Tipos de farinha – entenda seu uso na culinária e seus benefícios

Tipos de farinha – entenda seu uso na culinária e seus benefícios

Com tantas tipos de farinha disponíveis no mercado, às vezes fica mesmo difícil saber qual é a melhor opção para o preparo de cada receita. O que também causa dúvida é se podemos ou não substituir determinado tipo por outro, sem causar estrago na receita original.

Antes de mais nada é necessário saber que tem opção de farinha para todas as preparações (bolo, pão, farofa, cremes, cuscuz etc) para dar textura, liga, engrossar ou empanar. Pensando nisso, listamos alguns tipos de farinha que encontramos no mercado, seu uso na culinária e também seus benefícios para a saúde.

TIPOS DE FARINHA

FARINHA DE TRIGO BRANCA

A mais comum e usada na maioria das receitas, a farinha de trigo é classificada em: farinha de trigo integral, farinha de trigo especial, farinha de trigo comum, sêmola ou semolina. É ideal para pães, tortas, biscoitos, bolos e salgados, sendo que a farinha de trigo comum, perde qualidade nutricional por conta do refinamento.

Para não pesar na consciência quando for preparar sua receita preferida, substitua metade da farinha branca por metade de farinha integral.

Benefícios para saúde: equilíbrio hormonal e redução de colesterol, por exemplo.

FARINHA DE AVEIA

Muito rica em fibras, como já falamos neste texto aqui, é possível substituir a farinha de trigo por farinha de aveia no preparo de biscoitos, panquecas, mingaus etc. A aveia também pode ser utilizada para o preparo de farofas, bem como, para empanar e para dar liga em hambúrgueres e almôndegas.

Benefícios para saúde: controla a glicose e os triglicérides, equilíbrio hormonal, redução do colesterol e saciedade.

FARINHA DE ARROZ

Substitui total ou parcialmente a farinha de trigo em diversas preparações. No preparo de bolos é sucesso garantido, além de ser uma alternativa para pessoas celíacas, já que não possui glúten. A farinha de arroz ainda é ideal para engrossar molhos, sopas e, também no preparo de massa de macarrão sem glúten.

Benefícios para saúde: redução de colesterol, combater a anemia, aumento de imunidade.

FARINHA DE CENTEIO

Obtida de grãos integrais, com casca, a farinha de centeio é escura e encorpada, contendo pouco glúten e sendo ideal para o preparo de pães.

Benefícios para saúde: saciedade, fornecimento de energia, redução de colesterol.

FARINHA DE MANDIOCA

Crua ou torrada, grossa ou fina, a farinha de mandioca é a farinha da família brasileira. Entra no preparo de diversas receitas, pirão, farofa, tutu de feijão à mineira, barreado, feijão tropeiro, cuscuz paulista, paçoca de carne seca entre outras.

Benefícios para saúde: visão, pele, reposição de energia, saciedade.

COMO CONSERVAR TODOS OS TIPOS DE FARINHA?

Para aumentar a durabilidade de todos tipos de farinha, guarde em embalagens bem fechadas ou potes de vidros, longe de produtos com cheiro forte, já que as farinhas absorvem odores.

Aproveitando o texto, que tal preparar o seu cream cracker caseiro? Tem uma receita deliciosa e fácil de preparar neste post.

Crédito das imagens: Google

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)