Ser canhoto: a diversidade desconhecida pelos destros

Se você é destro e resolveu abrir esse texto para ler, dificilmente, o terminará sem ficar surpreso com algumas curiosidades e frustrações que trago sobre o universo canhoto. Claro que o que escrevo abaixo não é um ato de mimimi, até porque não sou dessas, mas é uma reflexão válida para os que empáticos são. 

Primeiramente, será que ser canhota é ser diversa? Taí uma pergunta que faço, consigo responder de acordo com a minha crença, mas dificilmente vejo ou leio alguma discussão a respeito. Há quase dois meses, resolvi abrir uma sala no Clubhouse com o seguinte título: Canhotos convictos e incompreendidos pelos destros. 

Fiquei uns cinco minutos sozinha, até que apareceu uma primeira canhota, outra, outro e, de repente, éramos uns dez canhotos e dois destros falando sobre as curiosidades, perrengues e o orgulho de sermos canhotos. Resultado? Abro salas semanalmente para falarmos cada vez mais sobre o tema. Além disso, coloquei na minha cabeça (e to do) que escreverei um manifesto defendendo nossa causa e chamando a atenção de diversas indústrias. Quem é destro pode pensar que é exagero e é, exatamente aí, que entra a dupla incompreensão e falta de empatia. 

Acreditem ou não, algo bem esquisito tem acontecido ao longo desses encontros. Por conta de vivermos num mundo extremamente polarizado, de vez em quando, aparecem pessoas da extrema direita querendo nos atacar achando que estamos discutindo sobre política. O curioso é que grande parte dos canhotos, incluindo eu, não sabia que pessoas de extrema esquerda são apelidadas de “canhotinhas”. 

Por ser canhota, já fui chamada de torta, atrapalhada, que escreve com a mão errada e por aí vai. A real é que pessoas destras não percebem que o mundo foi feito quase que exclusivamente para elas. Esse privilégio é algo tão raramente falado ou escrito que soube somente de um programa de TV falando sobre o tema, o Encontro com Fátima Bernardes. Coincidência ou não, a apresentadora é canhota. Você pode assistir a matéria no Globoplay por meio desse link.

Outra boa pedida para se identificar ou abrir a mente para o tema é assistir ao documentário Admirável Mundo Destro, dirigido pela querida Luiza Leal, que traz a verdade nua e crua sobre a diversidade de lateralidade canhota. Para acessar ao documentário, basta clicar nesse link.  

VOCÊ É DESTRO E NÃO SE SENTE PRIVILEGIADO?

Você que não entende esse tal privilégio, faço um convite. Pegue uma garrafa d’água, um abridor de latas, uma faca e um caderno com espiral. Quando for abrir a garrafa, note que ela gira para a direita. Já o abridor de latas, tem aquela ponta de perfurar no canto esquerdo para que utilize a força da mão direita para abrir. 

Na faca, a serrinha está do lado esquerdo, ou sua parte interna, para que use a força da mão direita. Já no caderno, a espiral te favorece e, dificilmente, será um incômodo. E tem mais. O risco de borrar a mão por conta de escrever por cima da escrita é praticamente nulo. 

Agora, imagina o canhoto, que tem o comando na mão esquerda, ter que fazer tudo ao contrário. Eu, por exemplo, já desisti de abrir latas. Não raras vezes, me furei porque tive que usar a mão direita. A mão borrada é um super clássico, principalmente quando tenho que usar canetinhas. Em relação à faca, inconscientemente,me adaptei a cortar o que está em meus pratos de comida com a direita. Entretanto, se tenho que cortar cebola, alho e afins, reparei que uso a mão esquerda. Garrafas d’água e afins também utilizo a mão direita, mas há vários canhotos que não conseguem utilizar as duas mãos para essas atividades.

Para o canhoto, sim, é um problema o posicionamento na mesa. Também é um problema acertar na hora do aperto de mãos, fechar o zíper e botão da calça, abrir a porta da geladeira, a porta que tem a fechadura no canto do lado esquerdo, os vidros de conserva, assim como tudo que utilize o sentido horário. Já tá bom para você ou quer mais?

