O que fazer em Colonia (Kohl), Alemanha?

O que fazer em Colonia (Kohl), Alemanha?

Procurando o que fazer em Colonia (Kohl), na Alemanha? Claro que o principal chamariz é sua famosa catedral, mas há muito mais o que visitar por lá. Em dois dias de verão, que são bem mais longos, conseguirá conhecer muito bem os principais postos turísticos deste charme de cidade.

Por lá, a melhor forma de transitar é a pé. Por isso, programe-se para chegar à Colonia de trem. Além disso, procure um hotel perto da estação para ficar bem localizado.

Apesar de ser fácil conhecer em um roteiro de dois dias, Colonia não é pequena assim em termos populacionais. Está inserida na maior região metropolitana da Alemanha, sendo a quarta cidade mais populosa do país, com seus mais de um milhão de habitantes. Na frente dela estão somente Berlim, Hamburgo e Munique.

Dona de belas paisagens às margens do Rio Reno, a cidade fica perto de fronteiras com a Bélgica e Holanda. Entretanto, a não ser que esteja em um longo mochilão pela Europa, fuja da tentação de sair da Alemanha. Há muito o que ver no país. Perto de Colonia, por exemplo, recomendo a esticada para outras duas cidades. Bonn, terra natal de ninguém mais que Ludwig van Beethoven e, a vibrante e apaixonante Dusseldorf

Mas voltemos ao foco de hoje que é a bela e aconchegante Colonia. Quem a vê hoje, nem imagina que foi um dos territórios mais bombardeados durante a Segunda Guerra Mundial. Felizmente, houve um grande trabalho de reconstrução e restauração. Os vestígios de destruição deram espaço a dezenas de museus e galerias de arte.

O QUE FAZER EM COLONIA?

1 – CATEDRAL DE COLÔNIA (KOLNER DOM)

Sem sombra de dúvidas, o símbolo não só da cidade, mas também de toda Alemanha. Não há como falar sobre o que fazer em Colonia sem falar da Kolner Dom. É dentro da catedral que supostamente estão as ossadas dos Três Reis Magos. Tais restos mortais “vieram” (polêmica no ar) de Milão em 1164 e estão guardados em uma imponente arca de ouro e prata, com detalhes em pedras preciosas.

Somente este tão importante acontecimento já seria mais do que suficiente para justificar o motivo pelo qual é o local mais visitado na Alemanha. Entretanto, há muitos outros fatos que a fazem ter esta visibilidade mundial.

A catedral em estilo gótico mais alto da Europa possui duas torres de 157 metros de altura. Foram necessários mais de 600 anos para sua completa construção (1248 a 1880). Isto não por conta dos detalhes, mas por falta de dinheiro entre outros. Para vocês terem ideia, a obra chegou a ficar parada por quase 300 anos. Neste período, o espaço chegou a ser estábulo e até prisão. Outra curiosidade ainda sobre a sua construção é que a catedral era um projeto da Idade Média, que foi alterado em algumas partes.

Quando entrei na Catedral de Colônia, vi bem de perto a grandiosidade e os detalhes de seus vitrais. Fiquei pensando no tempo de sua construção, na época em que o projeto foi feito, assim como, no ponto de peregrinação que é por conta dos supostos restos mortais dos Três Reis Magos. É muito maluco estar em um lugar tão histórico e poder ver do seu topo a modernidade do outro lado da cidade.

É PRATICAMENTE OBRIGATÓRIO SUBIR ATÉ O TOPO DA TORRE SUL

Claro que uma vez em Colônia e sabendo que uma das melhoras vistas da cidade é do alto da Catedral de Colônia, lá fui eu encarar os seus mais de 500 degraus e caminhos estreitos até chegar ao topo da Torre Sul.

Para subir é necessário sair da catedral e descer alguns lances de escadas moderninhos em sua lateral. Não há gratuidade como há na visitação a catedral. É necessário pagar 4 euros (família 8 euros), que serão muito bem gastos.

