[gtranslate]
lugares para conhecer no maranhao lencois maranhenses lugares para conhecer no maranhão lençóis maranhenses

8 dias de roteiro pelos Lençóis Maranhenses

Que tal um roteiro pelos Lençóis Maranhenses exclusivo e imersivo para conhecer de verdade esta belezura brasileira? O destino sempre esteve na minha lista de destinos, mas por conta do curto período em que é possível ver as lagoas cheias coincidir com outro compromisso ou contratempo, não conseguia ir. Sempre falava: Ano que vem, eu vou! e nunca ia rs

Até que coloquei na minha cabeça: de 2023 não passa, nem que eu vá sozinha! E foi o que aconteceu. Este ano consegui realizar meu sonho e riscar mais um destino de minha wishlist. Claro que para ir e conhecer de verdade é imprescindível fazer o roteiro pelos Lençóis Maranhenses com quem realmente explorou cada canto das bases em Barreirinhas, Atins e Santo Amaro. 

Há uma série de opções de roteiro pelos Lençóis Maranhenses de poucos dias, que dão apenas uma noção da enormidade e beleza estonteante. Mas cá para nós, será que faz sentido só ter uma amostra de um dos lugares mais especiais para ir neste mundão? Eu, sinceramente, acredito que não. Para mim, viajar de verdade é conhecer, explorar e não “dar uma passadinha”. Por isso, indico de olhos fechados e recém explorados o roteiro pelos Lençóis Maranhenses com o Maurício Oliveira, meu amigo há anos e tem feito um trabalho incrível no destino com suas expedições nos Lençóis e outros destinos brasileiros. Para falar com ele e ter ideia de valores e calendários, aqui está seu Whatsapp

lencois maranhenses lençóis maranhenses

Ao contrário das opções que vemos circulando pela internet, o roteiro além de ser bem completo é imersivo. Temos contato com o cultivo da mandioca e respectiva farinha, comunidades quilombolas e seus artesanatos, gastronomia local entre outras.  

Bora lá saber como foi a minha experiência e o roteiro pelos Lençóis Maranhenses de 8 dias que fiz?  Caso queria conferir os vídeos e fotos da viagem, dê um pulo no meu Instagram -> @naopiradesopila

ROTEIROS PELOS LENÇÓIS MARANHENSES

DIA 1 – SAÍDA DE SÃO LUÍS, CHEGADA EM ATINS

Saímos bem cedo com o transfer do hotel em São Luís de forma terrestre rumo a cidade de Barreirinhas. São 4 horas de viagem, com parada rápida para café, toilet etc. De lá partimos de lancha via Rio Preguiças para nossa primeira parada, almoço no restaurante Barracão da Graça em Vassouras. Alguns chamam de pequenos Lençóis Maranhenses ou também conhecido como  aperitivo de tudo que veremos pela frente nos próximos dias. 

O restaurante Barracão da Graça é um charme à parte e totalmente instagramável. Além de comer o prato típico, que é o delicioso robalo grelhado (R$50, individual), vale a pena dar um mergulho no rio, conhecer os espaços, os macaquinhos que por lá habitam e, claro, descansar da longa viagem. De lá, seguimos de lancha até o Farol Preguiças (entrada gratuita) para desfrutar de um incrível pôr do sol com vista lá de cima para a costa antes de chegarmos efetivamente em Atins, um lugar muito charmoso e bem preservado. 

lencois maranhenses lençóis maranhenses

Para chegarmos até nossa pousada, o transporte foi com jardineira para entrarmos efetivamente no clima da região. Em Atins, as ruas são de areia fofa, o que também já é um pré-treino para os próximos dias nas dunas rs – No roteiro dos Lençóis Maranhenses, as noites são livres, até para que tenha uma pausa da galera. Mas vou te contar uma coisa: não nos desgrudamos! A turma era muito gente boa e seguimos juntos em todas as refeições até o final. 

A recomendação do Maurício para o jantar em Atins foi a Casa de Juja, que é um restaurante ou ateliê de gastronomia, como eles denominam, com uma comida de comer rezando e uma decoração elegante e que referencia onde tudo começou, a própria Casa de Juja. Ela não está mais conosco neste plano, mas foi uma cozinheira de mão e coração cheios. Um de seus pratos, o Sonho de Juja, foi baseado em um sonho que teve. Já o carro chefe da casa é o Arroz do Mar (lagostins, camarões, patinhas de caranguejo, mexilhões misturados ao arroz cremoso), que foi minha pedida. UAU! 

lencois maranhenses lençóis maranhenses

DIA 2 – ATINS

O segundo dia pode começar em um ritmo mais lento e leve ou logo com uma aventura. Tudo dependerá de seu ritmo. No roteiro pelos Lençóis Maranhenses da expedição do Mau, a manhã é livre para curtir a praia de Atins junto com a turma do kitesurf, mas se preferir uma emoção, há um passeio opcional recomendado: quadriciclo pelas dunas. Peguei carona com o Luís, guia e condutor de quadri e fui explorar os Lençóis de uma maneira mais aventureira.