Deixarei um último perrengue, que inclusive tem sido bem falado nas salas do Clubhouse: a tal da xícara e/ou caneca. Faça um teste e, vire a alça da caneca ou da xícara para o lado esquerdo. Repare que a figurinha ou símbolo ficarão para dentro, por exemplo. Se a tal da caneca ou xícara tiver escritos na borda, a probabilidade de um canhoto beber com um gosto adicional de tinta é altíssimo…rs  

Por essas e outras, digo que canhotos se adaptam no esquema 24 horas por 7 dias. Certamente, no início de nossas vidas, o cérebro deve ficar super confuso, mas enfim, é o que temos para hoje e para o futuro.  

Até pouco tempo achava que era atrapalhada, mas percebi que na verdade sou canhota em um mundo feito para os destros. Por falar nisso…

CANHOTOS PAGAM MAIS CARO…

se quiserem tesoura, faca, caderno entre outros artigos personalizados. Em uma dessas salas no Clubhouse, soube por uma colega tem e-commerce para canhotos que, enquanto um caderno X custa R$ 18 para destros, o mesmo caderno adaptado para pessoas como eu, custa R$ 80, pode? 

A mesma pessoa nos disse que perguntou a um determinado fornecedor se seria possível fabricar facas para canhotos. A resposta foi que sim, mas que o pedido mínimo teria que ser de 1.500 facas. MIL e QUINHENTAS facas para que o canhoto tenha o mesmo direito de um destro e ainda pagando mais caro. Se isso não for um claro exemplo de que é preciso olhar para essa diversidade, desconheço outro. 

No Brasil, raramente encontramos uma loja física com artigos somente para nosso público. Já no exterior, há países em que é possível encontrar lojas físicas nas suas grandes cidades. 

Segundo a BBC Brasil, somos 10% da população mundial. Quando separados por gênero, 12% dos canhotos são homens e 8% são mulheres e, quase ninguém olha pra gente.    

canhoto mulher escrevendo com a mao esquerda com um fundo florido 1 1

UMA MINORIA COM GRANDE POTENCIAL DE CONSUMO

Se considerarmos que os canhotos brasileiros ainda são os mesmos 4% do total da população de anos atrás ou que representam a mesma média da população mundial na atualidade, representamos no mínimo cerca de 8,5 milhões de pessoas. É um número não tão irrelevante assim, não acham? Entretanto e certamente, essa não é uma verdade absoluta para as indústrias de utensílios e instrumentos em geral. 

Para eles, tem que ter escala, caso contrário é completamente inviável a produção, Concordo com esse fato, entretanto, duvido que alguém parou para olhar o total de canhotos espalhados Brasil afora. Certamente também, nem sequer foi olhado para um sistema de parceria com e-commerce de grandes redes para uma potencial produção em escala de utensílios para canhotos. Garanto que ao menos 7 entre 10 canhotos comprariam produtos como abridor de latas, tesouras, cadernos, garrafas térmicas, canecas e afins, feitas exclusivamente para nós. 

Para conhecimento, uma das integrantes de nosso grupinho de canhotos tem um e-commerce, como falei acima, mas está penando com a questão da escala. Será que alguém de peso no mercado e visionário pode nos dar atenção, por favor? Nunca te pedi nada, Luiza Helena rs 

Se quiser ver na prática esses perrengues, convido vocês a acessarem o Instagram da Lud, chamado Mundo Canhoto e a outra conta chamada Canhotopia, que apoia pais de canhotos com as dificuldades de nossa lateralidade. 

É PERIGOSO NÃO OLHAR PARA ESSA DIVERSIDADE

Segundo estudo publicado pelo The New England Journal of Medicine, pessoas canhotas têm expectativa de vida 9 anos menor que destras. A principal causa para chegar nessa conclusão é o fato que morrem mais canhotos em acidentes de trânsito ou em geral pelo simples fato do nosso instinto, reflexo e comando de cérebro ser para o lado inverso ao que tudo foi projetado, construído ou fabricado. 

Se não bastasse, canhotos têm uma maior ocorrência de distúrbios no sistema imunológico, assim como de doenças neurológicas. Ou seja, é sim uma diversidade a ser entendida e estudada mais a fundo, até porque há muitas vidas em risco.