Claro que uma construção antiga como está é marcada por corredores estreitos, que durante o verão ficam abafados, principalmente, quando há um grande fluxo de pessoas no mesmo horário que você. Mas o que pode te deixar com algum receio é que nem todo trajeto é feito nos corredores fechados da construção. Antes de subir para a parte final, terá uma espécie de área de descanso e, de lá em diante, o trajeto é feito em escadarias de ferro, em que não há proteção das paredes. Ou seja, você verá lá do alto onde realmente está. Confesso que fiquei com um pouco de medo, mas evitei olhar para baixo…rs

Quem tem medo de altura, pode pensar em desistir, principalmente, se for durante algum dia que tenha ventania. Mas segura e foca. Garanto que a visita do topo é algo que DEVE SER VISTO por cada um de vocês, com medo ou não.

O QUE SE VÊ LÁ DO TOPO DA TORRE SUL DA CATEDRAL DE COLÔNIA?

Além de ter uma das melhores vistas da cidade, estará muito próximo da arquitetura e construção em si. Por isso, conseguimos ver com todos os detalhes os anjos que vimos bem de longe (quando vimos) lá debaixo, por exemplo.

É preciso subir pra sentir a energia daquele lugar, que entre piches em diversas línguas e estreitamentos, te reserva uma experiência surreal de boa.

DICAS IMPORTANTES 

Dica importante 1: vá na primeira hora do dia. Além de estar mais fresco, não terão tantas pessoas. Você fará o trajeto com a calma que o momento e a quantidade de degraus pedem.

Dica importante 2: meninas, evitem ir de saia. A parte das escadas de metal é aberta e suas partes poderão ficar expostas em algum momento, uma vez que, há trechos que são praticamente mandatório firmar bem os dois braços na base da escada de tão estreito que são.

Dica importante 3: para saber onde estão os restos mortais dos Três Reis Magos, você não precisará procurar muito. Bastar seguir em direção ao final e ver a multidão em volta.

VOCÊ SABIA?

A exemplo de muitas catedrais alemãs, a Kolner Dom também foi bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial, mas ela não chegou a cair ou sofrer abalos em sua estrutura. As partes danificadas foram reconstruídas de forma final nos anos 90, pós Guerra Fria.

PONTE HOHENZOLLERNBRUCKE, A PONTE DO AMOR

Não sei se um dia serei capaz de pronunciar o nome desta ponte, mas é outro local que tem que estar na lista sobre o que fazer em Colonia. Além de seu nome, o que chama a atenção na Ponte Hohenzollernbrucke é a quantidade de cadeados e declarações de amor que estão em todos os seus 400 metros de extensão, que atravessam o Rio Reno.

A exemplo de outras cidades europeias, por aqui o que mais verá são casais apaixonados procurando um local para deixar o seu amor registrado entre o lado antigo e novo da cidade e entre o barulho de um trem chegando ou saindo da estação central.

Ao atravessar a ponte, vindo da Catedral de Colônia, terá uma vista incrível da parte antiga da cidade. Ou seja, parada obrigatória para um clique. Caso queira ter uma visão ampla e melhor, vale a pena caminhar mais um pouco e subir até o topo do Koln Triangle, um arranha céu todo moderno, que contrasta com o lado antigo do outro lado do Rio Reno.

CONTEMPLAR O RIO RENO NA RHEINBOULEVARD

Ao sair da Ponte do Amor, desça as escadas e caminhe às margens do Rio Reno na deliciosa Rheinboulevard. Dali verá o lado antigo da cidade, assim como, as embarcações indo e vindo e muitos locais. Apesar da cidade ser bem turística é um dos locais mais tranquilos para sentar, contemplar, descansar. Tudo sem vestígio de muvuca.

Aproveite a calmaria e sente por algum tempo na escadaria para observar o movimento, antes (ou depois) de se dirigir ao Koln Triangle.

KOLN TRIANGLE

Sem sombra de dúvida, a melhor vista de Colônia ever. Lá do topo do Koln Triangle é possível ver a toda Catedral de Colônia, assim como, a Ponte Hohenzollernbrucke e o Rio Reno. Ou seja, terá uma panorâmica da Cidade Antiga (Alstadt). Para subir é necessário pagar um fee.

