Janeiro branco e o desafio de cuidar da saúde mental

O Brasil é um dos países com maior índice de depressão e ansiedade !
Saúde mental
 

O mês de janeiro é marcado pela campanha “Janeiro Branco”, uma iniciativa que busca sensibilizar a sociedade sobre a importância da saúde mental e emocional. Enquanto muitos começam o ano com resoluções voltadas para o corpo, como dietas e exercícios (o tal projeto verão, ou projeto carnaval), é fundamental lembrar que a saúde mental é uma peça-chave para o bem-estar geral.

A importância do Janeiro Branco para a saúde mental:

Dados da OMS – Organização Mundial da Saúde mostram que cerca de 10% da população mundial apresenta distúrbios relacionados à saúde mental. E nosso país, não é diferente. No Brasil, a estimativa é que cerca de 9% da população sofra de ansiedade e depressão.

  1. Conscientização: A campanha Janeiro Branco busca quebrar tabus e promover a conscientização sobre a saúde mental, encorajando as pessoas a dialogarem abertamente sobre suas emoções.
  2. Prevenção: Ao incentivar a prevenção, a campanha destaca a importância de adotar práticas cotidianas que promovam a saúde mental, como o autocuidado, a busca por equilíbrio e a construção de relações saudáveis.
  3. Acessibilidade à ajuda profissional: A campanha Janeiro Branco ressalta a importância de buscar ajuda profissional quando necessário. Psicólogos e psiquiatras desempenham papéis cruciais na promoção da saúde mental.
  4. Quebrando o silêncio: A campanha incentiva as pessoas a quebrarem o silêncio e compartilharem suas experiências, contribuindo para a redução do estigma em torno das questões de saúde mental.

Em resumo, cuidar da saúde mental é essencial para uma vida plena e equilibrada, e nos lembra de que não estamos sozinhos em nossas lutas!! É crucial promover uma cultura de compreensão, empatia e apoio mútuo.

Por que cuidar da saúde mental é tão desafiador?

Mas se o problema só cresce, por que cuidar da saúde mental é tão difícil e desafiador?

  1. Estigma (preconceito): Infelizmente ainda persiste um estigma em torno das questões de saúde mental. Muitas pessoas relutam em buscar ajuda devido ao medo do julgamento ou à incompreensão por parte da sociedade.
  2. Falta de conscientização: A falta de informação e conscientização sobre saúde mental contribui para que as pessoas não compreendam completamente a importância de cuidar do seu bem-estar emocional.
  3. Cobranças sociais: Pressões sociais, expectativas irreais e a busca constante pela perfeição podem levar a um estado de estresse e ansiedade, tornando difícil para as pessoas reconhecerem e lidarem com problemas de saúde mental.
  4. Ritmo de vida acelerado: A sociedade moderna muitas vezes impõe um ritmo de vida acelerado, com pouca ênfase no descanso e na recuperação. Isso pode contribuir para o esgotamento mental.

O estilo de vida, estresse, as exigências do cotidiano de trabalho e vida familiar contribuem para que os cuidados com a saúde mental acabem ficando para trás e sem o devido cuidado, dando margem ao surgimento de transtornos e doenças ligadas à mente. Neste Janeiro Branco, pare um instante para se auto avaliar sua saúde mental, procurando por alguns sinais:

  • Dificuldade em cumprir responsabilidades habituais no trabalho, escola ou família;
  • Desmotivação e falta de interesse em atividades que antes eram prazerosas;
  • Crises emocionais ou prolongado sofrimento emocional;
  • Sentimentos de desvalorização pessoal, intensa culpa ou pensamentos de morte e/ou ideação suicida;
  • Isolamento social, afastamento de familiares, colegas e amigos;
  • Dificuldade em dormir, irritabilidade ou dificuldade em acalmar;
  • Mudanças significativas na vida social e no modo como a pessoa se relaciona com os outros;
  • Alterações no humor, pensamento e comportamento;
  • Esses sinais, quando intensos ou persistentes ao longo do tempo, aliados ao sofrimento e/ou disfunção, podem ser indicativos de problemas de saúde mental que requerem atenção e cuidado adequados.