Claro que os resultados do estudo não podem ser extrapolados para a população mundial total, mas já é uma ideia para determinada amostra regional.    

UMA CARREIRA PODE SER INTERROMPIDA POR SER CANHOTO, SABIA?

Em nosso grupo do Clubhouse, temos pessoas de diversas profissões. O que chama atenção são as restrições que dentistas, ginecologistas, profissões relacionadas à construção civil entre outras possuem. Dentistas canhotos têm extrema dificuldade em fazer uma extração, por exemplo. A nossa colega, que é dentista, disse que não extrai dente pelo fato do equipamento ser feito exclusivamente para destros e não ter força e traquejo para manuseá-lo com a mão direita. 

Quer outros exemplos? O aparelho que coleta o Papanicolau foi feito exclusivamente para manuseio de um destro, tendo que a(o) ginecologista canhota(o) que fazer contorcionismo. Engenheiros, médicos em geral e arquitetos também penam para manusear seus instrumentos de trabalho. 

Conseguiu imaginar o quão problemático é para uma pessoa canhota exercer uma profissão de acordo com o seu dom? Em contrapartida, designers canhotos são bem mais valorizados no mercado de trabalho por conta da criatividade aflorada. Além deles, atletas possuem um diferencial importante quando canhotos.  

canhoto mulher escrevendo com a mao esquerda com um fundo florido 2 3

PODERIA A DIGITALIZAÇÃO E TECNOLOGIA COMPROMETER O FUTURO DOS CANHOTOS?

Sim, eu sou uma pessoa que viaja na maionese e muito. Talvez isso venha do meu lado criativo aflorado canhoto, mas vamos pensar. Se repararem, os comandos do celular, dos aplicativos e afins estão majoritariamente do lado direito. Agora, imagina daqui alguns anos se o modelo de alfabetização virar digital. Qual é a probabilidade de um ser canhoto virar ambidestro ou destro na escrita? Eu mesma, já me peguei assinando documento digital com a mão direita. Será o fim do canhoto raiz?

Claro que os comandos das mãos, pés e afins provavelmente ainda vão prevalecer de alguma forma, mas como será que acontecerá essa descoberta da lateralidade? Parece um pensamento confuso, mas é algo que entendo ser preocupante caso não esteja no radar dos “tempos mudernos”, até porque canhotos têm algumas habilidades que destros não possuem e vice versa.

De acordo com um neurocientista que passou pela nossa sala, a determinação da lateralidade é definida ainda quando o bebê está na barriga de sua mãe. Entretanto, será que pais destros estarão atentos para essa questão quando os bebês estiverem no processo de crescimento, caso haja mudança no processo de alfabetização, por exemplo? No contraponto, com base em nossas salas do Clubhouse, sempre há ao menos um pai ou mãe destra conosco para entender o mundo dos canhotos, mesmo antes da idade de alfabetização.

SERÁ QUE A ÁREA D&I DAS EMPRESAS OLHAM PARA A QUESTÃO DE LATERALIDADE?

Primeiramente, você sabe o que é lateralidade? Confesso que descobri essa denominação real há pouco e significa a predisposição à utilização preferencial de um dos lados do corpo, podendo ser homogênea, cruzada ou ambidestra. 

No caso de nós canhotos, por conta de termos que nos adaptar constantemente a um mundo que não foi feito para nós, acabamos desenvolvendo habilidades com a mão direita, até mesmo porque não há outra saída.

Depois que comecei a discutir sobre as canhotices com meus colegas, cheguei a conclusão que ser canhota é sim uma diversidade, entretanto, tenho dúvidas se é vista ou está em pauta nas áreas de Diversidade e Inclusão das empresas. Há pessoas que entendem que a questão da lateralidade deveria estar no time de acessibilidade, enquanto que, há pessoas que acham que não é nem diversidade, nem acessibilidade e que muitos temas mais sérios e complexos devem ser olhados antes desse. 

Será que estou viajando tanto assim? Apesar de acreditar que não, estou empenhada em discutir com heads dessa área para me aprofundar no assunto e levantar a bandeira da forma estratégica correta. 

