qual e o seu proposito de vida

Sinto muito por 2020. Seja generoso, 2021!

Estamos quase em 2021, deixando para trás um 2020 com muito pesar, conflitos, adaptações, algumas alegrias e renovações. Poucos privilegiados não tiveram ao menos uma perda familiar e/ou desequilíbrio emocional e/ou instabilidade financeira durante este ano tão atípico.

Comecei 2020 com a esperança de que seria o meu ano de renovação profissional. E, realmente foi. Infelizmente, não imaginava que esse mesmo 2020 tiraria de mim um dos meus pilares. A perda de um pai é dolorosa, não só pela ausência do amor e carinho mútuo de alguém tão próximo, mas também por conta da cruel falta de empatia das pessoas que cuidam dos processos burocráticos que envolvem este tipo de luto. 

Sem qualquer dúvida, este foi o ano mais difícil e maluco de toda minha vida. Exigiu a todo momento que tivesse equilíbrio, serenidade e paz no coração nas tomadas de decisão em cenários completamente incertos. Nunca esteve tão longe das minhas mãos o controle da situação. Foram muitos 7×1 e outros muitos 1×7. 

Tenho certeza de que não fui exceção, entretanto, sei que meu estilo de vida e privilégios me colocaram passos à frente e foram responsáveis por eu conseguir de um jeito ou de outro levar apoio remunerado ou voluntário a muitas pessoas. A minha grande vantagem frente aos colegas do mercado corporativo é que já tinha enraizado o anywhere office há muitos anos em meu cotidiano. 

Já a minha grande vantagem em relação aos colegas empreendedores é ter tido um sólido plano B, com uma bela rede de contatos para aplicá-lo. Minha enorme desvantagem foi trazer algo completamente novo e sem o crachá atual de uma grande corporação no peito, mas nada que a temperança, a credibilidade, a sabedoria e a consistência não resolvessem. Fui testada e retestada diariamente se o tal do Não Pira, Desopila que tanto prego realmente não era fake news rs

Falei bastante sobre essas bolhas e minhas mudanças no último relato por aqui. Hoje, trago um olhar também para quem está fora de tudo isso, sem estabilidade financeira e o conforto de um lar instagramável. Como será que as pessoas em situação de vulnerabilidade sobrevivem até hoje a uma pandemia? Essa foi apenas uma das perguntas que mais martelaram meu coração a todo momento esse ano. Por essas e outras, eu sinto muito por 2020 ter existido. 

Apesar de acreditar que é o ano em que iniciamos um divisor de águas, em que começamos a entender o que e quem importa, há muito o que aprender. Enquanto não formos generosos, solidários e amorosos uns com os outros, o atual cenário em que vivemos ainda prevalecerá por anos. É preciso ser DE VERDADE intolerante e contra o racismo, o bullying, o assédio, a desigualdade, o machismo e tantos outros comportamentos inaceitáveis e que impedem que tenhamos um progresso, humanidade e justiça e não retrocesso. 

DOAÇÕES X COMÉRCIO ELETRÔNICO

Apesar de ser o ano que o brasileiro mais comprou pela internet por conta do medo (em todos os sentidos) e da praticidade, me assusta o número de doações cair drasticamente. A teoria ou até lógica de dizer que as doações caíram por conta da crise, por conta do desemprego etc cai por terra quando vemos o exponencial crescimento do comércio eletrônico. 

Nos primeiros meses de pandemia tinha uma enorme esperança de que as pessoas realmente estavam mais empáticas e que colocariam o hábito das doações em seus orçamentos, entretanto, não foi o que vimos acontecer. (Não adianta bater o pézinho do outro lado da tela e discordar. Isso é um fato rs)

É preciso fazer uma série de reflexões sobre nosso comportamento e a destinação de nossos recursos. É preciso olhar para os lados e não se vitimizar. Sinto muito por 2020 ter sido um ano tão duro para os que vivem nas comunidades. Essas pessoas tiveram uma enorme dificuldade de colocar um prato de comida dia após dia na mesa de suas casas, enquanto muitos compravam compulsivamente itens dos mais variados pela internet. 

