Imposto de Renda 2018: Preparado para enfrentar o leão?

No dia 23 de fevereiro de 2018, a Receita Federal do Brasil liberou as regras e as datas para declaração do Imposto de Renda 2018, referente ao ano base de 2017. As declarações começaram a ser processadas e transmitidas pelos contribuintes no dia 01 de março, sendo o prazo limite de entrega o dia 30 de abril. Caso o contribuinte não entregue a sua declaração nas datas, a multa que varia entre R$165,74 e até 20% do imposto devido será aplicada.

A restituição do imposto ocorrerá entre os meses de junho a dezembro de 2018. Pela regra, quem entrega primeiro o imposto receberá a restituição primeiro, entretanto portadores de doenças grave, idosos e deficientes têm prioridade no recebimento da restituição.

QUEM DEVE DECLARAR?

Não ocorreram alterações e/ou correções em relação a tabela do ano passado e estão sujeitos a declaração todos os residentes no Brasil ou brasileiros que tenham recebido rendimentos anuais e tributáveis acima de R$ 28.559,70 no exercício de 2017. Para pessoas que exercem atividade rural, o valor muda para R$142.798,50 anuais.

Estão também obrigadas a declarar, contribuintes que tiver posse de bens ou direitos ou propriedades superior a R$ 300.000, que realizaram transações em bolsa de valores, que receberam renda não tributável ou tributada na fonte ou renda isenta, exclusivamente, cuja a soma tenha sido superior a R$40.000,.

Com isso, só estão isentos da declaração do Imposto de Renda 2018 os residentes no Brasil ou brasileiros que tiveram renda relativa a pensão, reforma ou aposentaria, que recebem menos de R$ 1.903,98 mensais ou que possuem as seguintes doenças: mucoviscidose, hanseníase, Aids, alienação mental, cegueira, cardiopatia, contaminação por radiação, fibrose cística, neoplasia maligna, osteíte deformante , tuberculose ativa, espondiloartrose anquilosante, esclerose múltipla e doença de Parkison.

TIPOS DE DECLARAÇÃO

Existem dois tipos de declaração: a completa e a simplificada. Na declaração completa, é possível informar individualmente cada gasto: dependentes, pagamentos escolares, plano de saúde etc. Optando por essa declaração é possível utilizar deduções acima de R$ 16.754,34.

Com relação a declaração simplificada, todos os rendimentos que são tributáveis são somados e, sobre este valor, ocorre um desconto de 20% sobre a base de cálculo do imposto, sendo a dedução máxima permitida de R$16.754,34.

A declaração simplificada é indicada para as pessoas que tenham poucas despesas para deduzir.

DEPENDENTES

A grande mudança com relação aos dependentes é que em declarações anteriores, o CPF era exigido para crianças acima de 12 anos. Com a mudança, a Receita Federal passa a exigir que dependentes acima de 8 anos tenham CPF. Podem ser declarados dependentes de um contribuinte filhos de até 25 anos de idade e companheiros (união estável ou casamento). A dedução máxima de cada dependente é de R$2.275,08  e com educação R$3.561,50.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

O aplicativo da Receita Federal é bem intuitivo e você não conseguirá declarar se não tiver o seguintes documentos:

  • Dados pessoais (CPF,RG, dados bancários, endereço, título de eleitor etc);
  • Informes de rendimentos de todas instituições;
  • Documentos referente a outras fontes de renda;
  • Demais documentos que necessitam ser declarados ao fisco (compra e venda de ações, despesas médicas, despesas escolares, informações dos dependentes etc).

PRA QUEM FOR PAGAR IMPOSTO…

O imposto a ser pago pode ser dividido em até 8 cotas mensais, desde que o valor de cada parcela seja superior a R$50,. A primeira parcela deve ser paga até o dia 30 de abril e as próximas serão pagas no último dia útil de cada mês, acrescida de juros. É importante você se planejar e verificar se o que compensa é realizar o pagamento integral ou parcelar, de forma que o juros que serão pagos seja inferior ao juros do investimento que você pode fazer.

APLICATIVO DA RECEITA

O aplicativo da receita pode ser baixado aqui.

Ficou alguma dúvida sobre o Imposto de Renda 2018? Comenta aqui embaixo!

Um abraço,

Fon

Mais lidas
Clube de Vantagens
Economize na sua Viagem

Cada vez que você reserva um produto por algum destes links do blog, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

GARDENS <br><span class="lifestyle">Viagens e Lifestyle</span>

GARDENS
Viagens e Lifestyle

Idealizadora e fundadora do Não Pira, Desopila, apaixonada por SUP e ex bailarina do Municipal de São Paulo, largou sua carreira de executiva em uma grande multinacional para viver os seus sonhos e ter uma vida mais leve.

Leia Mais
Demais Autores
Mari Rogatoo

Mari Rogatoo

Gastronomia

Ricardo Andion

Ricardo Andion

Games & Gastronomia

Mateus Fon

Mateus Fon

Finanças

Alessandra Lopes

Alessandra Lopes

Yoga e Hawaii

Luci Orkov

Luci Orkov

Vida Saudável

Ana Paula Teixer

Ana Paula Teixer

Arquitetura & Design

RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR E-MAIL

Open chat
Olá. Podemos ajudar?
Olá. Podemos ajudar?