Salar de Tara, Atacama – passeio e trekking personalizados no deserto

Depois de termos sobrevivido com excelência a saga de trekkings do dia anterior (Quebrada del Diablo e Quebrada de Kezala), resolvemos colocar a prova nosso corpo a uma altitude ainda maior no deserto. Era dia de conhecermos o Salar de Tara, com seus aproximados de 4.200 metros altitude e 140 km de distância de San Pedro de Atacama.

Atualmente, o Salar de Tara é um dos passeios mais procurados pelos turistas que visitam o deserto. E não é pra menos. A sua beleza contrastante faz como que esqueçamos por alguns momentos o forte vento, o frio abaixo de zero e eventuais efeitos causados pela alta altitude do local.

Flamingo28129

Duração e percurso do passeio feito com o Awasi Atacama

Trata-se de um passeio com duração aproximada de sete horas, contando o tempo de ida e volta até o Salar de Tara, localizado na Reserva Nacional Los Flamencos.Novamente, fizemos o passeio de forma personalizada e privativa com o staff do hotel que estávamos hospedadas, o Awasi Atacama, que é membro da Relais & Châteaux. Caso você não seja hóspede do Awasi Atacama é bem provável que saia mais cedo, já que o passeio não será feito de forma personalizada e com motorista particular. De acordo com as informações que tenho, além de sair mais cedo, a rota pode ser diferente da feita e descrita neste post, mas a essência será a mesma.
Caminho 1

O passeio e suas etapas

Saímos do Awasi Atacama às 9:30 hs em direção a estrada internacional, caminho para as fronteiras da Argentina e da Bolívia. A primeira parada, ainda dentro do carro, é um verdadeiro teste de resistência a altitude e ao vento misturada a paisagens de cair o queixo.Neste ponto a altitude chega a 4.800 metros, o vento é absurdamente forte e, somente os fortes saem do carro para um belo clique desértico.
Altitude

Ao fundo e na sequência de fotos, os vulcões Juriques entre outros e o famoso Licancabur.

Altitude 1

 

VulcC3A3o

Dentes batidos de tanto frio, mas feliz pelas belíssimas paisagens, não poderia deixar de pedir ao motorista para dar uma paradinha na estrada para fotografar as vicunhas, as protagonistas do deserto do Atacama.

Vicunha28129

Dizem que o seu pelo e pele resistem ao frio extremo de -15C e a prova disso é esta foto, onde uma delas está caminhando na água gélida do Rio Quepiaco.

Vicunha28229

Depois deste momento fofo na estrada, partimos em direção a Reserva Nacional Los Flamencos, cujo destino final é o Salar de Tara.

ParqueNacional

A primeira parada na reserva é para ver e fotografar uma curiosa e gigante pedra vulcânica em formato de índio, que é parte do conjunto denominado Monjes de la Pacana. Muitos chamam esta formação específica de Moai de Tara ou Monje de la Pacana.

Indio 1

O vento neste ponto é absurdo e precisa tomar muito cuidado para que nem os seus objetos, nem o seu corpo voem pelo deserto. Quase perdi minhas luvas algumas vezes no meio da ventania tentando tirar foto do celular, além de quase congelar a mão direita para o resultado final  não ficar lá essas coisas. Ademais, pode ser perigosa uma simples corridinha no deserto com força do vento e alta altitude misturadas (conselho: use somente a sua câmera e a sua GoPro).

Selfie

Seguimos até Las Catedrales de Tara (Catedrais de Tara), nossa segunda parada na reserva. A partir deste momento, caminhamos por toda aquela imensidão de paredões, também formados por rochas vulcânicas e esculpidos com o vento ao longo do tempo, até chegarmos ao Salar de Tara.

Trilha 128629

Fiquei olhando para aquela paisagem e pensando: Como pode a natureza fazer algo tão diferente e espetacular assim? – O Atacama realmente é o destino das paisagens únicas a cada quilômetro quadrado.

Trilha 128129

A trilha que liga as Catedrais ao Salar de Tara é de um quilômetro, com levíssima descida.

Trilha 128329

Durante este percurso, nos enlouquecemos de tirar fotos, mas tenha cautela com os seus equipamentos, pois o percurso é muito frio, podendo além de congelar/travar a sua câmera, zerar as suas baterias (em função do frio extremo). Para evitar isto, após cada clique, coloque seus equipamentos dentro de seu casaco para aquecê-lo.

Trilha 128729

O mais difícil na trilha é quase no seu final, quando já estamos em linha reta. A dificuldade é oriunda do forte vento que vem em sentido contrário, ocasionando um esforço muito maior a uma alta altitude. Para aliviar esta dificuldade,  beba muita água e ande mais devagar.

Trilhafinal

Toda esta dificuldade é recompensada com paisagens como estas:

Flamingo28529

 

Salar 228429

 

Salar 228529

 

Flamingo28229

 

Salar 228229

A experiência Awasi

Como parte integrante dos serviços all inclusive oferecidos pelo Awasi Atacama (membro da Relais & Châteaux) está a disposição do hóspede, um verdadeiro leque de opções de passeios que podem ser feitos a pé, a cavalo, de bicicleta ou de carro.