lencois maranhenses lençóis maranhenses

O passeio de quadriciclo foi nossa “estreia” nas lagoas, o que já o tornou inesquecível. Mas o conjunto de lagoas misturado a vibe da galera que deram um tom ainda mais especial ao passeio, que custa R$ 500, por quadri + R$ 100 do guiamento. Para quem optou por ficar de boa na Praia de Atins, a opção também é maravilhosa, já que o visu dos kites e a vibe do mar já dão um toque especial. Recomendo que almocem no restaurante da Silvana, o Cabana do Peixe, que tem uma comida deliciosa, segundo meus colegas de expedição e pessoas locais. 

lencois maranhenses lençóis maranhenses

Na parte da tarde, partimos todos para o primeiro contato oficial do grupo nas lagoas dos Lençóis Maranhenses. E, para batizar a galera, nada mais justo que descer ladeira abaixo de areias fofas até chegar na água e por lá ficar por um bom tempo. Antes de retornarmos, uma parada para contemplar o pôr do sol do alto de uma duna. É exatamente neste momento que começamos a entender porque este local é considerado mágico. 

DIA 3 – SAÍDA DE ATINS, CHEGADA EM BARREIRINHAS

Com aquele quentinho no coração, foi a hora de nos despedirmos de Atins rumo a Barreirinhas. Saímos cedo em direção a primeira parada, o povoado quilombola de Marcelino. Fomos muito bem recepcionados pela Sônia, que nos mostrou com é o processo de seleção, separação e tingimento do buriti. Tudo feito de forma artesanal e com elementos naturais cultivados no local. A partir deste processo é que as artesãs confeccionam bolsas, colares e demais itens tendo como matéria prima o buriti. 

Um trabalho bárbaro, com peças lindíssimas e com valores acessíveis. Neste dia você não pode esquecer de levar dinheiro em espécie, já que tenho certeza de que algo levará! O valor médio das bolsas é de R$ 180, que certamente, que mora em grandes centros as encontrará em lojas como Animale por pelo menos o quádruplo do preço.   

lencois maranhenses lençóis maranhenses

Da arte feita com buriti fomos para o povoado Tapuio, em que o Zequinha explica com todos detalhes sobre os tipos de mandioca e nos mostra o processo de produção. Uma aula não somente de mandioca, mas também de vida. No final da visita, encontrar Dona Mario José é para fechar com chave de ouro. E é claro, não dá para sair de lá sem comprar a farinha e a cocada, que é de comer rezando por sinal.

SOBREVOO PELOS LENÇÓIS MARANHENSES E PÔR DO SOL 

Depois da pausa para almoço, a tarde é livre para curtir a pousada ou para fazer de forma opcional o sobrevoo pelos Lençóis Maranhenses. Como era o dia do meu aniversário optei pelo sobrevoo, mas tive uma série de dores de cabeça com a empresa que faz a experiência, que foram desde a rota até a falta de controle dos processos, mas enfim…passou! rs – O valor da experiência é de R$ 650, por pessoa em 30 minutos de sobrevoo 

lencois maranhenses lençóis maranhenses

Na volta, para fechar com chave de ouro este dia tão especial para mim, fomos até o deck da pousada tomar um banho de rio e contemplar um pôr do sol pra lá de especial. Claro que depois teve uma comemoração de aniversário com boa comida e bons drinks. Aloha! 

DIA 4 – BARREIRINHAS

Nem os bons drinks e celebrações tiraram a nossa disposição para acordarmos no outro dia às 2:30 da manhã para enfrentarmos uma longa estrada até chegarmos nas dunas e contemplarmos o nascer do sol. Outra experiência incrível, acompanhada de um belo café da manhã com diversos produtos locais e feitos por locais. Rolou até yoga enquanto o sol não nascia de forma plena. 

lencois maranhenses lençóis maranhenses

Depois da comilança, uma manhã inteira de queima de calorias com longa caminhada pelas dunas, obviamente, com paradas em algumas lagoas para nos refrescarmos do forte calor e da areia fofa, que é um “plus a mais” na malhação com vista maravilhosa rs – Neste momento estava me sentindo uma peregrina, que não via o momento de chegar o final da linha. É uma caminhada bem puxada, mas que vale cada esforço para contemplar e explorar de verdade as belezas dos Lençóis Maranhenses. 

