Possíveis impactos nas suas Finanças pós julgamento do Lula

No post da semana passada prometi que escreveria sobre o investimento queridinho de 2018 (Fundos Imobiliários). Dado o fato que amanhã ocorrerá o julgamento do ex presidente Luís Inácio Lula da Silva, peço licença aos leitores para escrever sobre os possíveis cenários e impactos nos investimentos pós tal julgamento, pois acredito que é mais necessário falar sobre ele no momento.

Infelizmente, ainda não possuímos uma bola de cristal para poder dizer o que realmente acontecerá amanhã, mas podemos prever cenários para nos blindarmos. Novamente, peço licença para comentar que não exporei meu posicionamento politico, mas sim os possíveis cenários para a decisão que ocorrerá amanhã e de que forma impactará seus investimentos.

Esbocei abaixo os três cenários mais prováveis para o julgamento:

Primeiro cenário: Lula ser condenado por 3 votos a 0. Caso esse cenário se concretize, o mercado provavelmente reagirá de forma eufórica, com a bolsa subindo vertiginosamente. Seria o pior cenário para o ex presidente, que com essa decisão, provavelmente ficará fora das eleições em 2018.

Segundo cenário: O ex presidente ser completamente absolvido das acusações. Neste cenário, a tendência é de queda na bolsa de forma drástica a curto prazo. Obviamente, este será o melhor cenário para o ex presidente, já que poderá garantir força a Lula para as urnas em 2018.

Terceiro cenário: Lula ser condenado por 2 votos a 1. Tal cenário vai exigir o aperto dos cintos, uma vez que poderá demonstrar a força do ex presidente se recompor, utilizando embargos infringentes e garantindo a sua candidatura nas urnas em 2018.

Claro que existem outros cenários que poderão ocorrer, como por exemplo, 1 voto para a condenação e 2 contrários, entretanto, os especialistas defendem que entre todos, os que possuem maior probabilidade de ocorrer são os três expostos acima.

Mas e ai Fon, como proteger os meus investimentos para esse julgamento?

É muito importante ter a consciência de que qualquer um dos três cenários pode se concretizar ou até mesmo qualquer outro que não está exposto a cima, mas precisamos avaliar caso a caso. Se o primeiro cenário se concretizar, por exemplo, é de extrema importância possuir ações de boas empresas, já que essas provavelmente se valorizariam com a euforia da condenação.

Falando no segundo cenário, é importante que você esteja com um percentual alto em dólar e renda fixa (CDB, Tesouro Direto, etc), pois o dólar provavelmente se valorizará e sua renda fixa funcionaria como uma boa proteção na euforia da queda.

Já no último cenário (“vai, não vai”) é importante que esteja posicionado em renda fixa e em ativos de maior risco (bolsa de valores, fundos imobiliários, etc) de forma equilibrada, pois ambos funcionariam nessa instabilidade.

Entretanto, como já mencionado acima é impossível prever o futuro e, infelizmente não podemos escolher apenas um cenário para apostar, como frisamos na semana passada. Sendo assim, é importante que grande parte do seus investimentos estejam em ativos de renda fixa para sua própria proteção.

No próximo texto, falaremos de Fundos Imobiliários com toda certeza.

Um abraço,

Fon

Crédito da imagem

Mais lidas
Clube de Vantagens
Economize na sua Viagem

Cada vez que você reserva um produto por algum destes links do blog, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

GARDENS <br data-lazy-src=
Demais Autores
Mari Rogatoo

Mari Rogatoo

Gastronomia

Ricardo Andion

Ricardo Andion

Games & Gastronomia

Mateus Fon

Mateus Fon

Finanças

Alessandra Lopes

Alessandra Lopes

Yoga e Hawaii

Luci Orkov

Luci Orkov

Vida Saudável

Ana Paula Teixer

Ana Paula Teixer

Arquitetura & Design

RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR E-MAIL

Open chat
Olá. Podemos ajudar?
Olá. Podemos ajudar?