Estas são algumas das principais doenças mentais discutidas no Janeiro Branco

  1. Depressão: Caracterizada por sentimentos persistentes de tristeza, desesperança e falta de interesse em atividades anteriormente apreciadas.
  2. Transtorno de Ansiedade: Engloba uma variedade de condições, incluindo transtorno de ansiedade generalizada, fobias e transtorno do pânico, resultando em preocupações excessivas, medos intensos e sintomas físicos.
  3. Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC): Envolve pensamentos obsessivos e comportamentos compulsivos, que podem interferir significativamente na vida diária.
  4. Transtorno Bipolar: Caracterizado por oscilações extremas de humor, desde episódios de euforia (mania) até períodos de depressão profunda.
  5. Esquizofrenia: Uma condição complexa que afeta o pensamento, as emoções e o comportamento, muitas vezes envolvendo alucinações, delírios e dificuldade de concentração.
  6. Transtorno de Personalidade Borderline (TPB): Marcado por instabilidade emocional, relacionamentos interpessoais intensos e uma imagem de si mesmo instável.
  7. Transtornos Alimentares: Incluem anorexia nervosa, bulimia nervosa e compulsão alimentar, com foco distorcido na alimentação, peso e imagem corporal.
  8. Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH): Afeta a atenção, impulsividade e hiperatividade, sendo mais comum em crianças, embora persista na idade adulta.
  9. Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT): Surge após exposição a eventos traumáticos, resultando em sintomas como flashbacks, pesadelos e evitação de gatilhos.
  10. Transtornos do Humor: Além da depressão e transtorno bipolar, incluem condições como distimia (depressão crônica) e ciclotimia (variações de humor menos intensas que o transtorno bipolar).
  11. Fobia social: distúrbio caracterizado pelo medo sem fundamento, irracional, de ser observado, criticado e até ridicularizado por outras pessoas.

Não apenas em Janeiro Branco, mas durante toda a vida é fundamental saber que essas condições variam em gravidade e impactam as pessoas de maneiras diferentes. O diagnóstico e tratamento adequados, muitas vezes envolvendo uma abordagem multidisciplinar com profissionais de saúde mental, são essenciais para melhorar a qualidade de vida das pessoas que enfrentam esses desafios.

Crises de Pânico e Transtornos de Ansiedade são também problemas de saúde mental:

  1. Crise de Pânico: Caracterizada por episódios súbitos e intensos de medo ou desconforto, acompanhados por sintomas físicos e cognitivos como palpitações, tremores, falta de ar, sensação de perigo iminente e medo de perder o controle. As crises de pânico podem ocorrer de forma isolada ou fazer parte de transtornos de ansiedade mais amplos.
  2. Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG): Envolve preocupação crônica e excessiva sobre eventos cotidianos, acompanhada por sintomas físicos como tensão muscular, inquietação e dificuldade de concentração.
  3. Transtorno do Pânico: Caracterizado por crises recorrentes de pânico e preocupação constante em relação a ter novas crises. As pessoas muitas vezes evitam locais ou situações associadas às crises.
  4. Transtorno de Ansiedade Social (TAS): Manifesta-se como medo intenso de situações sociais e interações, levando à evitação de atividades sociais e impactando significativamente a vida social e profissional.
  5. Transtorno de Estresse Agudo (TEA): Similar ao transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), mas ocorre imediatamente após o evento traumático. Os sintomas incluem flashbacks, ansiedade e dissociação.
  6. Fobia Específica: Um medo intenso e irracional de um objeto, animal ou situação específica, levando a evitação extrema.
  7. Transtorno de Ansiedade de Separação: Comum em crianças, é caracterizado pela ansiedade excessiva ao se separar dos cuidadores, podendo persistir em alguns casos na idade adulta.
  8. Transtorno de Ansiedade por Doença: Preocupação persistente com a possibilidade de ter uma doença grave, apesar da ausência de evidências médicas.
  9. Transtorno de Ansiedade Noturna: Ansiedade específica que se manifesta principalmente durante a noite, prejudicando o sono e o descanso.
  10. Agorafobia: Medo de lugares ou situações que podem causar desconforto, pânico ou sensação de impotência, muitas vezes levando à evitação de espaços públicos.

Janeiro Branco vem para nos lembrar que é importante cuidar da saúde mental e para isso precisamos entender que a ansiedade é uma parte normal da vida, mas quando esses sentimentos se tornam intensos, persistentes e interferem nas atividades diárias, é aconselhável procurar ajuda profissional para avaliação e tratamento adequados. O apoio de psicólogos, psiquiatras e outros profissionais de saúde mental desempenha um papel crucial no manejo desses transtornos.

Como criar momentos de relaxamento e incentivo ao exercício físico 

É muito bom e necessário que ao menor sinal de problemas com a saúde mental, você modifique sua rotina para incluir um tempo só seu. Esse tempo não precisa ser necessariamente uma hora continua, é muito bom e prático dividir em pequenas pausas, em meio a um dia intenso de trabalho. Sair para dar uma caminhada, tomar um café em uma varanda ou jardim, com plantas, um local arejado e silencioso, parar para ouvir sua música favorita, meditar por alguns minutos, coisas simples como esta podem fazer muita diferença na saúde mental.  Aqui no blog temos várias dicas de como incluir pequenas pausas de relaxamento no seu dia a dia!

