Válvula de escape: a importância de ter a sua

Válvula de escape: a importância de ter a sua

Ter uma válvula de escape nos dias atuais é algo tão essencial quanto beber ao menos dois litros d’água por dia. Digo isso não só por conta da pressão diária no trabalho, mas também pelas demandas e preocupações em casa.

Por mais que falemos que nosso lar é porto seguro, assim como no trabalho, há dias em que tudo dá certo e outros que não dão tão certo. Ou seja, se algo não está bem, não ficamos 100% emocionalmente.

Para encontrar o próprio bem estar é necessário mais do que equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. É necessário ter sabedoria, vivência e uma válvula de escape, que não necessariamente te remeterá para fuga da realidade.

Não sei se perceberam, mas o próprio nome de nossa plataforma, que é Não Pira, Desopila é uma provocação para a busca de uma válvula de escape. Para não pirar, o que você faz? Viaja? Malha? Cozinha? Joga? Nada disso? Enfim, o que te deixa com o espírito mais brando? Lembrando que cada um tem seu perfil e bem estar.

QUAL É A MINHA VÁLVULA DE ESCAPE? 

O mais engraçado, é que pra mim, o desopila absoluto até anos atrás era viajar. Só que com a profissionalização do Não Pira, viagens para escrever sobre destinos são cada vez mais o que faço. E em tais viagens, tenho que correr de um lado para outro mostrando o dia a dia nas redes sociais, assim como, colhendo material, fotos etc para os artigos do blog. Ou seja, a minha válvula de escape acabou virando trabalho. Salvo quando vou para casa de praia ou algo do gênero, que aí é um momento de relaxar.

Me lembro da última viagem a trabalho para praia. O único momento em que consegui descansar foi quando estava quase indo embora. Tinha três horas livres antes de ir para o aeroporto e usei e abusei do mar, sem pensar em mais nada. Fotos, redes sociais e olhares atentos a tudo ficaram de lado.

MAS EU DESCOBRI OUTRA VÁLVULA DE ESCAPE…

Por incrível que pareça, descobri que o ato de escrever sobre temas diversos para o blog, principalmente sobre bem estar ou carreira me relaxam. Algo contraditório falar de trabalho como válvula de escape? Sim e não ao mesmo tempo. Uma vez que me equilibra, entendo ser sim uma válvula de escape, mesmo sendo dentro do trabalho. Mas cá pra nós, meu trabalho também não é tão algo comum assim.

COMO DESCOBRIR A SUA VÁLVULA DE ESCAPE?

Dependendo do seu perfil pode ser algo simples ou não. Se você é daquele tipo que diz que não tem tempo pra nada, provavelmente, achará que ter uma fuga da mente é artigo de luxo. Entretanto, discordo completamente.

Sabe aquela leitura de cabeceira, aquele programa brega da TV, o rolar de tela de uma rede social ou até mesmo uma visita ao Não Pira, Desopila podem ser considerados válvulas de escape. Afinal, são coisas que se faz pra sair um pouco da realidade.

Antigamente, quando estava muito estressada com as demandas do mundo corporativo, chegava em casa e colocava no programa da Luciana Gimenez, no Big Brother etc. É até estranho falar isso porque é algo que não tem nada a ver comigo. Entretanto, por ser tão fora da minha realidade, me remetia a coisas que não faziam lembraar do stress que passei durante o dia. por exemplo. Entenderam a jogada?

Também estava sufocada de horário, mas uma meia hora no dia eu tinha pra fazer uma coisa banal e que me dava equilíbrio. Por isso, te provoco a buscar o que te desopila, o que te equilibra e o que te desequilibra. Faça bem para o seu corpo e mente para ter equilíbrio pessoalmente e profissionalmente, mesmo quando o mundo estiver desabando bem na sua cabeça.

Qualquer coisa, só chamar. E ó…Não Pira, Desopila!

LEIA MAIS SOBRE CARREIRA E COMPORTAMENTO

Mentoria de transição de carreira

Saí do mundo corporativo há um ano e sobrevivi

O que aprendi dois anos fora do mundo corporativo

Antes de abandonar a carreira atual, pense nestas 10 coisas

Por que não abandonar sua carreira para empreender?

Depoimento de uma executiva que também virou blogueira

O valor do dinheiro na vida das pessoas

Crédito da foto: saopaulosemmesmice.com.br

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)