Se chegou até aqui, duas perguntas: você continua doando recursos ou seu tempo para pessoas com impacto social? Utiliza tudo que comprou online durante 2020?

Não quero dar sermão a ninguém, mas acredito ser válida a reflexão. Do meu lado, digo que nunca contribui tanto com o meu tempo e com meus nada estáveis recursos. Se não tiver grana, doe ao menos um pouco do seu tempo. Garanto que será uma das melhores e mais felizes experiências de vida que terá!  

CIRURGIA PLÁSTICA?

Se tem uma coisa que me fez desacreditar das pessoas em 2020 foi a quantidade de plásticas realizadas. Houve um aumento expressivo de pessoas procurando cirurgiões para ficarem com a aparência similar aos seus filtros no Instagram. Pasmem!!!!

É claro que fazer uma correção em algo que mexe com a sua autoestima é absolutamente saudável, mas “plástica filtro de Instagram” é o cúmulo da falta de noção em tempos tão sensíveis e que pedem mais compaixão.

continue bem fique bem

PRESSÃO POR EMPATIA E INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Nunca na história desse país foram tão cobradas empatia, inteligência emocional e redução de gastos por parte dos líderes das organizações. Também nunca foi tão cobrada energia, produtividade e presença de colaboradores. As pessoas, incluindo as tomadoras de decisão, estão exaustas demais para serem cobradas por perfeição. Parem de se maltratar, por favor! 

É preciso reconhecer o avanço e os esforços que tanto empresas, quanto líderes e colaboradores fizeram durante todos esses meses. O momento é de se respeitarem e fortalecerem suas relações. Façam suas próprias reflexões e, nunca se esqueçam, que um líder jamais será um chefe. Um colaborador que quer ter uma carreira diferenciada raramente será medíocre em suas atitudes. Empresas que querem bem seus funcionários, promovem consistentemente o bem-estar individual e coletivo.   

FAMÍLIA CORPORATIVA E DE SANGUE

Há boatos de que quem não se uniu durante a pandemia, se separou. Pra mim, onde havia amor, ele venceu. Onde havia comodismo, a falta de amor separou. Não tenha dúvida de que 2020 foi o ano que mostrou a cada um dos que tinham rotinas de escritório o impacto dos colegas de trabalho em suas vidas. Afinal, conviver em média 8 horas por dia com um grupo de pessoas e não o considerarem parte de uma família corporativa é um ato de negacionismo sem fundamento.  

HOME OFFICE, OFFICE OU HÍBRIDO?

Ahhhhh…quem está no Linkedin sabe que essa foi a pergunta do ano! Mesmo quando o assunto ainda era embrionário para muitos de vocês, tive a oportunidade de compartilhar minha experiência e consistente preferência pelo modelo híbrido. Obrigada por ler e escutar meus pontos de vista 🙂 

Depois de 2020, está mais do que claro que o modelo 100% escritório ou 100% home office não é a melhor opção para a maioria das pessoas. É preciso ter dinamismo, cultura organizacional e um pouco de informalidade nas relações profissionais. 

Quando em home office, não abusem das video calls, por favor! Danos como esgotamento emocional e mental são algumas das crueldades que este tipo de comportamento traz. 

ALIMENTAÇÃO. OI?

Até agora sou uma inconformada em relação a este ponto. Se a principal causa por estarmos vivendo essa pandemia infindável provavelmente foi a alimentação de um ser de luz, qual é o motivo pelo qual não discutimos a alimentação e consumo da proteína animal? 

Sabiam que a pecuária polui mais que muitas indústrias? 

SEJA GENEROSO 2021? 

Temos o costume de colocarmos a culpa no ano, mas nunca em nossos hábitos ou atitudes, né não? Eu mesma me pego falando: Ah 2020, que ano maluco! Será que sobrevivo a 2020? Esse ano é um Eita atrás de Eita! 

Claro que somos apegados a datas, acontecimentos e ciclos. Esse ano será marcante em todos os sentidos para muitos de nós. Estamos cansados de não podermos estar com todos, de usar máscara, de não poder andar por aí livremente. Muitos fizeram por muitos, apesar das incredulidades, do ainda tão presente preconceito e falta de empatia.

