como é morar em alphaville

Live com executivos: a humanização corporativa

Já assistiu alguma live com executivos? Caso nunca tenha tido esta experiência ou curiosidade, aconselho fortemente. Em tempos de isolamento social, a cada semana que passa, o mercado corporativo tradicional tem recheado diferentes canais digitais com algo que era inimaginável ao menos em 2020, a alta exposição de executivos de diferentes setores e áreas em canais digitais. 

Com isso, veio junto a tal da humanização do mercado corporativo, para minha felicidade, já que é um assunto que debato e insisto muito desde os tempos de executiva e porta voz de uma grande multinacional. Não há forma melhor de engajar propósitos, pessoas, marcas e causas que dar pessoalidade ao mercado. Além disso, é uma baita oportunidade de fast networking.

Torço muito para que o movimento de live com executivos continue pós pandemia para que assuntos interessantes sejam de acesso não somente a um público específico. Acompanhei várias frentes de eventos online. Desde ligados à carreira aos ligados a inovação e empreendedorismo. Assistir líderes de RH falando sobre ações tomadas e entender, mesmo que superficialmente, a cultura de cada Empresa foi único. Além disso, super interessante e um privilégio ver o brainstorming e o debate sobre a Nova Era. .  

Já nas lives relacionadas ao empreendedorismo e a inovação foi ótimo ver o que o mercado tem feito para se reinventar, mas ao mesmo tempo triste ver o quão amadores ainda são os empreendedores brasileiros, principalmente, no quesito marketing digital. Enfim, temos muito a trabalhar!

SERÁ QUE TEREMOS LIVE COM EXECUTIVOS PÓS ISOLAMENTO?

Não dar seguimento ao legado que ficará será uma tremenda infelicidade e anularia a humanização que temos presenciado. Afinal, quando que veríamos líderes de mercado discutindo sobre inovação, falando sobre fragilidades, tendências e o que têm feito durante este período se não fosse uma live com executivos? Ver o filho passar atrás da cadeira, o barulho de uma panela que caiu ou qualquer outro imprevisto demonstra que aquela pessoa é também um ser humano, como qualquer outro. Além disso, mostra que está sujeita a fatores que não pode controlar. Tem algo mais original que isso? Se tiver, desconheço. 

Por isso, digo que em um mundo pedindo cada vez mais consciência da responsabilidade social individual e corporativa, não há como falarmos de proximidade e credibilidade sem falarmos de humanização. Credenciais, cargos e carreiras se tornam mais sólidas e respeitadas exponencialmente se há uma maior exposição da imagem. Lembra do tal só é lembrado quem é visto? Ou seja, quanto mais uma determinada corporação estiver presente de alguma forma no dia a dia não só de seus colaboradores, mas também de toda cadeia, mais lembrada será. O mesmo digo para os seus líderes. E isto, nem de longe, é sinônimo de posts institucionais em redes sociais. 

SE TORCE O NARIZ PARA O MOVIMENTE MAIS LIVE COM EXECUTIVOS, FAÇAMOS UMA ANALOGIA…

Qual é o motivo pelo qual jovens e crianças buscam insaciavelmente conteúdo de YouTubers e Instagramers? Um deles é a tal da identificação com aquele produtor de conteúdo. E estas gerações ficam vidradas nestes conteúdos porque seus geradores falam com eles de forma humana, mesmo que por meio de uma tela. Há pessoalidade e identificação. E isto não deveria ser diferente para o mundo corporativo. 

Mesmo sem que saibam explicitamente disso, pessoas querem ver e saber quem está por trás das ações e decisões das corporações. Querem saber quais são os rostos, trejeitos e pensamentos dos executivos e das marcas que consomem itens tangíveis ou intangíveis. 

É HORA DE REINVENTAR!

Deixar a tarefa da comunicação do negócio, assim como do mercado em que está inserido para influenciadores, pessoas referência em determinadas áreas e pessoas públicas é algo que deve ser repensado e muito por cada Empresa, independente de seu core business. A comunicação que digo não é dar entrevistas a imprensa tradicional. É se expor por meio dos canais digitais, cada vez mais. Claro que precisa de planejamento, fundamento etc, mas pra mim é um caminho sem volta para quem realmente entendeu o que é o mercado e marketing online. 

As novas gerações, que são hiperconectadas desde seu primeiro olhar ao mundo, não se contentam ou admiram líderes que falem somente com e pra sua zona de conforto. Também não dão valor a líderes que só dão entrevistas a veículos de comunicação quando se tem uma pauta interessante. É preciso explorar os meios de comunicação disponíveis para captar oportunidades, entender necessidades e realmente conhecer o mundo como ele é!

