O que fazer em Vermont, Nova Inglaterra?

O que fazer em Vermont, Nova Inglaterra?

Procurando dicas sobre o que fazer em Vermont? Já adianto que vão pirar na beleza deste Estado americano, principalmente, se forem durante o outono. O colorido da estação atrai milhares de pessoas a região todos os anos, já que é um dos melhores lugares no mundo para ver os diferentes tons de folhagens.

Apesar de achar o outono a melhor época ever para ir a Vermont, os apaixonados pelo inverno e pelo esqui também são contemplados com belas paisagens e boas estações para praticar o esporte.

Antes de começar com as dicas sobre o que fazer em Vermont, já ouviu falar sobre este lugar? Pra não ficar nenhuma dúvida quanto a sua localização, assim como, não ter que sair deste texto para procurar no Google, vamos lá!

ONDE FICA VERMONT?

Localizado praticamente no extremo Nordeste dos Estados Unidos, Vermont pertence a uma região denominada Nova Inglaterra. Faz fronteira com o Canadá, mais especificamente com o Estado de Quebec.

Algumas pessoas, como eu, optam por cruzar a fronteira dos Estados Unidos ou do Canadá para visitar as belezas dos dois lados. Caso seja a sua ideia, confira as dicas que dei sobre a travessia de carro clicando aqui.

O QUE FAZER EM VERMONT?

Vai depender muito da estação do ano em que vai. Se for no inverno, obviamente a melhor coisa a se fazer é esquiar e aproveitar o pós ski. Se for no verão, como já fui, perambule pelas cidades, aproveite os lagos e se organize para fazer um piquenique. Mas deixarei estas estações de lado porque pra mim a melhor estação do ano para visitar é disparadamente o outono.

Entretanto, é importante falar que Stowe, por exemplo, é considerada uma das mais charmosas cidades de esqui do mundo. Nos Estados Unidos, perde somente para Telluride, no Colorado. Ou seja, se gosta de esquiar, considere uma temporada de inverno nas pistas desta graça de cidade no Estado de Vermont.

E O QUE FAZER EM VERMONT NO OUTONO?

A primeira dica que dou é não se prenda a pontos específicos no mapa ou informados em guias ou blogs. O correto é saber em quais cidades ir e por quais estradas. Digo isso porque uma alteração climática pode mexer em toda sua rota.

Quer um exemplo? Neste último outono estive em Vermont e, dois dias antes de chegar caiu uma baita tempestade. Resultado? Aceleração da queda das folhagens em muitas árvores pelo caminho.

Por isso, recomendo transitar sem muito rumo pelas Route 100 (The Skiers Highway) e Scenic Route 108 e, parar onde achar que deva parar. Há muitos trechos de cair o queixo, mas é preciso estar com os olhos bem atentos para não perder nenhum destes momentos. 

COLOQUE EM SUA LISTA CIDADES COMO…

a graciosa Quechee, a badalada Woodstock, as adoradas Stowe e Killington e ao pacato vilarejo vintage de Jeffersonville, com seus 700 habitantes. Entretanto, não se limite a elas. As cores das folhagens de Duxbury me surpreenderam e tive que parar o carro em uma estradica para contemplar toda aquela beleza. 

Em Quechee e Jeffersonville contemplará suas particularidades. Em Stowe e Killington é possível fazer várias atividades em todas as estações do ano. Uma delas é fazer o passeio de gôndola e ir até o topo das montanhas, por exemplo. Se estiver em Stowe, suba até o topo do Mount Mansfield, a mais alta montanha de Vermont (USD 29 + plus tax de gôndola). Dá para subir a pé, na raça e for free, mas precisa ter bom condicionamento e bons equipamentos de subida. 

Já em Woodstock, que é parada obrigatória, nada melhor que andar pela rua principal e perambular pelas suas galerias, lojas (inclusive de antiguidades), cafés e restaurantes. Além de ser uma das principais cidades em Vermont, é um charme a parte. (Antes que pensem ou pesquisem, não é a cidade do famoso festival).