Outro fator importantíssimo para a saúde mental é manter seu corpo ativo! Uma das melhores coisas para a saúde mental, é o exercício. Pode ser qualquer um, uma simples caminhada já faz milagres. O sedentarismo é um dos grandes fatores de risco da saúde mental. Então, é preciso incluir 30 minutos pelo menos 3 a 4x por semana para realizar alguns exercícios físicos de forma regular. Procure algo que você goste de fazer. Andar de bicicleta, praticar yoga, caminhar, fazer musculação, bater uma bolinha… Isso pode ser feito em casa, sozinho, com aplicativos de atividade física, por exemplo, ou em academias e clubes. Não tem desculpa para ficar parado!

Exercícios físicos contribuem para a saúde mental
Exercícios físicos contribuem para a saúde mental (Arte: https://sima-alvorada.com.br/1o-de-outubro-e-o-dia-mundial-da-saude-mental-e-dessa-importancia-para-o-bem-estar/)

E aí, a Campanha Janeiro Branco focada na saúde mental te tocou de alguma forma? compartilhe e divulgue essas dicas e vamos fazer com que esse conhecimento e a consciência sobre a saúde mental ajude a diminuir os números alarmantes de doenças mentais.

Foto de capa: https://safe.space/conteudo/saude-mental-no-trabalho-porque-precisamos-falar-sobre

QUER AJUDAR A MANTER O BLOG E AINDA ECONOMIZAR NA VIAGEM?

O Não Pira, Desopila possui diversos parceiros já testados que vão te ajudar a salvar uma graninha em sua viagem:

  • HOTÉIS: Que tal reservar sua acomodação pagando o melhor preço e com cancelamento gratuito? Confira as opções com descontos de até 50% através deste link
  • SEGURO VIAGEM: Compare diversas opções e contrate seu seguro viagem com os melhores preços do mercado, com aplicativo de suporte e assistência para te ajudar com eventuais perrengues, tais como extravio de bagagem, doença, hospital etc. Clique aqui e faça sua cotação
  • ALUGUEL DE CARRO: Alugue o carro para sua viagem com benefícios e economia. Nosso parceiro é a maior empresa da América Latina, que compara valores em diversas locadoras ao mesmo tempo para você escolher a melhor opção e ainda parcela. Clique aqui e faça sua cotação
  • CHIP DE CELULAR: Viaje já conectado desde a saída do Brasil e com internet ilimitada com chip internacional do O Meu Chip. Com o cupom naopiradesopila, você terá um ótimo desconto, clique aqui e adquira o seu!!
  • PASSEIOS E ATIVIDADES: A Civitatis é nosso parceiro e oferece inúmeras opções de passeios e atividades. Há opção inclusive de passeios sem custo como os “walking tours”, e ingressos sem fila. Vale a pena conferir, clique aqui e garanta seus ingressos!

Além de não te custar nada mais, ajudará na monetização de nosso conteúdo, preparado com muito cuidado e carinho para você, já que para cada transação concluída e sem alteração, recebemos uma pequena comissão.

Muito obrigada por ajudar quem te ajuda na hora de planejar sua viagem 🙂

Crédito da foto de capa: https://www.eumedicoresidente.com.br/
Crédito da foto de texto: Image by Freepik

POSTS RELACIONADOS

Chega mais, que têm vários textos de bem-estar para melhorar seu treino e sua saúde:

COMO CONTROLAR A ANSIEDADE E O MEDO?

BENEFÍCIOS DA MEDITAÇÃO

MINDFULNESS A MEDITAÇÃO QUE VAI TE SURPREENDER

OLEOS ESSENCIAIS E SEUS BENEFÍCIOS

SUPLEMENTOS QUE NÃO PODEM FALTAR DEPOIS DOS 40

Mais lidas
Clube de Vantagens

Cupons e descontos exclusivos para leitores

Economize na sua Viagem

Cada vez que você reserva um produto por algum destes links do blog, recebemos uma pequena comissão que ajuda a monetizar e a atualizar nosso conteúdo, sem você ter que pagar nada a mais por isso.

GARDENS <br><span class="lifestyle">Viagens e Lifestyle</span>

GARDENS
Viagens e Lifestyle

Idealizadora e fundadora do Não Pira, Desopila, apaixonada por SUP e ex bailarina do Municipal de São Paulo, largou sua carreira de executiva em uma grande multinacional para viver os seus sonhos e ter uma vida mais leve.

Leia Mais
Demais Autores
Mari Rogatoo

Mari Rogatoo

Gastronomia

Ricardo Andion

Ricardo Andion

Games & Gastronomia

Mateus Fon

Mateus Fon

Finanças

Alessandra Lopes

Alessandra Lopes

Yoga e Hawaii

Luci Orkov

Luci Orkov

Vida Saudável

Ana Paula Teixer

Ana Paula Teixer

Arquitetura & Design

RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR E-MAIL

Open chat
Olá. Podemos ajudar?
Olá. Podemos ajudar?