Awasi Atacama disponibiliza ainda aos seus hóspedes carro e guias privativos por habitação durante toda a sua estada na propriedade. Assim que desembarcamos no aeroporto de Calama, o próprio guia nos recepciona e, ao longo do caminho entre o aeroporto e o hotel, conversa conosco a fim de entender o perfil e avaliar preferências de passeios e possíveis limitações físicas, vertigens e problemas de saúde.
Guias 1

Este bate papo é iniciado no carro e continua no hotel durante uma reunião personalizada feita com o mapa da região na mesa e sugestões personalizadas do guia, que será sempre o mesmo durante toda a estada.

O gran finale Awasi

Para compensar todo esforço, como de praxe nos passeios feitos com o staff do Awasi Atacama, no final do passeio fomos recepcionados pelo motorista com uma generosa mesa de almoço contendo salada, salmão defumado, massa ao pesto, além de um bom vinho chileno, água (com e sem gás), suco e brownie e chá digestivo de sobremesa.

AlmoC3A7o28129

Tudo isso, como uma vista que não se encontra nem no melhor restaurante do Atacama.

AlmoC3A7o28229

O que levar?

Esta rota não pode ser feita sem a presença de um guia. Além de perigoso, você pode se perder no meio do deserto. Isto posto, vamos aos itens:

a) ao menos uma garrafa d´água para aliviar efeitos da altitude. Os hóspedes do Awasi Atacama tem garrafa de alumínio personalizada, além de um estoque d’água com o guia;

b) protetor solar para o rosto, braços e mãos;

c) protetor labial, a ser passado constantemente para não ressecar.

Flamingo28429

Quais roupas utilizar?

Como a temperatura média durante todo o ano é bem baixa no Salar de Tara, essencial usar camisa e calça térmicas, fleece, corta vento, casaco de plumas, gorro, luvas, meias de lã ou alpaca e óculos escuros.
A roupa de cima é para ser colocada na seguinte sequência: camisa térmica, fleece, casaco de plumas e corta vento. Dependendo da qualidade do seu casaco de plumas, o corta vento pode não ser necessário, mas o leve. Como eu estava de casaco de penas e plumas, fiquei mais aquecida e protegida dos fortes frio e vento.
Roupa 1
A roupa de baixo é para ser colocada na seguinte sequência: calça térmica e outra calça larga, mas isolante por cima. Caso não se sinta confortável só com estas duas calças, coloque uma calça de lã entre as outras duas.

Use meias grossas e térmicas – na ausência, duas meias de lã ou uma boa meia de alpaca ajudam.

Óculos escuros, gorro, meias e um bom tênis de trekking são artigos obrigatórios.

Roupa
É bom saber que…
Muitos fazem este passeio mais no final da viagem em função da alta altitude, mas não senti nada além de uma leve e constante dor de cabeça.
Informações Awasi Atacama –

Localização: Caracoles 4, San Pedro de Atacama, Región de Antofagasta, Chile
Site Relais&Châteaux, contempla esta e outras propriedades: https://www.relaischateaux.com/br/
Email para informações e reservas: info@awasi.cl
Telefone: +(56 2) 2233 9641 ou toll free no Brasil: 0800 892 1347
Saiba mais sobre o Awasi através do meu relato independente – relato Awasi Atacama
Dicas para planejar a sua viagem ao Atacama – 

Neste link, texto com dicas práticas e úteis para te auxiliar no planejamento de sua viagem ao Atacama -> Atacama – dicas práticas e úteis para ler antes de ir
Considerações finais – 
Nosso projeto contou com o apoio e parceria da Relais & Châteaux, bem como do Awasi Atacama, sendo que o relato acima foi escrito de forma totalmente independente pela autora deste blog.
Para quem quiser ver mais fotos e fatos da nossa viagem ao Atacama, basta procurar nas redes sociais pela hashtag #JustFunChile . O projeto criado pelo Peripécias juntamente com os blogs Territórios e Guia Mundo Afora. Para quem quiser ter acesso a outras percepções da mesma viagem, confira também os relatos e vídeos feitos pelas meninas em seus respectivos blogs.
Mais lidas
Clube de Vantagens
Economize na sua Viagem

Cada vez que você reserva um produto por algum destes links do blog, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

GARDENS <br><span class="lifestyle">Viagens e Lifestyle</span>

GARDENS
Viagens e Lifestyle

Idealizadora e fundadora do Não Pira, Desopila, apaixonada por SUP e ex bailarina do Municipal de São Paulo, largou sua carreira de executiva em uma grande multinacional para viver os seus sonhos e ter uma vida mais leve.

Leia Mais
Demais Autores
Mari Rogatoo

Mari Rogatoo

Gastronomia

Ricardo Andion

Ricardo Andion

Games & Gastronomia

Mateus Fon

Mateus Fon

Finanças

Alessandra Lopes

Alessandra Lopes

Yoga e Hawaii

Luci Orkov

Luci Orkov

Vida Saudável

Ana Paula Teixer

Ana Paula Teixer

Arquitetura & Design

RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR E-MAIL

Open chat
Olá. Podemos ajudar?
Olá. Podemos ajudar?