Depois de tanto esforço, pausa para um almoço demorado e preguiçoso, com total merecimento, já que vinha pela frente mais uma caminhada. A última do dia e para contemplar o pôr do sol em um cenário espetacular, como sempre. É nessas horas que vemos a diferença de estarmos com alguém que realmente conhece os Lençóis Maranhenses. Maurício manda bem demais no roteiro de suas expedições! 

lencois maranhenses lençóis maranhenses

DIA 5 – SAÍDA DE BARREIRINHAS, CHEGADA EM SANTO AMARO

Partimos cedo de Barreirinhas em direção à nossa pousada em Santo Amaro. Assim que chegamos por lá, nos deparamos com uma piscina no formato de uma duna. E foi nosso momento de “piscininha, amor!” e almoço antes do próximo compromisso. 

Diferentemente do que estava previsto no roteiro, Maurício nos convidou a viver uma experiência diferente: revoada dos guarás na cidade de Primeira Cruz, com direito a parada na Praia do Veado. Foi a primeira vez que vi uma revoada e foi maravilhoso, principalmente, por conta do pôr do sol que veio na sequência. O mais bonito de todos durante a expedição. 

lencois maranhenses lençóis maranhenses

DIA 6 – SANTO AMARO

Se no dia anterior demos uma pausa, no sexto dia de expedição pelos Lençóis Maranhenses, foi o que mais vimos e aproveitamos as lagoas e seus contrastes com as dunas. Começamos na região de Ponta Verde, com parada para almoço no Rancho das Canoas, um restaurante delícia e raiz na comunidade. De verdade, o melhor camarão empanado que comi por toda a rota. Foi lá também que provei a deliciosa Magnífica, cerveja local feita com mandioca.

Na parte da tarde, um mini trekking pelas Lagoas Emendadas. Como parte do parque nesta área é protegido pelo ICMBio, as jardineiras nos deixam em determinado local para que o restante do trajeto seja feito a pé. Além da imensidão de dunas e lagoas de beleza estonteante que vemos durante toda caminhada, o pôr do sol, que encerra o dia, é visto de um duna com mais de 60 metros de altura. 

lencois maranhenses lençóis maranhenses

DIA 7 – SANTO AMARO 

Começamos o dia com uma iniciativa bem bacana de conscientização e turismo responsável organizada pelo Maurício. Não sei se sabem, mas diariamente, desembocam na praia que margeia os Lençóis Maranhenses, muito lixo vindo de mar aberto de diversos lugares do mundo. Não é nada raro ver embalagem de produtos gringos bem na beira da praia. 

Vendo a quantidade enorme de lixo deixada na praia e vinda do oceano, o Mau resolveu deixar um espaço na expedição aberto incentivando os expedicionários a fazer uma breve coleta desse lixo de forma voluntária. Pois bem, arregaçamos as mangas e, em menos de meia hora, recolhemos uma série de impurezas. Believe or not, faltaram sacos e espaço para o lixo nas jardineiras.

lencois maranhenses lençóis maranhenses

Depois da ação, um banho de mar, seguida de um delicioso almoço, com direito a cocada na telha feita na hora. Um almoço sem pressa até retornarmos a pousada e corrermos para um banho de rio, com direito a mais um pôr do sol, o último da expedição. Neste dia também fizemos um jantar de confraternização no Bar do Gordo, que serve seu famoso camarão da Malásia (R$ 180, para duas pessoas), que além de enorme e delicioso, vem acompanhado do melhor arroz de cuxá que comi durante toda viagem pelo Maranhão.

lencois maranhenses lençóis maranhenses

DIA 8 – SANTO AMARO, COM RETORNO À SÃO LUÍS 

Para nos despedirmos de Santo Amaro e dos Lençóis Maranhenses, claro que seria mais um dia especial. Foi uma manhã inteira em uma das lagoas mais lindas e maiores de todo trajeto. Além de caras, poses e muitas fotos e vídeos, vários momentos para celebrar mais um sonho de viagem realizado com novos amigos, de diferentes partes do Brasil, e que estarão no meu coração, pra sempre. Foi muito especial ter passado meu aniversário com eles, com o Mau, meu amigo de mais de uma década e com os Lençóis Maranhenses como cenário. 

lencois maranhenses lençóis maranhenses

VALOR DA EXPEDIÇÃO PELOS LENÇÓIS MARANHENSES

O valor da expedição pelos Lençóis Maranhenses organizado pelo Maurício dependerá do tipo de acomodação que estará (single, duplo ou triplo). Em 2023 os valores no meu grupo foram respectivamente R$ 5.797, R$ 6.197 e R$ 7.597. 

O que está incluso? Todas as hospedagens, com café da manhã e transfers. 

Os almoços e jantares são a parte, assim como todos os passeios opcionais.