Na antiga carreira, nunca tive medo de entrar ao vivo em rádio ou qualquer outro meio para falar porque sabia do que estava falando. Sempre gostei de falar com jornalista, assim como com o mercado e com os mais diversos públicos da área que atuava: os apaixonantes Entretenimento e Mídia. Não é a toa que surgiu meu primeiro blog e hoje é uma profissão para mim. 

Eu, por exemplo, neste meu caminho de empresária digital, fiz algo que nunca tinha feito, live no Instagram. Durante este período de pandemia, fiz uma série de lives com pessoas diversas, com o objetivo de trazer conteúdo de qualidade para minha audiência. Como o passar das semanas, ver cada vez mais chamadas de live com executivos me deixa tão feliz porque sei que este caminho é benéfico a toda cadeia. O caminho é mais benéfico ainda quando há executivos de diversas corporações debatendo sobre um assunto de interesse comum. 

DISTÂNCIA DA REALIDADE

Até por conta dos longos anos em que estive no mercado corporativo tradicional, sei que cada degrau que subimos em nossa carreira, a tendência é ficarmos distantes da realidade da maioria da população. E não necessariamente isto ocorre por arrogância, mas pode acontecer. 

Uma vez estava com um alto executivo e falávamos sobre um item de consumo específico e bem caro. Ele falava da aquisição daquilo como se estivesse comprando um  litro de leite. Naquele momento, parei, refleti e falei pra ele: você tem noção que este valor é maior que o salário que sua filha ganha como trainee?  Ele me olhou e disse: Nossa, não é possível que a minha filha ganhe esta miséria!

Pois é, não se pode perder esta noção de mundo e ficar isolado em seu mundo como se fosse uma “blogueyra” de moda ou make de alto padrão. No mundo de hoje, cada vez mais, precisamos entender a realidade de todo entorno. Não dá mais pra viver no mundo de camisas Polo Ralph Lauren.

Até para sustentar este meu pensamento, de acordo com estudos que tenho lido sobre o comportamento humano pós pandemia, empresas e pessoas que não tiverem consciência e responsabilidade sociais não serão preferência de seus clientes. O que acho muito justo! 

E QUAL É A RELAÇÃO DISSO COM A TAL LIVE COM EXECUTIVOS?

Simples! Quanto mais perto executivos estiverem do ecossistema, mais preparados estarão para tomar as melhores decisões. A ideia não é que ninguém se torne uma celebridade e que os CEOs, CIOs, CQualquerCoisaO tenham suas agendas ocupadas com uma série de lives. Entretanto, seria incrível termos ao menos uma vez por mês um movimento deste em cada área. Claro que o ideal é não ter overdose de live com executivos, até para dar mais relevância a cada evento.  

É como se fosse um congresso virtual, mas muito mais abrangente e com maior alcance. Seria uma baita escola preparatória para quem for entrar no mercado de trabalho, assim como seria margem para surgirem ideias transformadoras. Afinal, quando se pensa em coletivo, boas surpresas podem surgir. 

PRA FECHAR, MINHA CONCLUSÃO ATÉ O MOMENTO

Se as empresas entenderem o benefício deste canal será um benefício e tanto não somente para as pessoas que os assistirem, mas também para a construção e solidez de cada uma destas corporações. 

Agora te pergunto: será que é muita viagem minha ter este posicionamento? Será que estou na vanguarda do pensamento? Só o tempo dirá! E espero estar certa com minhas apostas. 

LEIA TAMBÉM 

ENGAJAMENTO VALE MAIS QUE CONHECIMENTO?

VANTAGENS E DESVANTAGENS DO HOME OFFICE

ISOLAMENTO SOCIAL: O QUE APRENDI ATÉ AGORA?

ARTIGOS NO LINKEDIN

 

Mais lidas
Clube de Vantagens
Economize na sua Viagem

Cada vez que você reserva um produto por algum destes links do blog, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

Picture of GARDENS <br data-lazy-src=
Demais Autores
Picture of Mari Rogatoo

Mari Rogatoo

Gastronomia

Picture of Ricardo Andion

Ricardo Andion

Games & Gastronomia

Picture of Mateus Fon

Mateus Fon

Finanças

Picture of Alessandra Lopes

Alessandra Lopes

Yoga e Hawaii

Picture of Luci Orkov

Luci Orkov

Vida Saudável

Picture of Ana Paula Teixer

Ana Paula Teixer

Arquitetura & Design

RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR E-MAIL

Open chat
Olá. Podemos ajudar?
Olá. Podemos ajudar?