BRUXAS, PESSOAS DO MAL, SINISTRAS OU INTELIGENTES?

Na Antiguidade e até mesmo em algumas passagens da Bíblia, a pessoa ser canhota era sinônimo de uma diferenciação positiva. Entretanto, com o passar dos anos, canhotos começaram a ser vistos como pessoas ruins e perigosas para a sociedade. O motivo para tal mudança não é muito claro.

De acordo com a literatura, durante a Idade Média, mulheres canhotas eram tidas como bruxas, podendo ser queimadas na fogueira. Em alguns lugares na África, quando descobrem que uma criança canhota é feito um ritual, colocando a mão esquerda dentro de um buraco com água quente e o tampando com terra/areia para inutilizar qualquer movimento com a mão esquerda. 

No Brasil, quantas crianças canhotas tiveram suas mãos esquerdas amarradas ou até mesmo agredidas para que aprendessem a escrever com a mão direita? Em países como Japão ou China, esse ato também fazia (ou faz?) parte da estúpida e cruel cultura que determinava que éramos/somos pessoas ruins. Algumas amigas canhotas ou colegas de Clubhouse confessaram ter sofrido essa agressão na infância. Parte deles, quando saíram da escola, voltaram a escrever com a mão esquerda, parte deles nunca mais. 

Tais fatos justificam a China ser o país com o menor índice de canhotos no mundo na atualidade. Em relação ao Brasil, certamente não temos um número percentualmente expressivo ou próximo da média percentual mundial de pessoas que escrevem com a mão esquerda declaradas como tal por conta da atrocidade nacional que acontecia no passado. 

Já escutou a expressão sinistro? Sabia que em italiano, a tradução para essa palavra é esquerda? No contraponto, dizem por aí que somos pessoas mais inteligentes pelo fato de acionarmos um lado do cérebro que os destros não adentram. Até onde isso é verdade ou não é mais um daqueles itens que é preciso de pesquisa científica para comprovar. 

Na real, penso que essa conversa de sermos mais inteligentes pode ser uma forma de reparar o quanto somos discriminados ao longo dos séculos. Óbvio que somos mais criativos, flexíveis e afins. Afinal, temos que nos adaptar 24 horas por 7 dias para viver em mundo que não foi feito para gente. 

Uma outra forma de reparação foi a aliança de casamento, que atualmente é usada na mão esquerda por muitas culturas como forma de demonstrar que não é tão má assim essa tal lateralidade. 

Almoco em sala de reuniao com ceviche de polvo e suco detox room office pullman accor 1

CANHOTOS FAMOSOS E ÍNDICES DE CANHOTICE

Há muitos canhotos famosos e ilustres, além de mim, claro! rs – Entre os meus estão Rainha Elizabeth, que traz por água abaixo a tese de que canhotos vivem menos, e Ayrton Senna, que foi vítima de um acidente de carro. Nesse time também temos Leonardo da Vinci, Michelangelo, Napoleão que impôs a mão francesa, Bill Gates, Charles Chaplin, Beethoven, Machado de Assis, Jimi Hendrix, Marilyn Monroe, Picasso, Mahatma Gandhi, Paul Mccartney, Ringo Starr,Fidel Castro, Maradona, Barack Obama, Bill Clinton e Ronald Reagan. 

Puxando o gancho, sabia que boa parte dos presidentes americanos são canhotos? Inclusive, o país é um dos que mais possui pessoas que escrevem com a mão esquerda no mundo. Provavelmente, é pelo fato de não haver repressão ou qualquer pressão para que a criança escreva com a mão direita durante sua alfabetização entre outras atividades. Há cerca de 5 anos, tanto Brasil quanto Japão ocupavam o posto de menor índice de canhotos, com seus 4% do total da população. 

Como já disse acima, não são raros os exemplos de pessoas que tinham suas mãos amarradas ou recebiam palmadas na mão esquerda em um passado não tão distante assim. Nem em casa, nem no colégio fui discriminada. Na minha época de alfabetização, as carteiras do colégio eram uma espécie de mini mesas. Com isso, não sofri com a questão da carteira, mas quando cheguei no colegial (ensino médio), mudei de colégio e sofri. Utilizava duas carteiras, quando tinha espaço ou fazia contorcionismo em carteira de destro. 

