para outras coisas certamente não é uma boa ideia nos dias atuais para quem quer poupar dinheiro e tempo, principalmente.

Fiz isso por anos porque não tinha a opção de entrega do chip internacional de celular em minha casa. Depois que começaram a oferecer este serviço, economizei alguns bons reais, já que tenho o costume de sair do avião e já pegar o carro na locadora. Por isso, recomendo que façam o mesmo. O blog tem uma parceria com empresa de chip que funciona em mais de 140 países. Além de estar conectado, tem a vantagem do chip chegar em casa, na maior comodidade. Leitores do blog que utilizarem o cupom nao pira tem frete grátis na entrega. Clique aqui e confira os planos!

CAR RETURN OU RETORNO DO CARRO

Antes de sair com o carro, muitos e me incluo neles, esquecem de perguntar onde que devolve o carro. Por isso, é importante perguntar o local ou até mesmo anotar a geolocalização. Algumas locadoras não tem a devolução dentro do aeroporto e, sim em algum local próximo. Isto pode ser um problema pra você na correria em devolver, pegar voo e afins.

DEVOLVER COM TANQUE CHEIO: SIM OU NÃO?

Nunca faço o pré pagamento para devolver o carro com tanque cheio. Normalmente, as locadoras dizem que é mais barato pagar a taxa, já que o preço cobrado pelo litro é menor, mas nunca fiz a conta ou me preocupei com isso. Prefiro ir ao posto e retornar o carro com o tanque cheio.

Caso não devolva o carro com o tanque cheio e não tenha feito o pré pagamento no momento da retirada, terá que pagar um valor maior pelo combustível faltante quando da devolução.

GOSTOU DAS DICAS DE ALUGUEL DE CARRO NO EXTERIOR? PLANEJE SUA VIAGEM POR AQUI! 

Além de não te custar nada a mais, ajudará na monetização do conteúdo, através de uma pequena comissão que receberemos. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor, entre novamente pelos links acima para fazer uma nova reserva. Os sites acima desconsideram a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva, sem ser por estes links de rastreamento.

Isto fará com que sejam cobertos, em partes, os custos de manutenção e proporcionará trazer cada vez mais informações bacanas e úteis.

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)