A expedição não inclui hospedagem em São Luís, cidade em que a van pegará cada um dos expedicionários em seus respectivos hotéis. 

lencois maranhenses lençóis maranhenses

O QUE LEVAR NA MALA PARA OS LENÇÓIS MARANHENSES

Para uma expedição pelos Lençóis Maranhenses, o segredo é fazer uma mala de mão inteligente. Nem pensar em ir com uma mala maior por conta dos deslocamentos e espaço nos meios de transportes (barco, lancha, van etc).

Não pode faltar em sua mala para os Lençóis Maranhenses: protetor solar de corpo FPS 30 pra cima, protetor solar de rosto e lábios, boné de preferência com fator UV, que cubra o pescoço e tenha corda. Se levar chapéu, leve com elástico bem forte. Além do sol forte, venta bastante na região das lagoas e dunas. 

Leve roupas leves, com secagem rápida, já que são poucos dias em cada canto. Também é importante levar shampoo, condicionador e hidratante em frascos menores para ocupar menos espaço. Salto alto e/ou sapato social são itens que ficam de fora, já que estarão nas ruas de areia em quase todos os lugares. Traga um par de chinelos e, se for mulher, duas rasteirinhas no máximo. Lembre-se que sempre terá aquele souvenir ou presente que vai querer trazer e o espaço na mala é importante. 

lencois maranhenses lençóis maranhenses

É importante também levar remédios para dor de cabeça, estômago e afins, além de suas medicações recorrentes. Não são todas as cidades que tem estrutura boa de farmácia. 

Um item básico também para levar é camisa UV para proteção do sol durante as caminhadas. Não levei e tive que me proteger mais do sol. Boas pedidas também são mochila e capa de celular impermeáveis. Por fim, leve seu corpo e alma presente para curtir da melhor forma os Lençóis Maranhenses. Mais dicas, dê uma olhada neste post que fiz sobre mala de praia, que é similar ao que precisará por lá: mala de viagem para praia

QUE DIA É IDEAL CHEGAR EM SÃO LUÍS?

Recomendo chegar dois dias antes e ficar dois dias depois da expedição para conhecer São Luís, Alcântara depois da expedição e, Raposa (Fronhas Maranhenses) e São José de Ribamar antes da expedição. Na cidade de Raposa terá um aperitivo do que será a ida aos Lençóis Maranhenses. 

Fui em cada um destes lugares e têm posts detalhados aqui no blog, bora conferir?

O QUE FAZER EM SÃO LUÍS

ALCÂNTARA, ALÉM DAS RUÍNAS

FRONHAS MARANHENSES: RAPOSA COM SÃO JOSÉ DE RIBAMAR

No mais, minha melhor dica é fazer uma imersão no Maranhão. Um estado rico em cultura, belezas naturais e camarões bem servidos em todos os lugares que for. 

lencois maranhenses lençóis maranhenses

ESPECIAL AGRADECIMENTO

Não posso terminar esse texto sem deixar um especial agradecimento ao meu querido amigo Maurício Oliveira, que me proporcionou uma experiência incrível nos Lençóis Maranhenses. Ensaiei para ir ao destino umas três vezes e, sem pensar duas vezes, sempre com a ideia de ir em sua expedição. Para quem quiser viajar com o Mau, em 2024 rolarão vários grupos para destinos como Rota das Emoções, Bonito e Pantanal, Bahia, Lençóis Maranheses e Paraíba (este último comigo e com ele).

Para saber de cada uma delas, datas, valores e afins, acesse o link e fala diretamente com o Mau -> Whatsapp para saber mais sobre as expedições – O cronograma de 2024 para os Lençóis Maranhenses e para a Rota das Emoções já está definido e, para começar a viajar pelo destino, recomendo que acompanhem o Insta do Mau, que tem um vídeo melhor que o outro pra gente suspirar! -> @aventureiros

Um beijo enorme, Gardens

lencois maranhenses lençóis maranhenses

Mais lidas
Clube de Vantagens
Economize na sua Viagem

Cada vez que você reserva um produto por algum destes links do blog, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

Picture of GARDENS

GARDENS

Viagens e Lifestyle

Idealizadora e fundadora do Não Pira, Desopila, apaixonada por SUP e ex bailarina do Municipal de São Paulo, largou sua carreira de executiva em uma grande multinacional para viver os seus sonhos e ter uma vida mais leve.

Leia Mais
Demais Autores
Picture of Mari Rogatoo

Mari Rogatoo

Gastronomia

Picture of Fran Galvão

Fran Galvão

Estilo

Picture of Ricardo Andion

Ricardo Andion

Games & Gastronomia

Picture of Mateus Fon

Mateus Fon

Finanças

Picture of Alessandra Lopes

Alessandra Lopes

Yoga e Hawaii

Picture of Luci Orkov

Luci Orkov

Vida Saudável

Picture of Ana Paula Teixer

Ana Paula Teixer

Arquitetura & Design

RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR E-MAIL

Open chat
Olá. Podemos ajudar?
Olá. Podemos ajudar?