[gtranslate]

E esse foi o segundo dia de #Grecia …

Acordei super cedo hoje porque Mariza, a minha guia, me esperava às 8 horas da manhã na recepção do hotel…Deuses!!!

Hoje era mais um dia de andanças pela histórica Atenas…

E lá fomos nós…

Começamos nosso dia pegando o metrô até a Acrópole. No caminho, Mariza me disse que é arqueóloga. Eu amei a noticia! Imaginem só conhecer mais sobre Atenas com uma arqueóloga. Totalmente “priceless”…;-)!

Durante a nossa viagem pelo metrô, ela me disse que aquela espécie de museu dentro do metrô tinha peças de mais de 3 mil anos. Isso mesmo, meu queridíssimo leitor! Três mil anos! Umas das coisas mais incríveis era o brinquedo daquela época.

Fiquei pensando…nossa, que inteligência e imaginação do povo grego!

Pensamentos à parte, fomos diretamente à Acrópole, agora sim, para conhecer tudo que eu tinha direito! Comprei o ingresso com meia entrada, afinal ainda sou uma singela estudante e, lá fomos nós…

Mariza, parou no primeiro lugar que pode e começou a me explicar, majestosamente, sobre o que cercava aquele lugar histórico.

A Acrópole, na verdade, quer dizer o topo de um lugar na cidade. Os monumentos são coisas totalmente à parte.

Especialmente, em Atenas, tanto a Acrópole quanto os monumentos que ali estão foram construídos bem no topo com o intuito de mostrar à civilizações a imponência dos gregos.

E que topo…he he he!

Tanto a Acrópole quanto o Parthenon foram dedicados à deusa Atena. De acordo com a mitologia grega, ela nunca fora casada e era virgem. Além disso, acreditava-se que Atena oferecia ao povo a oliva (uns dos meios de sustento do povo grego até os dias de hoje).

Para vocês terem uma ideia, a Acrópole começou a ser construída 3000 a.C. e foi feita para proteger os doze deuses e deusas gregas. Já o Pathernon em 457 a.C.. Dá para imaginar? Oh lala…

Obviamente, os deuses gregos não existiram fisicamente, mas eram a crença do povo naquela época…

Com as guerras e os domínios de outros impérios, a Grécia passou por várias fases arquitetônicas. O mais interessante fora a passagem dos romanos por aqui. Eles admiravam tanto a cultura grega que adotaram os mesmos deuses, mudando somente os nomes.

Já os persas, fizeram a desfeita de destruir muita coisa por aqui. Um verdadeiro absurdo!

Mas enfim, desabafos à parte, era hora de escalar a Acrópole e ir em direção ao Parthenon…

Esse monumento demorou 10 anos para ser construído e fora feito para homenagear, obviamente, a deusa Atena. Ninguém morava lá, tratava-se de uma dedicatória à deusa.

Com a invasão de vários impérios, o Pathernon chegou a ser igreja e mesquita. Alguém imaginava isso? Nem eu…

O Pathernon está em restauração desde de 1983 e os arqueólogos ainda buscam as “peças do quebra cabeça”. Obviamente, nunca será como antes, mas o possível pode ser feito. Afinal, trata-se de um tesouro mundial.

Ainda ali na Acrópole, se vê o templo dedicado ao Deus Posidion, o deus do oceano. Na antigüidade, as mulheres iam a este templo no aniversario da deusa Atena e ofereciam um vestido feito por elas mesmas com o intuito de agradecer todas as bênçãos dadas pela deusa.

O aniversario da deusa era de 4 em 4 anos em função do calendário grego.

Ainda tenho muito o que contar daqui, mas ficará para o post mais longo…

Era hora de deixar a Acrópole e ir em direção ao museu. Lá me deparei com várias peças de milhares de anos e muita história sobre os deuses e a civilização grega. Vale a pena a visita…

E depois de tanta informação, era hora de mudar de ares, dar uma passadinha básica pelo Templo de Zeus, depois por Plaka, pelo Parlamento e deixar a Mariza em paz…he he he!!!

Foi um tour com muita história e que acabou às 17 horas, mas pensam que eu sosseguei? No way…

Tomei um belo banho para me refrescar de todo aquele calor sem vento e fui bater perna, de novo, afinal a Rua Adrianou (famosa pelas lojas de souvenirs, restaurantes e tavernas), em Plaka, me esperava…he he he!

Andei por lá, comprei os meus cacarecos e lá fui caminhar novamente a caminho da Acrópole. Queria ver o por do sol de lá. É a melhor vista e o melhor sunset, com toda certeza…;-)!

Eis que caminhando pelo labirinto, achei uma espécie de bristô muito do simpático e resolvi ficar por lá um pouco…

Foi a melhor coisa que fiz! Provei a melhor torta de espinafre que comi na vida…

Bom, gulas à parte, era a hora de escalar rumo à Acrópole para ver o por do sol. E que por do sol…lindo e emocionante!

E depois, flor?

Não contente, peguei um trem turístico e fui dar mais uma voltinha pela cidade…

Ufa! Depois de tudo isso, exausta voltei e cama porque o dia seguinte seria longo e era hora de partir pata as ilhas gregas, era chegada a hora de partir para Mykonos…;-)!

Ah! Já indo esquecendo. A Acrópole pode ser conhecida também “pelo lugar dos cachorros e dos tombos”. Em função do mármore e de outras pedras escorregadias em seu chão, a coisa mais fácil do mundo por lá é levar um tombo! Mariza, em pouco tempo, percebeu que eu sou estabanada e toda hora dizia: “Cuidado, ande devagar…” he he he!!!

 

blogger image 244883782
blogger image 1969675406
blogger image 2010751200
blogger image 1581818687
blogger image 1613795877
blogger image 193992982
blogger image 1117185763
blogger image 984247596
blogger image 189027942
blogger image 2133631269
blogger image 1152897237
blogger image 2081595577
blogger image 141570363
blogger image 658661412
blogger image 1986027451
blogger image 1263941008
blogger image 1458998980
blogger image 1178792614
blogger image 315676879
blogger image 46322762
blogger image 50270069
blogger image 806099897
blogger image 1090769084
blogger image 289136265
blogger image 1403558458
blogger image 461487740
Mais lidas
Clube de Vantagens
Economize na sua Viagem

Cada vez que você reserva um produto por algum destes links do blog, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

Picture of GARDENS

GARDENS

Viagens e Lifestyle

Idealizadora e fundadora do Não Pira, Desopila, apaixonada por SUP e ex bailarina do Municipal de São Paulo, largou sua carreira de executiva em uma grande multinacional para viver os seus sonhos e ter uma vida mais leve.

Leia Mais
Demais Autores
Picture of Mari Rogatoo

Mari Rogatoo

Gastronomia

Picture of Fran Galvão

Fran Galvão

Estilo

Picture of Ricardo Andion

Ricardo Andion

Games & Gastronomia

Picture of Mateus Fon

Mateus Fon

Finanças

Picture of Alessandra Lopes

Alessandra Lopes

Yoga e Hawaii

Picture of Luci Orkov

Luci Orkov

Vida Saudável

Picture of Ana Paula Teixer

Ana Paula Teixer

Arquitetura & Design

RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR E-MAIL

Open chat
Olá. Podemos ajudar?
Olá. Podemos ajudar?