Na minha família, somos dois irmãos canhotos e um destro, entretanto, nossos pais são destros de nascimento. Meu irmão canhoto, inclusive, usa mais a mão esquerda do que eu. Ele consegue abrir tranquilamente uma lata com a mão esquerda em um abridor destro, por exemplo. Já eu, prefiro comprar latas com sistema abre fácil para não me machucar ou passar vontade de comer algo que não consigo abrir…hahahaha

PERCEBERAM AS INCERTEZAS?

Quando o assunto é o ser canhoto, não há certeza de absolutamente nada. Não há estudos evoluídos sobre o tema e, sim uma série de suposições não comprovadas. Os prováveis motivos para isso são extremamente insatisfatórios para nós. Entre eles estão falta de interesse, desconhecimento da diversidade e adaptação dos canhotos ao mundo dos destros. 

Por esses e outros motivos, resolvi colocar este texto no ar. Não sei qual será a repercussão ou resultado, mas já é uma forma de mobilização. Claro que nem todos os perrengues e dificuldades estão escritas, mas acho que foi um bom começo para quem não entende nada sobre canhotos. 

FRASES E EXPRESSÕES CRUÉIS PARA CANHOTOS

O bullying com os canhotos deve ter ficado mais do que claro depois de lerem tudo o que escrevi, certo? Convido vocês para uma última reflexão com expressões e frases de nosso dia a dia claramente trazem a tona a discriminação quanto a nossa lateralidade. Preparados? rs

“Acordei com o pé esquerdo” 

“Entre com a pé direito para dar sorte”

“Quanta destreza você tem!”

“Faça isso direito, hein?’

“Nossa, pq você escreve diferente?”

“Por que você escreve com a mão errada?”

“Tá vendo como ela é torta? Tinha que ser canhota”

“Quem é canhoto pode fazer Direito?”

“Sabia que canhoto tem pacto com o diabo?”

“Você não é uma boa pessoa!”

E por aí vai…

Novamente, esse texto não é mimimi, mas uma chamada de ação para nossa evolução e empatia. Por fim, deixo dois recados. Um deles, para a ex-mulher do jogador Kaká e a Fafá, que têm um “curso de etiqueta”.

Não é certo falar sobre etiqueta à mesa, sem pensar na diversidade da lateralidade. Dizer que canhotos tem que se virar pelo fato dos comandos serem ao contrário é no mínimo um gesto deselegante. Se quiserem saber dessa fofoca, deem uma olhada na publicação no Insta da Lud, o Mundo Canhoto (@mundocanhoto_) datada de 11/12/2020 para verem que não é mentira a tal discriminação. Rir da diversidade e dificuldade alheia é muito feio!

O outro recado vai para os empresários e/ou representantes da área de D&I – Diversidade e Inclusão que querem escutar sobre as nossas dificuldades e fazer algo para mudar, tornando esse mundo realmente mais inclusivo. Ficaria feliz de receber um email no contato@naopiradesopila.com/sitenaopira para evoluirmos com o tema. 

Bjs de luz! 🙂   

LEIA TAMBÉM

O CANCELAMENTO FORA DAS REDES SOCIAIS

O QUE APRENDI FORA DO MERCADO CORPORATIVO TRADICIONAL?

QUAL É O SEU PROPÓSITO DE VIDA?

Mais lidas
Clube de Vantagens
Economize na sua Viagem

Cada vez que você reserva um produto por algum destes links do blog, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

Picture of GARDENS <br data-lazy-src=
Demais Autores
Picture of Mari Rogatoo

Mari Rogatoo

Gastronomia

Picture of Ricardo Andion

Ricardo Andion

Games & Gastronomia

Picture of Mateus Fon

Mateus Fon

Finanças

Picture of Alessandra Lopes

Alessandra Lopes

Yoga e Hawaii

Picture of Luci Orkov

Luci Orkov

Vida Saudável

Picture of Ana Paula Teixer

Ana Paula Teixer

Arquitetura & Design

RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR E-MAIL

Open chat
Olá. Podemos ajudar?
Olá. Podemos ajudar?