Recomendo subir tanto a Catedral de Colônia quanto a Koln Triangle. Se tiver um dia ensolarado, vá perto do por do sol e tenha um momento inesquecível.

ALTSDAT (CIDADE ANTIGA)

Atravessando novamente a Ponte do Amor estará em Altsdat.  Aproveite para caminhar pelo lado oposto da Rheinboulevard e fazer algumas paradas pelo caminho. Entre elas, pare na Fischmarkt, assim como, na Alter Markt. Irá se encantar com um conjunto de casinhas germinadas e coloridas que formam uma harmoniosa paisagem. Aproveite para sentar em um dos restaurantes ou cafés destes locais.

Ali por perto também está a Gross Sankt Martin. Datada do século XII, diferentemente da Catedral de Colônia, foi bem destruída durante a Segunda Guerra Mundial. Felizmente a igreja dedicada a São Martinho fora  restaurada, fazendo contraste com as casinhas da Fischmarkt.

Seguindo mais um pouco chegará ao Museu do Chocolate da Lindt. Ou seja, uma verdadeira perdição às margens do Rio Reno. Caso queira visitar o museu em si é necessário pagar um fee. Caso contrário, entre na loja, escolha um dos deliciosos chocolates da marca e siga adiante.

Voltando do museu, coloque no GPS a direção da Prefeitura de Colônia (Rathaus). Vale a pena dar um pulo até lá para ver a arquitetura de seu prédio. Lembra (bem de longe) o prédio da Prefeitura de Munique.

MUSEU ROMANO-GERMÂNICO E MUSEU LUDWIG

Caso tenha um tempo sobrando em seu roteiro e, se interesse por História, coloque na lista os Museus Romano-Germânico e Ludwig. O primeiro retrata e traz obras da fundação da cidade pelos romanos. Já o segundo é completamente o oposto, trazendo obras de arte contemporânea e moderna.

Pode visitá-los depois que for à Catedral de Colônia, por exemplo.

ÁGUA DE COLÔNIA

Por aqui, um interessante fato. Não posso afirmar, mas senti uma espécie de rixa entre Casa Farina e a 4711. Conversei bastante com cada um dos produtores do perfume e a conclusão que cheguei foi que a verdadeira água de Colônia na verdade não é mais amplamente comercializada.

Atualmente, a Casa Farina é a mais antiga água de Colônia comercializada na cidade. Datada de 1709 e desenvolvida por Giovanni Maria Farina, a Casa Farina possui vários selos e certificados de originalidade. Entre os ilustres usuários da essência estão Napoleão Bonaparte e Dom Pedro, por exemplo.

Para quem tiver curiosidade de visitar o Museu do Perfume, há um tour pago e guiado que deve ser agendado com antecedência.

Já a 4711 é a mais popular água de colônia comercializada. Não é difícil chegar a esta conclusão, não somente pelo preço menor, mas também por ter mais pontos de venda em Colônia e mundo afora. Passe no prédio que tem um pequeno museu do perfume e sinta em uma fonte o perfume da 4711. Tanto a entrada quanto o tour guiado (sábado às 13:00 e somente em alemão) são gratuitos.

CARNAVAL EM COLÔNIA

Se estiver em seu planejamento ir à Alemanha em novembro, esteja no dia 11 às 11:11 na cidade. Nesta data e horário é dada a partida para o Carnaval da cidade.

KÖLSCH

Se você é fã de cerveja, não deixe de tomar a cerveja da cidade. Chamada de Kölsch é possível tomá-la em muitos dos bares espalhados pela cidade. Manda a tradição beber uma Kölsch em seu copo, que obviamente tem a logomarca da cerveja.

QUANTOS DIAS EM COLÔNIA?

Se a sua intenção for conhecer as principais atrações da cidade, assim como, entrar nos principais museus da cidade, recomendo que reserve dois dias inteiros, caso vá durante o verão.

Se for no inverno, não se esqueça que anoitece cedo. Por isso, recomendo incluir mais meio dia em sua programação, pelo menos. Caso queira arriscar fazer tudo em dois dias durante a estação ou durante o outono, tenha disciplina e a agenda bem programada.

