Qual é a melhor dieta?

Qual é a melhor dieta?

Qual é a melhor dieta?

Será que existe mesmo uma melhor dieta? Esta é uma dúvida muito comum impulsionada, principalmente, pelo fato de que a cada temporada, somos bombardeados por várias dietas da moda. É dieta cetogênica, mediterrânea, paleo, Atkins, low carb, cíclica. Tem até a dieta da Lua!

Por isso, não tem como ficarmos confusos em saber o que realmente é bom e funciona. Se olharmos algumas décadas, encontraremos dietas ainda mais bizarras. Houve uma campanha de cigarros que dizia para as mulheres fumarem quando sentissem vontade de comer, por exemplo. Assustador, não é? Mas na época, a campanha que mostrava mulheres magras ajudou a impulsionar as vendas.

Dêem uma olhada neste encarte logo abaixo.

Foto: Pinterest – aqui um artigo interessante sobre dietas do passado!

Bom, tem um ditado que diz que quando há muitas teorias para um mesmo fato, isso significa que não existe uma verdade absoluta. E é com base nessa afirmação que suporto minha opinião. Lembrando que não sou nutricionista, sou meramente uma simpatizante do tema, além de ser uma super curiosa.

QUAIS SÃO AS DIETAS MAIS FALADAS NOS DIAS ATUAIS?

DIETA DA PROTEÍNA

Uma das mais faladas atualmente é a dieta da proteína. Baseada em  baseia várias vertentes, bem como, as dietas do Dr. Robert Atkins e a low carb. A proposta como o próprio nome diz é reduzir o consumo de carboidratos. Tal redução é compensada pelo aumento no consumo de proteínas e gorduras de origem animal. Ao fazer essa troca do carbo pela dupla proteína + gordura, há uma sensação de saciedade. Tal fato é causado pela digestão mais lenta, com isso, naturalmente, a pessoa consumirá menos alimentos.

Quem aí já ouviu falar no termo #carbofobia?

Na dieta mediterrânea recomenda-se o consumo de peixes e gorduras boas como azeite e nozes. Créditos da foto: Saudeparaavida.com

CETOGÊNICA E PALEOLÍTICA

Nessa linha de pensamento, surgiram a cetogênica e a paleolítica (comumente chamada de #paleo), por exemplo. Tais modalidades além de diminuírem drasticamente a ingestão de carboidratos, também restringem o consumo de proteínas. Ou seja, maior aporte calórico nas gorduras saturadas. Para tanto, proíbem a ingestão de diversos alimentos considerados saudáveis, tais como, leite, glúten, todo tipo de grãos, e alimentos processados.

Ao fazer esta troca, o organismo entra em estado cetogênico no qual precisa transformar a gordura em energia (já que não tem carboidrato, a fonte original). A ideia então é de que o corpo gaste a reserva de gordura estocada no organismo.

PLANT BASED

Outra dieta muito famosa ultimamente é a plant based. Bastante parecida com a vegetariana e a vegana, pois tem como princípio a ingestão de alimentos de origem vegetal. Com isso, há uma redução ou mesmo corte total de qualquer fonte de proteína animal, incluindo queijos e ovos.

A dieta paleo proíbe o consumo de alimentos industrializados e processados como pães e refrigerantes e recomenda alta ingestão de fibras, proteínas e gorduras. Crédito da foto: Pinterest

Como vocês já perceberam, tem dieta para todos os gostos. Mas afinal, existe a melhor?

Na minha humilde opinião, claro que não. Eu mesma já fiz, até por curiosidade, várias destas dietas. Já exclui leite para saber se tenho algum tipo de irritabilidade, já fiquei meses sem comer nada com glúten, já fiz low carb, por exemplo. Sempre com acompanhamento de nutricionista.

Por isso, aprendi que não existe dieta ideal. Tudo dependerá da estratégia adotada e para o momento de vida da pessoa. Ninguém consegue viver anos seguindo a dieta paleo. Afinal, imagina ficar anos sem comer arroz e feijão? Ou seguir anos sem comer uma banana. Na cetogênica, uma única fruta pode tirar o organismo do estado cetogênico.

Todas estas dietas, tem um principio em comum que é a redução ou restrição de algum alimento. Esta aí o segredo do emagrecimento. Quando você corta algum alimento de sua dieta, passa naturalmente a consumir menos calorias, e é isso que leva ao emagrecimento em geral. Sobre cortar carboidratos, por exemplo, se eles fossem os vilões, os vegetarianos seriam obesos, uma vez, que praticamente só comem carboidrato. Se o vilão fosse a gordura, os que seguem a cetogênica e a paleo também seriam obesos.

Então minha gente, antes de sair por aí seguindo a dieta da moda ou a dieta da celebridade, vamos entender que comer é uma atividade necessária. Pode (e deve) estar associada ao sentimento de prazer. Portanto, use sua rotina alimentar como aliado na obtenção de seus objetivos.

Se seguir uma dieta está te deixando de mal humor, cansado, desmotivado, com certeza não te fará nenhum bem. Consulte um nutricionista e lembre-se sempre, moderação e equilíbrio são as palavras chaves. Aqui o ditado da vovó de parar de comer antes de ficar cheio é verdade absoluta e funciona.

GOSTOU DAS DICAS?

Gostou do post e das dicas? Gostaria muito de saber a sua opinião! Por favor, deixe um comentário, curta e compartilhe em suas redes sociais.

(Se perdeu algum dos posts sobre vida saudável, clique aqui e confira.)

Créditos da foto: www.gruponatubell.com.br

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)