Pagar aluguel ou comprar a casa própria?

Olá, Pessoal! Conversando com a Luci essa semana, ela me sugeriu um tema muito interessante, que é um verdadeiro dilema. Afinal: é melhor pagar aluguel ou comprar a casa própria?

Em um primeiro reflexo, muitos leitores responderiam, com convicção, que pagar a mensalidade da casa própria é muito mais vantajoso do que pagar aluguel, mas irei mostrar para vocês que não é!

Desde os primórdios, o ser humano tem a necessidade de possuir um abrigo. Foi através dos abrigos que nosso ancestrais se esconderam dos animais selvagens. Vários anos se passaram e a necessidade do ser humano, principalmente do brasileiro, em adquirir um lugar para chamar de seu esta cada vez mais vivo em nossa sociedade.

Quando pergunto para vários amigos qual o principal motivo por optar em pagar a mensalidade da casa própria à pagar aluguel. Muitos alegam que pagar aluguel é jogar dinheiro no lixo, mas será mesmo?

Quando pagamos aluguel, o valor pago para o proprietário é percentualmente muito pequeno. Muitas pessoas acreditam que esse valor é alto, pois pensam no valor absoluto e não percentual.

Primeiramente, vamos olhar da perspectiva da pessoa que já possui um imóvel. Peguemos como exemplo um imóvel que esta avaliado em torno de R$ 300 mil e o inquilino paga R$ 1.150,00 de aluguel. O proprietário está sendo remunerado pelo inquilino a uma taxa de 0,38% ao mês, isso mesmo, 0,38% ao mês, uma taxa que é inferior ao investimento mais conservador do Brasil (caderneta de poupança – veja meu post sobre o tema).

Para quem está pagando aluguel, isso é ótimo, mas se o proprietário mantivesse o valor do imóvel na poupança, teria uma rentabilidade mínima algo em torno de R$ 1.700,00 mensais.

Pensando de uma outra forma, você gostaria de receber um rendimento muito inferior a poupança para emprestar dinheiro para alguém? Claro que não! Mas é isso que ocorre com a maioria das pessoas que possuem casas de aluguel.

Outro ponto importante que devemos comentar, é que a grande maioria da população não tem o valor integral para a compra do imóvel e acabam se casando com um financiamento bancário, carregando uma dívida por praticamente toda sua vida.

Ao longo desse “casamento”, você estará pagando juros e mais juros, principalmente porque o Brasil é o país com maior taxa de juros do mundo. Isso significa, que esse “casamento a la amor eterno” custará muito mais caro para você do que você imagina.

Imagino que você está pensando: “Prefiro pagar R$ 1.500,00 por mês no meu financiamento por algo que no futuro vai ser meu a jogar R$ 1.150,00 do aluguel no lixo.” Você está completamente errado, sabe por quê?

Para quitar um financiamento imobiliário, o brasileiro usualmente demora entre 20 e 40 anos, caso não tenha um aumento considerável em sua renda ou algum evento extraordinário ao planejado em seu fluxo de caixa.

Agora, vamos supor que você optou por não pagar o financiamento de R$ 1.500,00 e, sim pagar o aluguel de R$ 1.150,00 e utilizar esses mesmos 20, 30, 40 anos do financiamento a seu favor. A diferença entre o valor do aluguel e do financiamento é de R$ 350,00. Parece pouca, né? Mas vamos ver o efeito de investir essa diferença.

Considerando uma rentabilidade bruta de 1% ao mês, que pode ser facilmente encontrada na atualidade no Tesouro Direto (veja neste link o meu post sobre o tema), você teria nada menos que:

Captura de Tela 2017-01-27 às 11.04.27Tabela 1 – Valores investidos no tesouro direto a uma rentabilidade bruta de 1% ao mês

Analisando os dados de 30 anos, você teria cerca de R$ 1.235.469,82 (ou R$ 1.050.148,92, líquido de Imposto de Renda) e caso ainda tenha vontade, poderia comprar um imóvel muito melhor e, se bobear a vista, não? Então pense muito antes de decidir a melhor alternativa entre pagar aluguel ou comprar a casa própria. Fica a dica e a reflexão!

Mais lidas
Clube de Vantagens
Economize na sua Viagem

Cada vez que você reserva um produto por algum destes links do blog, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

GARDENS <br><span class="lifestyle">Viagens e Lifestyle</span>

GARDENS
Viagens e Lifestyle

Idealizadora e fundadora do Não Pira, Desopila, apaixonada por SUP e ex bailarina do Municipal de São Paulo, largou sua carreira de executiva em uma grande multinacional para viver os seus sonhos e ter uma vida mais leve.

Leia Mais
Demais Autores
Mari Rogatoo

Mari Rogatoo

Gastronomia

Ricardo Andion

Ricardo Andion

Games & Gastronomia

Mateus Fon

Mateus Fon

Finanças

Alessandra Lopes

Alessandra Lopes

Yoga e Hawaii

Luci Orkov

Luci Orkov

Vida Saudável

Ana Paula Teixer

Ana Paula Teixer

Arquitetura & Design

RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR E-MAIL

Open chat
Olá. Podemos ajudar?
Olá. Podemos ajudar?