O importante é saber que há muita coisa o que fazer em Colonia, mas que as atrações são próximas e rápidas de serem visitadas.

ONDE FICAR EM COLÔNIA?

Com base sobre o que fazer em Colonia, a melhor localização pra mim é próxima a estação de trem. Por ali, estará bem próximo dos principais pontos da cidade, o que facilitará e muito a sua vida, principalmente, se estiver com o cronograma apertado.

Entre as sugestões, recomendo Lindner, Art’otel, 25 Hours Hotel The Circle, Maritim, Dorint, Savoy, assim como, Eden Hotel, o clássico Excelsior Hotel e Hyatt Regency.

VISITE BONN

Sabia que ali bem pertinho está a cidade natal de Beethoven? Bonn fica cerca de 20 minutos de Colônia e é possível conhecer sua parte principal em apenas um dia, tranquilamente. O ponto alto da visita, obviamente, é a visita guiada a casa em que Beethoven nasceu.

FAÇA A DOBRADINHA COLÔNIA – DUSSELDORF

Apesar de Dusseldorf não estar nos planos iniciais da maioria dos brasileiros, recomendo muito que façam a dobradinha Colônia – Dusseldorf. Além da cidade ter muito o que fazer, é apaixonante.

Fiz um texto super completo com dicas sobre o que fazer em Dusseldorf, assim como, quantos dias e onde ficar. Clique aqui para ler.

ADQUIRA O KOLN CARD

Caso tenha a intenção de visitar as principais atrações da cidade, recomendo que adquira o Koln Card. Além de ter dar acesso gratuito ao transporte público, terá descontos em lojas, restaurantes e atrações.

O cartão tem validade de 24 ou 48 horas após ativação.

GOSTOU DAS DICAS SOBRE O QUE FAZER EM COLONIA? QUER ECONOMIZAR? PLANEJE SUA VIAGEM POR AQUI! 

  • Que tal reservar sua acomodação pagando o melhor preço? Confira opções com descontos de até 50% através deste link.
  • Sabia que o seguro viagem é obrigatório na Europa? Quer viajar tranquilo e ainda ganhar milhas da Smiles? Contrate o seu com atendimento pelo Whatsapp e pontuação Smiles a cada real gasto. Além disso, leitores do blog tem desconto cumulativo de 20 a 50% com o código DESCNPD. Clique neste link e entenda como garantir o melhor preço!
  • Vai para o exterior? Saia de casa conectado com chip internacional de celular entregue em casa. Para ter frete grátis, clique aqui e utilize o cupom: naopira para obter o benefício.
  • Alugue o carro para sua road trip com benefícios e economia. Nosso parceiro cobre o menor preço, te isenta de IOF e ainda parcela. Saiba os detalhes e obtenha tais benefícios através deste link.

Além de não te custar nada mais, terá boas vantagens e ainda ajudará na monetização do conteúdo do blog. Para cada transação realizada, receberemos uma pequena comissão. Entretanto, caso tenha que cancelar e fazer uma nova reserva, entre novamente pelos links acima. Infelizmente, os sites acima desconsideram a comissão quando isso acontece porque não conseguem rastrear a origem.

Obrigada por ajudar quem te ajuda na hora de planejar e fazer sua viagem!

ALÉM DO ARTIGO SOBRE O QUE FAZER EM COLONIA, LEIA MAIS TEXTOS SOBRE A ALEMANHA POR AQUI

OKTOBERFEST MUNIQUE – DATAS, ONDE FICAR ENTRE OUTRAS DICAS 

GUIA EM BERLIM E ROTEIRO

HOTEL EM BERLIM

RESTAURANTE EM BERLIM 

O QUE FAZER EM DUSSELDORF? 

ONDE FICAR EM DUSSELDORF?

HOP ON HOP OFF EM DUSSELDORF

O QUE FAZER EM ROTHENBURG OB DER TAUBER? 

O QUE FAZER EM HEIDELBERG? 

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)