Algumas pessoas colocam Burlington e Montpelier também na rota, mas para mim, sinceramente, o UAU das cores de outono estão na Scenic Route 108, próximas e em Stowe. As cidades de Woodstock e Stowe te darão uma boa ideia do que é Vermont na essência, mas complete esta experiência com Quechee. Não deixe de ir até a Quechee Gorge Bridge para ver a vista da estrada. Aproveite também para dar um pulo em uma fábrica de Maple Syrup em Taftsville e visitar a primeira fábrica da Ben&Jerry`s em Waterbury, próxima a Scenic Route 100. 

QUER MAIS DETALHES…

da viagem ou ver o que fizemos nesta última ida à Vermont? clique neste link e procure nos destaques o destino em nosso Instagram.

ONDE FICAR EM VERMONT?

Dê preferência a badalada Stowe para ficar bem localizado e transitar facilmente de um ponto a outro quando falamos de Woodstock, Quechee e Jeffersonville, por exemplo. Entre as opções de hospedagem, prefira o The Lodge at Spruce Peak, Trapp Family Lodge, assim como, Green Mountain Inn e Innsbruck Inn. Já fiquei no Trapp e no Innsbruck que são bem aconchegantes, mas com propostas bem diferentes. 

ONDE COMER EM VERMONT?

Por conta de nossa rota e localização do hotel, concentramos nossas comilanças nas cidades de Stowe e Woodstock. Entre as opções em Stowe, considere a super cool Idletyme Brewing Company, assim como, o Piecasso com suas deliciosas pizzas. Já em Woodstock, gostei bastante e recomendo o Worthy Kitchen, que é um diner e fica fora da rua principal. 

Além dos restaurantes, entre nos mercadinhos locais de beira de estrada. Achará muitos ingredientes frescos e feitos por produtos locais (apoie os pequenos comércios).

De resto, recomendo ao menos três dias inteiros em Vermont para que possa curtir as principais cidades com a calma que devem ser curtidas. Tenho certeza que se apaixonarão pelo Estado 😉

GOSTOU DAS DICAS SOBRE O QUE FAZER EM VERMONT? QUER ECONOMIZAR? PLANEJE SUA VIAGEM POR AQUI! 

  • Veja todos os benefícios para leitores em nosso Clube de Descontos e Vantagens, clique aqui.
  • Que tal reservar sua acomodação pagando o melhor preço? Confira opções com descontos de até 50% através deste link.
  • Sabia que o seguro viagem para os Estados Unidos é altamente recomendável? Quer viajar tranquilo e ainda ganhar milhas da Smiles? Contrate o seu com atendimento pelo Whatsapp e pontuação Smiles a cada real gasto. Além disso, leitores do blog tem desconto cumulativo de 20 a 50% com o código DESCNPD. Clique neste link e entenda como garantir o melhor preço!
  • Vai para o exterior? Saia de casa conectado com chip internacional de celular entregue em casa. Leitores do blog têm 5% de desconto com o cupom: naopiradesopila, clique aqui.
  • Alugue o carro para sua road trip com benefícios e economia. Nosso parceiro cobre o menor preço, te isenta de IOF e ainda parcela. Saiba os detalhes e obtenha tais benefícios através deste link.

Além de não te custar nada mais, terá boas vantagens e ainda ajudará na monetização do conteúdo do blog. Para cada transação realizada, receberemos uma pequena comissão. Entretanto, caso tenha que cancelar e fazer uma nova reserva, entre novamente pelos links acima. Infelizmente, os sites acima desconsideram a comissão quando isso acontece porque não conseguem rastrear a origem.

Obrigada por ajudar quem te ajuda na hora de planejar e fazer sua viagem!

Gostou das dicas? Seja mais um leitor parceiro e nos pague um café!

Se esta dica for útil a você, retribua a gentileza e ajude a gente também! Cada vez que você reserva um produto por algum dos links abaixo, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar esta plataforma e a atualizar nosso conteúdo com várias dicas bacanas e úteis a você, sem que tenha que pagar nada a mais por isso. Caso tenha que cancelar a reserva por ter encontrado um preço melhor no Booking.com ou em outro parceiro, entre novamente no link de hospedagem abaixo para fazer a transação, já que o site de hospedagem desconsidera a comissão pra gente quando ocorre o cancelamento e é feita uma nova reserva. Muito obrigada ;-)