Entretanto, antes de pedir para que 2021 seja generoso não só comigo, mas com todos nós, prometi a mim mesma que serei ainda mais solidária com as pessoas e que serei grata a vida, mesmo com a perda do papai e tantos outros tristes acontecimentos.

Se quero um ano melhor, as coisas não acontecerão caindo do céu. Além de acreditar, precisarei novamente arregaçar as mangas e batalhar por um mundo mais humano, alegre e justo, sem vitimismo. E, quando estiver difícil e pensar em desistir, tenho certeza de que a esperança baterá no meu coração e dirá: Bora!?

Infelizmente, algumas consequências negativas ainda estão por vir. Os períodos pré e pós vacina serão marcados e amargurados por pelo menos uns cinco anos, no meu ponto de vista. Acredito também no castigo na economia, nas estruturas, na inteligência emocional e nas relações interpessoais.

Entretanto, tenho fé de que depois de anos de tempestade, a bonança virá gradativamente. Será preciso muita resiliência, amor, união, esperança e temperança para enfrentar os próximos anos, mas não podemos desistir! Certamente, um modelo mais inteligente, convergente e ágil será um dos melhores legados de todo esse pesadelo. Veremos muitas empresas de diferentes setores unindo forças pelas mais diversas frentes.

Quero acreditar também que teremos um mundo mais humano e menos desigual ao longo do tempo. Não há mais espaço para pessoas abusivas, possessivas, egoístas e monstruosas.

mulher sentada em um coqueiro na praia a importancia de um cracha 2

SINTO MUITO E GRATIDÃO POR 2020. SEJA GENEROSO, 2021!

Agradeço sempre que posso 2020 pela oportunidade de viver com base no que acredito e no meu propósito de vida pessoal e profissional. Também agradeço pela oportunidade de ter conseguido ajudar o próximo em diversas frentes. 

Gratidão eterna à família e aos amigos, que me consolaram, me deram oportunidades e me apoiaram, principalmente, após a perda do papai. Sem vocês, o caminho teria sido ainda mais espinhoso.

Sinto muito por 2020 ter levado meu papai, meu Xuxu! Sei que ele está lá de cima olhando por mim, juntamente com seus pais e irmãos, inclusive os que foram embora também esse ano. Sinto muito por 2020 ter sido muito triste, pesado e desumano para mim e tantas pessoas.

Que sejamos gentis, humanos e generosos em intensidade maior do que a que pedimos para que 2021 seja em relação à 2020. Não será um ano fácil, mas com amor no coração e muita empatia o enfrentaremos juntos.

Um beijo no coração de cada um de vocês 🙂  

(Quer ajuda para dar um up na carreira e/ou no bem-estar? Entre em contato com gardenia.rogatto@naopiradesopila.com/sitenaopira. Será um prazer te direcionar!)

LEIA TAMBÉM:

Síndrome do Home Office

A importância do crachá na carreira

Qual é o seu propósito de vida?

Mais lidas
Clube de Vantagens
Economize na sua Viagem

Cada vez que você reserva um produto por algum destes links do blog, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

GARDENS <br><span class="lifestyle">Viagens e Lifestyle</span>

GARDENS
Viagens e Lifestyle

Idealizadora e fundadora do Não Pira, Desopila, apaixonada por SUP e ex bailarina do Municipal de São Paulo, largou sua carreira de executiva em uma grande multinacional para viver os seus sonhos e ter uma vida mais leve.

Leia Mais
Demais Autores
Mari Rogatoo

Mari Rogatoo

Gastronomia

Ricardo Andion

Ricardo Andion

Games & Gastronomia

Mateus Fon

Mateus Fon

Finanças

Alessandra Lopes

Alessandra Lopes

Yoga e Hawaii

Luci Orkov

Luci Orkov

Vida Saudável

Ana Paula Teixer

Ana Paula Teixer

Arquitetura & Design

RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR E-MAIL

Open chat
Olá. Podemos ajudar?
Olá. Podemos ajudar?